Dólar Comercial compra R$ 5,3315 venda R$ 5,334 máxima 5,3327
Euro compra R$ 6,2981 venda R$ 6,3016 máxima 6,3372
07 Ago - 06h55
sexta, 07 de agosto de 2020
PMB ICOAR E OUT 27.7
PMB ICOAR E OUT - MOB 27.7
JUSTIFICATIVA

Carlos Augusto Ledo nega acusações de estelionato e de se apropriar de dinheiro de clientes

Ele afirma que 'acertos comerciais entre advogados e clientes são comuns'

08 Dez 2019 - 15h50Atualizado 08 Dez 2019 - 17h04Por Da Redação
Carlos Augusto Ledo é advogado e adjunto da Sedeme - Crédito: Reprodução - Redes SociaisCarlos Augusto Ledo é advogado e adjunto da Sedeme - Crédito: Reprodução - Redes Sociais
O secretário adjunto da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia, Carlos Augusto de Paiva Ledo, que é advogado, nega as denúncias feitas ao portal Roma News pelas famílias que o contrataram para protocolar ação judicial de espólio e o acusam de ter enganado as duas viúvas idosas que são as herdeiras que ele representou como advogado à justiça. 
 
Ele afirma em nota, que foi advogado de Alba Andrade, atualmente com 84 anos, no período de 2010 a 2019 e que venceu a causa judicial em segunda instância, em um processo contra um plano de saúde, cujo chega a aproximadamente R$ 3 milhões. "Em consequência, meus honorários (nunca pagos pelas mesmas) serão também de monta elevada", assegura o secretário.
 
Com ação chegando ao fim, Ledo afirma: "iniciei a cobrança dos honorários contratuais, contudo as filhas da senhora Alba (principalmente a Sra. Márcia Barra de Andrade) iniciaram uma criação de fatos inverídicos, remontando questões embaralhadas quanto a repasses efetuados em outra ação, que alegam ser de R$20.000,00, sem no entanto nada comprovar", justifica.

Márcia Andrade, acusa o secretário adjunto da Sedeme, de ter repassado a sua mãe, Alba Andrade, apenas a parcela de R$ 50 mil, dos R$ 100 mil que ela afirma que é o valor da ação, já com os descontos dos honorários advocatícios e outras três parcelas. As duas parcelas restantes que totalizavam R$ 20 mil, ele teria se apropriado indevidamente. 

Por isso, as duas famílias, que se dizem prejudicadas por Carlos Augusto Ledo o denunciaram à Auditoria Geral do Estado (AGE) à Polícia Civil e à Ordem do Advogados do Brasil (OAB-PA), o acusando de estelionato e de apropriação indébita.

Ledo complementa, que foi destituído como advogado da causa e ajuizou a ação de nº 0856461-98.2019.8.14.0301 em trâmite na 11ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Pará,de cobrança dos seus honorários, "em razão da ação contra o plano de saúde e para que os mesmos sejam arbitrados e pagos, conforme trabalho que já deveria ter sido remunerado desde o ano de 2010"

Em relação à outra denúncia, referente à senhora Nazareth Conduru, o secretário também afirma que "também não são verdadeiras as acusações veiculadas e que a comprovação é a ação Nº0866789-24.2018.8.14.0301, que tramita na 9º Vara Cível e Empresarial de Belém, desde 2018. "Ajuizei a referida ação (conforme comprovado) e exitosamente obtive justiça gratuita. Por essa razão solicitei conta bancaria para restituição dos valores que recebi a titulo de custas, contudo a Senhora Nazaré, que, por influência dos filhos, não aceitou receber de volta o valor, alegando que a suposta demora no ajuizamento lhe teria sido prejudicial e querendo receber valor extorsivo de R$50.000,00, sem qualquer fundamentação", acusa Ledo.
 
Ele diz ainda que fez tentativas de devolução dos valores das custas e composição amigável de possíveis insatisfações foram desde o início acompanhadas por seu advogado, o criminalista Gustavo Pastor Pinheiro.
 
"Sempre exerci minha advocacia de maneira correta. Acertos comerciais entre advogados e clientes são comuns. Atrasos processuais são recorrentes e involuntários na vida de qualquer advogado em razão do enorme fluxo do Judiciário, o que não avaliza a extorsão, injúria e difamação que sofri na última sexta-feira", acentua Carlos Augusto Ledo.
 
Ele conclui afirmando que os fatos serão esclarecidos e que tomará "todas as medidas judiciais cabíveis contra tais atitudes, que vêm causando uma mal sem tamanho a mim e minha família" e ainda reitera que é inocente e que atua de forma honesta e transparente na vida pública e como advogado.
 
Confira os documentos:
 

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Programação do Círio é alterada por conta da pandemia da covid-19. Saiba o que mudou!
CÍRIO 2020

Programação do Círio é alterada por conta da pandemia da covid-19. Saiba o que mudou!

07/08/2020 05:00
Programação do Círio é alterada por conta da pandemia da covid-19. Saiba o que mudou!
Lei Maria da Penha completa 14 anos em vigor criminalizando casos de violência contra à mulher
EVENTO VIRTUAL

Lei Maria da Penha completa 14 anos em vigor criminalizando casos de violência contra à mulher

07/08/2020 04:58
Lei Maria da Penha completa 14 anos em vigor criminalizando casos de violência contra à mulher
Entenda porque o leite materno é um alimento que não deve ser substituído
AGOSTO DOURADO

Entenda porque o leite materno é um alimento que não deve ser substituído

07/08/2020 04:57
Entenda porque o leite materno é um alimento que não deve ser substituído
Bombeiros combatem incêndio em residência no bairro do Curió Utinga
BELÉM

Bombeiros combatem incêndio em residência no bairro do Curió Utinga

06/08/2020 22:31
Bombeiros combatem incêndio em residência no bairro do Curió Utinga
Roma News entrevista diretor coordenador do Círio 2020. Assista!
EXCLUSIVO

Roma News entrevista diretor coordenador do Círio 2020. Assista!

06/08/2020 21:15
Roma News entrevista diretor coordenador do Círio 2020. Assista!
Últimas Notícias