Dólar Americano/Real Brasileiro compra R$ 5,6093 venda R$ 5,6103 máxima 5,6561
Euro/Real Brasileiro compra R$ 6,348 venda R$ 6,3514 máxima 6,38
28 Nov - 09h04
domingo, 28 de novembro de 2021
VALE 10162 - BIODIVERS DE CARAJAS - DESK - De 16 a 30.11
VALE 10162 - BIODIVERS DE CARAJAS - MOB - De 16 a 30.11
AÇÃO POPULAR

Deputado paraense pede à Justiça Federal retirada de Jader Barbalho da CPI da covid-19

Éder Mauro alega que senador não pode compor comissão em que o filho Helder Barbalho deverá ser investigado

27 Abr 2021 - 23h00Atualizado 28 Abr 2021 - 08h01
Deputado paraense pede à Justiça Federal retirada de Jader Barbalho da CPI da covid-19 - Crédito: Moreira Mariz / Agência Senado Crédito: Moreira Mariz / Agência Senado

Nesta terça-feira, 27, o deputado federal Delegado Éder Mauro, entrou com uma ação popular na Justiça Federal, em Brasília, pedindo a suspensão dos senadores Jader Barbalho (MDB/PA) e Renan Calheiros (MDB/AL), da lista que compõe a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da covid-19.

De acordo com o deputado, "ambos com filhos governadores envolvidos em casos que a CPI da covid está investigando", não podem estar à frente da comissão. "É como colocar um 'ladrão de galinha' para tomar conta do galinheiro", diz o delegado.

"O princípio da moralidade está sendo severamente afetado ante chancela do nome dos Senadores Jader Barbalho e Renan Calheiros para atuarem como membro suplente da CPI, uma vez que possuem filhos governadores de estado que receberam recursos federais para o combate a pandemia e, inevitavelmente, serão alvo dos trabalhos desta mesma Comissão. Restando evidente que atuarão em total conflito de interesses e em situação de total parcialidade em relação ao seu ente", retrata trecho do documento protocolado pelo deputado.

Na CPI, Jader ocupa a função de 1º suplente e Renan Calheiros, de titular.

CPI

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) tem como objetivo investigar as possíveis irregularidades em contratos, fraudes em licitações, superfaturamentos, desvio de recursos públicos, assinatura de contratos com empresas de fachada para prestação de serviços genéricos ou fictícios, entre outros ilícitos, se valendo para isso de recursos originados da União Federal, bem como outras ações ou omissões cometidas por administradores públicos federais, estaduais e municipais, no trato com a coisa pública, durante a vigência da calamidade originada pela Pandemia do Coronavírus "SARSCoV-2".

 

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 98547-6589ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

‘Pai de Santo´ é preso por passar a mão em adolescente de 15 anos no interior do Pará
PEDOFILIA

‘Pai de Santo´ é preso por passar a mão em adolescente de 15 anos no interior do Pará

há 2 minutos atrás
‘Pai de Santo´ é preso por passar a mão em adolescente de 15 anos no interior do Pará
Clientes saem correndo após incêndio em motel de Santarém; assista!
MOTEL EM CHAMAS

Clientes saem correndo após incêndio em motel de Santarém; assista!

há 9 minutos atrás
Clientes saem correndo após incêndio em motel de Santarém; assista!
Homem perde controle e capota carro na Pedreira
ACIDENTE DE TRÂNSITO

Homem perde controle e capota carro na Pedreira

há 32 minutos atrás
Homem perde controle e capota carro na Pedreira
Shoppings da Grande Belém mudam horário para final de semana da Black Friday
PROGRAME-SE

Shoppings da Grande Belém mudam horário para final de semana da Black Friday

28/11/2021 05:00
Shoppings da Grande Belém mudam horário para final de semana da Black Friday
Confira como fica a vacinação contra covid-19 na Grande Belém neste domingo
SAÚDE

Confira como fica a vacinação contra covid-19 na Grande Belém neste domingo

28/11/2021 04:59
Confira como fica a vacinação contra covid-19 na Grande Belém neste domingo
Últimas Notícias