Dólar Comercial compra R$ 4,1209 venda R$ 4,1214 máxima 4,1312
Euro compra R$ 4,5919 venda R$ 4,5969 máxima 4,6047
24 Ago - 01h37
sábado, 24 de agosto de 2019
Unique
Jorge e Mateus Unico mobile
PESQUISA IBGE

Cresce número de pessoas que desistiram de procurar emprego no Pará

16 Mai 2019 - 17h31Atualizado 16 Mai 2019 - 17h50
Cresce número de pessoas que desistiram de procurar emprego no Pará - Crédito: © EBC Crédito: © EBC

Entre as pessoas que estão fora do mercado de trabalho, estão os desalentados, que são os que gostariam de trabalhar mas desistiram de procurar por uma vaga por alguns dos seguintes motivos: não havia trabalho na localidade; não conseguiam trabalho adequado; não tinham experiência profissional ou qualificação; por considerarem que os empregadores não as contratariam por achá-las muito jovens ou idosas para trabalhar.

A pesquisa por Amostra de Domicílios Contínua do IBGE mostrou um aumento expressivo de pessoas desalentadas no Pará, pois no 1 º trimestre de 2014 havia 64 mil pessoas nessa condição, esse total subiu para 303 mil pessoas no mesmo período em 2019. Isso representa um aumento de 473%.

O número de pessoas que estavam em busca de algum trabalho há mais de um ano e não haviam conseguido a almejada vaga subiu de 97 mil pessoas, no primeiro trimestre de 2014, para 134 mil pessoas, nos três primeiros meses de 2019.

Aumentou a subutilização no mercado de trabalho paraense

A Pnad Contínua revelou um aumento da população subutilizada no estado, grupo que reúne as pessoas que estavam em busca de uma vaga no mercado de trabalho (desocupados), os que trabalharam menos horas do que gostariam (subocupados) e aqueles que gostariam de trabalhar, mas não procuraram trabalho ou não estavam disponíveis (força potencial). No Pará, entre o 1º trimestre de 2014 (período anterior à crise econômica) e o mesmo período em 2019, o número de subutilizados passou de 831 mil para 1,3 milhão.

Com uma taxa de subutilização de 30,5%, o Pará ocupa a 12ª posição no ranking entre os estados brasileiros quando se trata desse indicador, ficando o Piauí com a maior taxa (41,6%) e Santa Catarina com a menor  (12,1%). Com relação à subutilização no mercado de trabalho nacional “O que chama atenção é o perfil de dispersão generalizada da subutilização, que é recorde em todas as regiões”, explica o coordenador de Trabalho e Rendimento do IBGE, Cimar Azeredo: “além da taxa, é preciso observar a população subutilizada, que é recorde em 15 unidades da federação, cobrindo metade das regiões Norte e Nordeste e quase todo o Sudeste, Sul e Centro-Oeste”.

Fonte: IBGE/Pa

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia Civil apreende 60 máquinas caça-níqueis em estabelecimentos de Belém
OPERAÇÃO

Polícia Civil apreende 60 máquinas caça-níqueis em estabelecimentos de Belém

23/08/2019 20:52
Polícia Civil apreende 60 máquinas caça-níqueis em estabelecimentos de Belém
Mangueirão recebe evento sobre segurança e resgate
CONHECIMENTO

Mangueirão recebe evento sobre segurança e resgate

23/08/2019 20:10
Mangueirão recebe evento sobre segurança e resgate
Detentos realizam trabalho de limpeza em escola no bairro da Cabanagem
REINSERÇÃO SOCIAL

Detentos realizam trabalho de limpeza em escola no bairro da Cabanagem

23/08/2019 19:49
Detentos realizam trabalho de limpeza em escola no bairro da Cabanagem
Republicanos realizam encontro com debate contra o feminicídio
ANANINDEUA

Republicanos realizam encontro com debate contra o feminicídio

23/08/2019 19:10
Republicanos realizam encontro com debate contra o feminicídio
Vereador Joaquim Campos deve passar por cirurgia após sofrer infarto
NA UTI

Vereador Joaquim Campos deve passar por cirurgia após sofrer infarto

23/08/2019 17:40
Vereador Joaquim Campos deve passar por cirurgia após sofrer infarto
Últimas Notícias