Dólar Comercial compra R$ 4,1679 venda R$ 4,1684 máxima 4,1902
Euro compra R$ 4,6032 venda R$ 4,6071 máxima 4,6473
23 Jan - 14h49
quinta, 23 de janeiro de 2020
Unique
Unique_mobile
JUSTIFICATIVA

Carlos Augusto Ledo nega acusações de estelionato e de se apropriar de dinheiro de clientes

Ele afirma que 'acertos comerciais entre advogados e clientes são comuns'

08 Dez 2019 - 15h50Atualizado 08 Dez 2019 - 17h04Por Da Redação
Carlos Augusto Ledo é advogado e adjunto da Sedeme - Crédito: Reprodução - Redes SociaisCarlos Augusto Ledo é advogado e adjunto da Sedeme - Crédito: Reprodução - Redes Sociais
O secretário adjunto da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia, Carlos Augusto de Paiva Ledo, que é advogado, nega as denúncias feitas ao portal Roma News pelas famílias que o contrataram para protocolar ação judicial de espólio e o acusam de ter enganado as duas viúvas idosas que são as herdeiras que ele representou como advogado à justiça. 
 
Ele afirma em nota, que foi advogado de Alba Andrade, atualmente com 84 anos, no período de 2010 a 2019 e que venceu a causa judicial em segunda instância, em um processo contra um plano de saúde, cujo chega a aproximadamente R$ 3 milhões. "Em consequência, meus honorários (nunca pagos pelas mesmas) serão também de monta elevada", assegura o secretário.
 
Com ação chegando ao fim, Ledo afirma: "iniciei a cobrança dos honorários contratuais, contudo as filhas da senhora Alba (principalmente a Sra. Márcia Barra de Andrade) iniciaram uma criação de fatos inverídicos, remontando questões embaralhadas quanto a repasses efetuados em outra ação, que alegam ser de R$20.000,00, sem no entanto nada comprovar", justifica.

Márcia Andrade, acusa o secretário adjunto da Sedeme, de ter repassado a sua mãe, Alba Andrade, apenas a parcela de R$ 50 mil, dos R$ 100 mil que ela afirma que é o valor da ação, já com os descontos dos honorários advocatícios e outras três parcelas. As duas parcelas restantes que totalizavam R$ 20 mil, ele teria se apropriado indevidamente. 

Por isso, as duas famílias, que se dizem prejudicadas por Carlos Augusto Ledo o denunciaram à Auditoria Geral do Estado (AGE) à Polícia Civil e à Ordem do Advogados do Brasil (OAB-PA), o acusando de estelionato e de apropriação indébita.

Ledo complementa, que foi destituído como advogado da causa e ajuizou a ação de nº 0856461-98.2019.8.14.0301 em trâmite na 11ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Pará,de cobrança dos seus honorários, "em razão da ação contra o plano de saúde e para que os mesmos sejam arbitrados e pagos, conforme trabalho que já deveria ter sido remunerado desde o ano de 2010"

Em relação à outra denúncia, referente à senhora Nazareth Conduru, o secretário também afirma que "também não são verdadeiras as acusações veiculadas e que a comprovação é a ação Nº0866789-24.2018.8.14.0301, que tramita na 9º Vara Cível e Empresarial de Belém, desde 2018. "Ajuizei a referida ação (conforme comprovado) e exitosamente obtive justiça gratuita. Por essa razão solicitei conta bancaria para restituição dos valores que recebi a titulo de custas, contudo a Senhora Nazaré, que, por influência dos filhos, não aceitou receber de volta o valor, alegando que a suposta demora no ajuizamento lhe teria sido prejudicial e querendo receber valor extorsivo de R$50.000,00, sem qualquer fundamentação", acusa Ledo.
 
Ele diz ainda que fez tentativas de devolução dos valores das custas e composição amigável de possíveis insatisfações foram desde o início acompanhadas por seu advogado, o criminalista Gustavo Pastor Pinheiro.
 
"Sempre exerci minha advocacia de maneira correta. Acertos comerciais entre advogados e clientes são comuns. Atrasos processuais são recorrentes e involuntários na vida de qualquer advogado em razão do enorme fluxo do Judiciário, o que não avaliza a extorsão, injúria e difamação que sofri na última sexta-feira", acentua Carlos Augusto Ledo.
 
Ele conclui afirmando que os fatos serão esclarecidos e que tomará "todas as medidas judiciais cabíveis contra tais atitudes, que vêm causando uma mal sem tamanho a mim e minha família" e ainda reitera que é inocente e que atua de forma honesta e transparente na vida pública e como advogado.
 
Confira os documentos:
 

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Corpo de vítima do 'maníaco de Marituba' é velado sob comoção e revolta em Belém
EMOCIONANTE

Corpo de vítima do 'maníaco de Marituba' é velado sob comoção e revolta em Belém

23/01/2020 12:58
Corpo de vítima do 'maníaco de Marituba' é velado sob comoção e revolta em Belém
Ministra Damares anuncia que vem ao Marajó após compartilhar reportagem do Roma News sobre estupro de bebê
NO FACEBOOK

Ministra Damares anuncia que vem ao Marajó após compartilhar reportagem do Roma News sobre estupro de bebê

23/01/2020 12:35
Ministra Damares anuncia que vem ao Marajó após compartilhar reportagem do Roma News sobre estupro de bebê
Presos no aeroporto de Belém tinham cinco quilos de cocaína no estômago
TRÁFICO DE DROGAS

Presos no aeroporto de Belém tinham cinco quilos de cocaína no estômago

23/01/2020 10:30
Presos no aeroporto de Belém tinham cinco quilos de cocaína no estômago
Avô suspeito de estuprar criança de oito anos é liberado em Santarém
CRIME

Avô suspeito de estuprar criança de oito anos é liberado em Santarém

23/01/2020 10:24
Avô suspeito de estuprar criança de oito anos é liberado em Santarém
Preso foge de hospital e leva parte da cama onde estava algemado no Marajó. Assista!
CORRENDO

Preso foge de hospital e leva parte da cama onde estava algemado no Marajó. Assista!

23/01/2020 09:38
Preso foge de hospital e leva parte da cama onde estava algemado no Marajó. Assista!
Últimas Notícias