Dólar Comercial compra R$ 5,3202 venda R$ 5,3208 máxima 5,3232
Euro compra R$ 6,2544 venda R$ 6,2573 máxima 6,2616
03 Ago - 20h42
segunda, 03 de agosto de 2020
PMB ICOAR E OUT 27.7
PMB ICOAR E OUT - MOB 27.7
SINAL VERMELHO

Campanha do Judiciário de combate à violência doméstica incentiva vítimas a denunciar

01 Ago 2020 - 21h30Atualizado 02 Ago 2020 - 19h43Por Redação
Campanha do Judiciário de combate à violência doméstica incentiva vítimas a denunciar - Crédito: Reprodução/ TV Grande Rio Crédito: Reprodução/ TV Grande Rio

A fim de combater a violência doméstica, mas também incentivar a denúncia, a campanha Sinal Vermelho Contra a Violência Doméstica, consiste em desenhar um “X” na mão e exibi-lo ao farmacêutico ou ao atendente de uma farmácia. Desta forma a vítima tem a chance de receber auxílio se as autoridades forem acionadas.

Após a denúncia, os profissionais das farmácias seguem um protocolo para comunicar a polícia e ao acolhimento à vítima. Balconistas e farmacêuticos não serão conduzidos à delegacia e nem, necessariamente, chamados a testemunhar. A juíza Reijjane de Oliveira, auxiliar da Cevid, coordenada pela desembargadora Célia Pinheiro, ressalta que a ação facilita a denúncia da mulher em situação de violência e que pode estar impossibilitada, por qualquer razão, de pedir ajuda.

“Ao chegar à farmácia identificada com a campanha e mostrar ao farmacêutico ou ao atendente, será compreendido que aquele sinal na mão da mulher é um pedido de socorro para que possa ser acionada a Polícia Militar. Aquela mulher está precisando fazer uma denúncia porque está em situação de violência. A farmácia vai tomar as providências. Os funcionários são apenas comunicantes do pedido de ajuda e que precisa do auxílio Polícia Militar para levar à delegacia de forma segura”, explicou.

Lançada pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) e o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), a campanha é realizada em parceria com diversos órgãos e entidades nacionais, da qual o Poder Judiciário do Pará também está engajado na mobilização local objetiva combater esse tipo de violência, mas também incentivar a denúncia.

A ação da campanha

A iniciativa já conta com a participação de quase 10 mil farmácias em todo o País e é uma resposta conjunta de membros do Judiciário ao recente aumento nos registros de violência em meio à pandemia. De acordo com a magistrada, as farmácias ligadas à Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma) receberam o material da campanha, encaminhado pela AMB e pelo CNJ, para a capacitação de seus funcionários.

“No Pará, nós contamos com a importante parceria do Conselho Regional de Farmácia, que está fazendo chegar a campanha aos demais estabelecimentos. Os juízes de violência contra a mulher de todo o Estado estão desenvolvendo trabalho de sensibilização junto aos proprietários de farmácias para aderir à campanha. Os proprietários de farmácias podem, também, procurar diretamente o juiz da Comarca para aderir à ação, que é de responsabilidade social e solidariedade. O fim da violência contra a mulher depende de todos nós”, ressaltou a juíza Reijjane de Oliveira.

Atendimento

O Judiciário do Pará disponibiliza, ainda, à mulher vítima de violência o atendimento psicológico e orientações pelo WhatsApp. O serviço, desenvolvido pela Cevid do TJPA, disponibiliza quatro números, nos quais profissionais da equipe multidisciplinar das varas especializadas prestam acolhimento, encaminhamento e orientação virtual a mulheres agredidas via mensagem, chamada ou videochamada pelo aplicativo. Os números são: (91) 99126-3949 (ligação telefônica e WhatsApp); (91) 3205-2123 (WhatsApp); (91) 3205-2124 (WhatsApp) e (91) 3205-2208 (WhatsApp).

*Fonte: TJPA

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Número de óbitos pela covid-19 reduzem 66% no Hospital Dom Vicente Zico, em julho
RECUPERAÇÃO

Número de óbitos pela covid-19 reduzem 66% no Hospital Dom Vicente Zico, em julho

há 27 minutos atrás
Número de óbitos pela covid-19 reduzem 66% no Hospital Dom Vicente Zico, em julho
Justiça determina que missas do Círio de Santo Antônio em Oriximiná serão todas virtuais
MPPA

Justiça determina que missas do Círio de Santo Antônio em Oriximiná serão todas virtuais

03/08/2020 19:30
Justiça determina que missas do Círio de Santo Antônio em Oriximiná serão todas virtuais
Manutenção de calçadas garante acessibilidade para pedestres em Belém
URBANISMO

Manutenção de calçadas garante acessibilidade para pedestres em Belém

03/08/2020 18:37
Manutenção de calçadas garante acessibilidade para pedestres em Belém
Câmara de Belém apreciará proposta de cotas raciais nos concursos públicos da capital paraense
POLÍTICAS AFIRMATIVAS

Câmara de Belém apreciará proposta de cotas raciais nos concursos públicos da capital paraense

03/08/2020 18:20
Câmara de Belém apreciará proposta de cotas raciais nos concursos públicos da capital paraense
Sespa confirma mais 1.772 casos e 15 óbitos de covid-19 no Pará
CORONAVÍRUS

Sespa confirma mais 1.772 casos e 15 óbitos de covid-19 no Pará

03/08/2020 18:18
Sespa confirma mais 1.772 casos e 15 óbitos de covid-19 no Pará
Últimas Notícias