Dólar Comercial compra R$ 5,3578 venda R$ 5,3583 máxima 5,3581
Euro compra R$ 6,5087 venda R$ 6,5098 máxima 6,51
19 Jan - 23h56
terça, 19 de janeiro de 2021
MAGAZAN CAFÉ - DESK - 19/01
MAGAZAN CAFÉ - MOB - 19/01
ENERGIA ELÉTRICA

Duas novas linhas de transmissão vão beneficiar 3,2 milhões de pessoas no Pará

Ampliação do fornecimento de energia atende a Grande Belém e o nordeste paraense

12 Jan 2021 - 16h52Atualizado 12 Jan 2021 - 17h09
Duas novas linhas de transmissão vão beneficiar 3,2 milhões de pessoas no Pará - Crédito: Ascom/Equatorial Energia Crédito: Ascom/Equatorial Energia

Nesta quarta-feira, 13, duas novas linhas de transmissão de energia elétrica entram em operação no Pará. Uma delas para atender toda a Região Metropolitana de Belém (RMB) e outra para atender o nordeste paraense. Na Grande Belém, a linha de transmissão de 500 kV representa mais que o dobro da capacidade atual de atendimento. Já na região nordeste, a linha de 230 kV tem capacidade 70% maior que a já utilizada.

De acordo com a Equatorial Energia, 25 municípios devem receber energia com maior confiabilidade, o que deve beneficiar mais de 3,2 milhões de pessoas. Ainda segundo a empresa, os novos sistemas de transmissão chegam para atender o crescimento das cidades, principalmente no que diz respeito a Grande Belém, onde a linha de 500 kV vai beneficiar, além da capital, os municípios de Ananindeua, Benevides, Marituba, Santa Izabel, distrito de Mosqueiro e Santa Bárbara.  Na região nordeste do Pará, a linha de 230 kV beneficiará Castanhal, São Francisco do Pará, Ourém, Bragança, Capanema, Salinópolis, Santa Luzia, Colares, Igarapé Açu, Paragominas, entre outros.  

Números da obra

As duas linhas têm a extensão em cerca de 125 quilômetros e são compostas por 283 torres metálicas, que dão suporte aos cabos condutores, e mais três subestações de energia: Subestação Marituba, que é a principal do empreendimento, Subestação Vila do Conde, que pertence a Eletronorte, mas foi ampliada e é onde ocorre a interligação da linha de 500 kV. Ainda há a Subestação de Castanhal, pertencente a Transmissoras Brasileiras de Energia, onde foi construído um espaço para receber a linha de 230 kV. O empreendimento, segundo a empresa, representa um investimento na ordem de R$ 560 milhões.

Com informações: Ascom/Equatorial Energia

 

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 98469-4559ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Homens são amarrados e baleados dentro de ônibus abandonado em Capitão Poço
VIOLÊNCIA

Homens são amarrados e baleados dentro de ônibus abandonado em Capitão Poço

19/01/2021 18:50
Homens são amarrados e baleados dentro de ônibus abandonado em Capitão Poço
Em colapso, Oeste do Pará vai receber oxigênio do Paraná
SOCORRO

Em colapso, Oeste do Pará vai receber oxigênio do Paraná

19/01/2021 18:48
Em colapso, Oeste do Pará vai receber oxigênio do Paraná
Sespa informa 1.569 casos e sete mortes por covid-19 nesta terça
BOLETIM

Sespa informa 1.569 casos e sete mortes por covid-19 nesta terça

19/01/2021 18:13
Sespa informa 1.569 casos e sete mortes por covid-19 nesta terça
Dois acusados de tráfico de drogas são presos pela PRF em São Miguel do Guamá
NORDESTE PARAENSE

Dois acusados de tráfico de drogas são presos pela PRF em São Miguel do Guamá

19/01/2021 16:20
Dois acusados de tráfico de drogas são presos pela PRF em São Miguel do Guamá
Secretaria alerta sobre tentativa de fraude no programa Minha Casa Minha Vida
SEURB

Secretaria alerta sobre tentativa de fraude no programa Minha Casa Minha Vida

19/01/2021 16:05
Secretaria alerta sobre tentativa de fraude no programa Minha Casa Minha Vida
Últimas Notícias