Dólar Comercial compra R$ 5,3491 venda R$ 5,3511 máxima 5,3539
Euro compra R$ 5,7807 venda R$ 5,7839 máxima 5,7903
05 Abr - 23h50
domingo, 05 de abril de 2020
Basa Capital de Giro
Grupo Líder Gratidão mobile
DEMISSÃO EM MASSA

Enfermeira afirma que 270 funcionários foram demitidos do Hospital Abelardo Santos

09 Dez 2019 - 23h42Atualizado 10 Dez 2019 - 12h37
Enfermeira afirma que 270 funcionários foram demitidos do Hospital Abelardo Santos - Crédito: Agência Pará Crédito: Agência Pará

Uma funcionária do Hospital Abelardo Santos, em Icoaraci, afirmou que 270 servidores foram demitidos da unidade de saúde na última semana. A técnica em enfermagem não quis se idenficar e disse que diariamente 20 ou 30 pessoas eram demitidas.

Em entrevista ao portal Roma News, a funcionária afirmou que não houve sequer aviso prévio. "Fui demitida no final da tarde desta segunda-feira, 9. Eles não avisaram nada. Eu e um enfermeiro fomos ao departamento de Recursos Humanos (RH) para assinar o contracheque e fomos informados que o nosso período de experiência de três meses havia terminado e que estávamos demitidos", desabafou a servidora que exerce a profissão há mais de 30 anos.

Todos os funcionários desligados trabalhavam no hospital desde a inauguração, no dia 19 de setembro, e estavam no período de experiência, que dura três meses. "Ninguém deu satisfação pra gente. Todos nós estávamos com a Carteira de Trabalho assinada. Desde a semana passada cerca de 20 pessoas eram demitidas todos os dias. E hoje chegou a minha vez", disse.

Os servidores demitidos foram contratados em um Processo Seletivo Simplificado, organizado pela Associação da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Pacaembu, uma Organização de Serviço em Saúde (OSS). "Fizemos todo o processo pela Santa Casa de Pacaembu. Desde a entrega dos documentos e currículos até a prova psicotécnica", disse uma outra funcionária, de 40 anos, que também foi demitida do Abelardo Santos e não quis ter sua identidade publicada.

Recém-formada em enfermagem, a servidora foi desligada na última sexta-feira, 6, no início do expediente e ainda foi obrigada a trabalhar o plantão inteiro. "Fui demitida na sexta-feira de noite. Me chamaram no RH para ser demitida e ainda fizeram a gente cumprir todo o nosso plantão de 12 horas. Nós trabalhamos para não desfalcar a população que precisa do hospital, mas todo mundo estava muito abalado. Minha pressão subiu e tive que ser encaminhada para a urgência. Meu psicológico está abalado, não consigo sair de casa. Larguei um outro emprego no interior para assumir esse", lamentou.

Com a demissão em massa, alguns funcionários tiveram que ser remanejados para que o hospital continuasse funcionando. "O único enfermeiro da clínica cirúrgica foi demitido e outros foram trocados de setor pra garantir o funcionamento", afirmou.

"Me sinto discriminada. Ninguém foi avisado de nada. Foi uma falta de respeito não só comigo, mas com vários outros profissionais. Muita gente boa foi demitida", disse a técnica em enfermagem que não quis se identificar.

"Estamos tentando falar com o sindicato dos enfermeiros para tentar refazer essa decisão e conseguir o emprego de volta. Muita gente só tinha esse emprego e todos nós estamos sem saber o que fazer", confessou.

A reportagem do portal Roma News entrou em contato com a Secretaria de Saúde Pública do Pará (Sespa) pedindo um posicionamento sobre o caso, mas ainda não obteve resposta.

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Pará registra segunda morte por coronavírus
COVID-19

Pará registra segunda morte por coronavírus

há 17 minutos atrás
Pará registra segunda morte por coronavírus
Jovem é assassinado a tiros em Benevides
VIOLÊNCIA

Jovem é assassinado a tiros em Benevides

há 3 horas atrás
Jovem é assassinado a tiros em Benevides
PM intensifica fiscalizações em Belém contra aglomerações
COMBATE AO CORONAVÍRUS

PM intensifica fiscalizações em Belém contra aglomerações

05/04/2020 20:30
PM intensifica fiscalizações em Belém contra aglomerações
Prefeitura de Belém confirma 61 casos de covid-19 na capital
ATUALIZAÇÃO

Prefeitura de Belém confirma 61 casos de covid-19 na capital

05/04/2020 19:24
Prefeitura de Belém confirma 61 casos de covid-19 na capital
Prefeitura de Belém alerta para riscos de alagamentos a partir de segunda, 6
MARÉ ALTA

Prefeitura de Belém alerta para riscos de alagamentos a partir de segunda, 6

05/04/2020 18:20
Prefeitura de Belém alerta para riscos de alagamentos a partir de segunda, 6
Últimas Notícias