Dólar Comercial compra R$ 5,3619 venda R$ 5,3644 máxima 5,3998
Euro compra R$ 6,0508 venda R$ 6,0564 máxima 6,0976
07 Jul - 15h00
terça, 07 de julho de 2020
Basa Sua Conta
Basa Sua Conta
UM BRINDE À CIÊNCIA

Bragança sediará o Pint of Science, onde cientistas levam suas pesquisas para interação com a comunidade

19 Mai 2019 - 05h00Atualizado 19 Mai 2019 - 13h51Por Aline Brelaz
Amazônia Azul é uma das pesquisas que serão expostas - Crédito: Reprodução - Pint of SciencAmazônia Azul é uma das pesquisas que serão expostas - Crédito: Reprodução - Pint of Scienc

A produção científica popularizada, através da interação com a comunidade. Durante três dias, a população de Bragança, município na zona do salgado do nordeste paraense, terá a oportunidade de mergulhar no universo da ciência produzida no campus da Universidade Federal do Pará (UFPA) no município, além de outros pesquisadores da capital paraense e outros Estados.

O Pint of Science é considerado o maior evento internacional de divulgação científica, que se dispõe a mostrar como a ciência se transforma em vida real. No Pará, o festival será realizado simultaneamente, em Bragança e Belém, começando na segunda-feira, 20, até a quarta-feira, 22. Em todo o País, 86 cidades receberão o festival de ciência, que terá a participação de 24 cientistas do mundo inteiro.

De acordo com a vice-coordenadora do evento, professora Janice Cunha, este é o segundo ano que o  Pint of Science será realizado no município de Bragança, uma forma de popularização das pesquisas científicas. O coordenador do evento é o professor Marcus Domingues.

Janice Cunha explica que o campus da UFPA em Bragança foi implantado em 1987 e que o Instituto de Estudos Costeiros (IECO), foi fundado em 2007, onde são realizadas inúmeras pesquisas sobre aspectos regionais, que são aplicadas à comunidade local.

Segundo a pesquisadora, todas as faculdades do campus da UFPA em Bragança congregam ações de pesquisa e pós-graduação, desenvolvendo produção científica em várias áreas do conhecimento. Inclusive, o primeiro doutorado em Biologia Ambiental no interior do Pará.

O cenário de pesquisas desenvolvidas no campus da UFPA no município, segundo a pesquisadora, fez com que Bragança se integrasse ao festival internacional de popularização das pesquisas científicas, desde 2018.

Na primeira versão do festival, a comunidade local participou de uma pesquisa de opinião, sugerindo temas para serem apresentados no ano seguinte. Um deles, foi o consumo consicente e a economia criativa; também houve sugestão de inovação e tecnologia; aquicultura da região; discussão do papel da mulher na ciência; e a importância da pesquisa com os povos tradicionais.

 

Dos laboratórios de pesquisa para debater a ciência na mesa de bar e restaurantes de Bragança

Três restaurantes de Bragança vão abrigar a versão 2019 do  Pint of Science. Os coordenadores estimam uma participação bem interativa do público, a exemplo do primeiro ano, em que Bragança integrou o festival, que se iniciou na Inglaterra.

"Tem público muito interressado em ciência", garante a vice-coordenadora. Ela acredita que a cada ano mais parceiros se juntarão ao evento para expandir a divulgação científica.

Serão várias temáticas para várias áreas do conhecimento a serem levadas para discussão nas mesas. 

Na segunda-feira, haverádois temas dos debates: Bem viver e consumo sustentável, pesquisa desenvolvida pelas pesquisadoras: Marivana Borges Silva, Maria das Graças Bulhões Arruda e Cyntia Cristina Bulhões Arruda. O restaurante Grill Burguer abrigará o debate.

O segundo tema será: Amazônia Azul, pesquisa dos cientistas Marcus Emanoel Barroncas Fernandes e Nils Edwin Asp Neto, que será realizado no Bar e Restô Benquerença.

Na terça-feira, o debate será em três locais: Populações Tradicionais da Amazônia - dos pesquisadores: Maria Roseane Lima e José Rondinelle Coelho - Grill Burger.

Na Cantina Gourmet, será palco do debate sobre a pesquisa: Alimentação e Saúde, desenvolvida por Rodrigo Alexandre Rodrigues e Luís Costa Saraiva.

A terceira pesquisa a ser debatida na terça-feira será: Inovação Tecnológica e Aquicultura, desenvolvida por Cristiana Ramalho Maciel e Graziele Fernanda Gomes. No Bar e Restô Benquerença.

Sociedade e Ciência é o tema da pesquisa de Fernanda Chocron e Maria Ataíde Malcher, que será apresentada na quarta-feira, na Cantina Gourmet. 

O evento será com a antropóloga Maria Angélica Mota Maués, que há 60 anos faz pesquisa científica na Amazônia.  Ela abordará o tema: Mulheres na Ciência, que ocorrerá no Bar e Restô Benquerença.

"Queremos estimular os jovens à curiosidade ingênua para criar a perspectiva de: eu posso fazer parte da construção de uma sociedade melhor, a nossa grande paixão é transmitir essa mensagem por meio das pesquisas", ressalta Janice Cunha.

O público que quiser participar, pode entrar no evento por ordem de chegada, a partir das 19h30 até às 23h30.

A programação completa do festival pode ser acessada aqui www.pintofscience.com.br

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Irmãos são presos em Mosqueiro acusados de assaltos e tráfico de drogas
PIRATAS

Irmãos são presos em Mosqueiro acusados de assaltos e tráfico de drogas

há 37 minutos atrás
Irmãos são presos em Mosqueiro acusados de assaltos e tráfico de drogas
Concursados de Parauapebas tomam posse após seis anos de espera
AJUSTE

Concursados de Parauapebas tomam posse após seis anos de espera

há 1 hora atrás
Concursados de Parauapebas tomam posse após seis anos de espera
Com apenas 38,59% da população em casa, Pará atinge 22ª posição no ranking de isolamento social
NACIONAL

Com apenas 38,59% da população em casa, Pará atinge 22ª posição no ranking de isolamento social

07/07/2020 13:40
Com apenas 38,59% da população em casa, Pará atinge 22ª posição no ranking de isolamento social
Além de não conceder reajuste aos servidores até 2021, Seduc retira gratificação garantida em lei anterior à pandemia
RETIRADA DE DIREITOS

Além de não conceder reajuste aos servidores até 2021, Seduc retira gratificação garantida em lei anterior à pandemia

07/07/2020 10:52
Além de não conceder reajuste aos servidores até 2021, Seduc retira gratificação garantida em lei anterior à pandemia
Desemprego no setor da agropecuária paraense continua em alta, segundo Dieese
EMPREGABILIDADE

Desemprego no setor da agropecuária paraense continua em alta, segundo Dieese

há 5 horas atrás
Desemprego no setor da agropecuária paraense continua em alta, segundo Dieese
Últimas Notícias