Dólar Comercial compra R$ 3,9196 venda R$ 3,9198 máxima 3,9222
Euro compra R$ 4,3986 venda R$ 4,3992 máxima 4,4052
23 Abr - 21h11
terça, 23 de abril de 2019
Unique
chinthya_mobile
FAVORITA

Com 70 anos, Rita Lee comemora com novo livro

10 Jun 2018 - 14h57Por Da redação
Com 70 anos, Rita Lee comemora com novo livro - Crédito: Guilherme Samora Crédito: Guilherme Samora

“FavoRita’ é uma brincadeira com meu nome, com o apreço que tenho por abelhas e com o favo de mel que essas criaturas divinas produzem”, diz Rita Lee.

Rita posa de abelha na capa, mas é outro bicho que ela encarna no único texto mais longo que assina nesse livro, “Jabuti”, uma reflexão sobre ter se tornado uma setentona, aposentada dos palcos desde 2012. “Você pode pensar que minha velha jabuti está entregando os pontos. Não, ela apenas vive frugalmente dentro do seu velho casco torcendo para que a morte seja um breve suspiro, agradecendo às inspirações que me mantiveram viva sem saber que respirava”, escreve Rita.

“O ‘FavoRita’ estava na minha cabeça muito antes da autobiografia: um coffee table book. A bio, que conta minha história, acabou saindo primeiro, e foi um sucesso. Este agora é sobre minhas aventuras no palco, é mais visual”, conta a cantora, que reuniu na robusta edição fotos raras e inéditas dos mais de 50 anos de carreira, além de um novo ensaio, exclusivo (que rendeu, entre outras, a imagem da capa). — Um dia meu amigo e editor, Guilherme Samora, me disse: “Topa fazermos umas fotos para o livro, com figurinos novos e antigos?”. E eu disse: “Topo”. Ele mesmo fotografou na garagem de casa, minha nora Andréa fez cabelo e maquiagem e ficou tudo bacana, simpático e caseiro.

No livro, misturam-se cliques para as capas de seus LPs, registros em palco, entre outras fotos avulsas que revelam um tanto da irreverência que marcou a trajetória de Rita desde os tempos dos Mutantes.

“A primeira vez em que pintei meu cabelo de vermelho-menstruação, andei seguindo na cola de (David) Bowie. Me escondia sob personagens que criava e que me davam mais segurança para subir ao palco”, conta ela.

Há algum tempo, Rita deixou o vermelho de lado e assumiu o grisalho. “Assim que a raiz ficou branca, encarei a primeira visão de minha aparência meio caidaça, mas fiquei firme e segurei a onda, fiz um corte à la Beatles para apressar o processo, mas cada vez mais ficava a cara do Ray Conniff”. Com o mesmo humor, ela imaginou um encontro da Rita jovem com a de hoje — além de ter feito, é claro, o caminho inverso.

Provavelmente, num momento back to the future, eu teria me achado uma velhinha fofa. Hoje, ver fotos do passado me faz indagar: “Really? Essa fui eu?”, admira-se.

Em “FavoRita” , Rita não se furta a mostrar uma faceta mais pesada do passado: a das músicas que foram censuradas pelo regime militar. O “Dossiê Rita perigosa” reproduz documentos da Divisão de Censura de Diversões Públicas nas quais músicas da paulistana, como “Gente fina”, “Afrodite” e “Banho de espuma” recebem duras interdições dos censores do governo.

“A censura que me perseguia era mais moralista do que política, uma mulher cantando sobre menstruação, orgasmo e trepada era provocativo demais para os ouvidos dos home”, recorda a artista. “Existe quem não viveu a época e pensa em ‘intervenção’ como uma ‘saída’... Mas tenho calafrios só de lembrar daquela época”, diz Rita.

Feliz como escritora, Rita Lee promete que a escavação na sua história não termina com “FavoRita”. “No momento estou envolvida com uma turminha boa que mexe com cinema/doc/série, e rola um garimpo interessante de outras imagens e memórias que estavam enfurnadas nas profundezas do meu baú”.

Fonte: O Globo

Deixe seu Comentário

Leia Também

Novela Jezabel estreia hoje na Record
MEGA PRODUÇÃO

Novela Jezabel estreia hoje na Record

23/04/2019 17:53
Novela Jezabel estreia hoje na Record
Ludmilla vai comemorar aniversário com mega festa e proibição de celular
BABADO

Ludmilla vai comemorar aniversário com mega festa e proibição de celular

23/04/2019 16:52
Ludmilla vai comemorar aniversário com mega festa e proibição de celular
Anitta sobre plásticas: "não há milagre"
DE CARA LAVADA

Anitta sobre plásticas: "não há milagre"

23/04/2019 16:22
Anitta sobre plásticas: "não há milagre"
Luisa Sonza cancela agenda para cuidar do marido Whindersson Nunes
DEDICAÇÃO

Luisa Sonza cancela agenda para cuidar do marido Whindersson Nunes

23/04/2019 16:10
Luisa Sonza cancela agenda para cuidar do marido Whindersson Nunes
Alexandre Garcia fala sobre saída da TV e diz que não se considera bolsonarista
DESABAFOU

Alexandre Garcia fala sobre saída da TV e diz que não se considera bolsonarista

23/04/2019 15:26
Alexandre Garcia fala sobre saída da TV e diz que não se considera bolsonarista
Últimas Notícias