Dólar Americano/Real Brasileiro compra R$ 5,2885 venda R$ 5,2895 máxima 5,3469
Euro/Real Brasileiro compra R$ 6,196 venda R$ 6,1984 máxima 6,2049
20 Set - 02h54
segunda, 20 de setembro de 2021
VALE - CUIDAR DAS FLORESTAS - DESK - De 10 a 25.09
LIDER - MELHOR OFERTAS MOB - 02, 11, 20 E 28/09
EM PAUTA

Após sequência de acidentes, MP discute segurança de transportes e estabelecimentos no Combu

15 Set 2021 - 17h10Atualizado 15 Set 2021 - 17h15
Após sequência de acidentes, MP discute segurança de transportes e estabelecimentos no Combu - Crédito: Agência Belém Crédito: Agência Belém

O Ministério Público do Pará (MPPA) esteve rreunido na terça-feira, 14, com representantes de órgãos públicos para debater a situação da Unidade de Conservação Estadual Área de Proteção Ambiental da Ilha do Combu (APA Ilha do Combu), das construções e emprendimentos comerciais, do transporte fluvial, dos impactos do turismo desordenado para a população local, como exploração sexual de crianças e adolescentes, violência e pressão sobre a terra tradicionalmente ocupada pelos ribeirinhos.

A reunião foi promovida pelo Centro de Apoio Operacional Ambiental (CAO AMBIENTAL) e pelo Centro de Apoio Operacional Cível, Processual e Cidadania (CAO CPC), com a participação das Promotoras de Justiça Albely Miranda Lobato e Maria José de Carvalho, coordenadora e coordenadora auxiliar do CAO Ambiental, respectivamente e a promotora de justiça Ângela Balieiro, coordenadora do CAO CPC. A mesa dirigente da reunião foi composta ainda pelas promotoras de Justiça do Consumidor, Joana Coutinho e Regiane Ozanan.

A promotora de justiça Maria José Vieira contextualizou a urgência da reunião devido ao desabamento do chão de um empreendimento, ocorrido no útlimo dia 7 de setembro, durante show de uma artista paraense. Além de debaterem sobre segurança estrutural dos bares e restaurantes da ilha, os presentes levantaram outros pontos, como segurança nos transportes, tratamento de água, adequação sanitária, alvarás de funcionamento, turismo sustentável, compra irregular de imóveis com consequente pressão à população tradional da Ilha e responsabilidade ambiental.

A representante da Defesa Civil, Christiane Ferreira, informou que não houve comunicação oficial ao órgão sobre o acidente ocorrido e que mesmo assim se dirigiram ao local onde verificaram várias irregularidades. Ao mesmo tempo, informou que a Defesa Civil vem realizando um levantamento geológico das ilhas de Belém, atendando ao fato de que a gestão administrativa municipal da Ilha do Combu está a cargo da Agência Distrital de Outeiro, e que esta deveria ser envolvida nesta discussão.

Além dos problemas apresentados, destacam-se as questões básicas de uso e manejo da área, uma vez que até hoje a APA Ilha do Combu não possui um Plano de Manejo, documento que estabelece o zoneamento da Unidade, as normas que devem presidir o uso da área e o manejo dos recursos naturais, bem como medidas com o fim de promover sua integração à vida econômica social das comunidades. O presidente do Conselho Gestor da UC, presente na reunião, Ivan Santos, reforçou que a população local tem sido expulsa de suas moradias naturais devido à pressão dos empreendimentos comerciais e atrações de caráter turístico. 

Outra questão básica referente às ocupações irregulares na Ilha foi levantada pelo representante da Secretaria de Urbanização de Belém, Deivison Costa, o qual explicou que a Ilha do Combu se localiza na Zona Ambiental 3, onde é proibida qualquer edificação, dessa forma, nenhum dos empreendimentos comerciais poderiam ter alvará ou Habite-se, e assim não compete à SEURB a fiscalização destas edificações, pois sequer poderiam estar funcionando.

Estiveram presentes na reunião os representantes da Secretaria Municipal de Urbanismo, Deivison Alves e Flávia Figueiredo; da Secretaria de Economia, Apolônio Brasileiro; da Defesa Civil de Belém, Christiane Ferreira; do Corpo de Bombeiros Militar do Pará, Pablo Oliveira; do IDEFLOR-Bio, Ivan Santos e Fabíola Oliveira; da Polícia Civil do Pará, Fabrycio Andrade e Waldir Freire; da Guarda Municipal de Belém, Regivaldo Velasco e da Capitania dos Portos, Patrícia Cunha.

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 98547-6589ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Ananindeua segue vacinando contra o sarampo nesta segunda-feira
SAÚDE

Ananindeua segue vacinando contra o sarampo nesta segunda-feira

19/09/2021 22:38
Ananindeua segue vacinando contra o sarampo nesta segunda-feira
Vídeo: homem é flagrado espancando mulher na Avenida Nazaré, em Belém
COVARDIA

Vídeo: homem é flagrado espancando mulher na Avenida Nazaré, em Belém

19/09/2021 21:50
Vídeo: homem é flagrado espancando mulher na Avenida Nazaré, em Belém
'Super Homem' é preso por porte ilegal de arma de fogo e dirigir carro roubado em Marabá
COMO ASSIM?

'Super Homem' é preso por porte ilegal de arma de fogo e dirigir carro roubado em Marabá

19/09/2021 21:36
'Super Homem' é preso por porte ilegal de arma de fogo e dirigir carro roubado em Marabá
Devido onda de calor, municípios do sudeste do Pará são alvos da terceira fase da Operação Fênix 2021
COMBATE A INCÊNDIOS

Devido onda de calor, municípios do sudeste do Pará são alvos da terceira fase da Operação Fênix 2021

19/09/2021 20:45
Devido onda de calor, municípios do sudeste do Pará são alvos da terceira fase da Operação Fênix 2021
Para provar qualidade, vendedores assam peixes em feira e distribuem a consumidores em Altamira
SÍNDROME DE HAFF

Para provar qualidade, vendedores assam peixes em feira e distribuem a consumidores em Altamira

19/09/2021 18:34
Para provar qualidade, vendedores assam peixes em feira e distribuem a consumidores em Altamira
Últimas Notícias