Euro compra R$ 4,1828 venda R$ 4,1852 máxima 4,2116
Dólar Comercial compra R$ 3,7024 venda R$ 3,7042 máxima 3,726
15 Fev - 16h13
sexta, 15 de fevereiro de 2019
Unique
unique_mobile
NO MARAJÓ

Família intoxicada em Curralinho permanece em UTI no Hospital Regional em Breves

12 Fev 2019 - 12h30Por Da Redação
Hospital Regional do Marajó - Crédito: Agência ParáHospital Regional do Marajó - Crédito: Agência Pará

Internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional do Marajó (HRPM), em Breves, para onde foram transferidos, na segunda-feira (11), os cinco membros de uma mesma família residente em Curralinho - vítimas de intoxicação por monóxido de carbono causado por um gerador de energia -, seguem sob cuidados intensivos.

A paciente Leiliane Gomes Miranda,33 anos e seu irmão Aldemir Gomes Miranda, 45 anos, ainda estão sendo mantidos sedados e intubados para tratamento de eventuais sequelas da intoxicação. A jovem Andreza Cordeiro Ribeiro, 21, esposa de Aldemir,  já apresenta quadro estável, mas permanece sedada e também intubada com cuidados intensivos, aguardando resposta ao tratamento.

A bebê de quatro meses, filha do casal, passa bem. Seu quadro de saúde é estável. Ela respira em ar ambiente, mas em observação na UTI Pediátrica. No entanto, o primogênito apresenta estado de saúde agravado, sendo mantido intubado, também UTI Pediátrica. Ele está sedado e evoluindo com disfunções orgânicas. Está sobre cuidados intensivos. 

A família, natural de Curralinho (distante aproximadamente duas horas de embarcação da cidade de Breves) deu entrada às 11h33 de segunda-feira, 11, no setor de Urgência/Emergência do HRPM, em Breves. Eles foram encaminhados pelo Hospital Municipal de Curralinho, vítimas de intoxicação por monóxido de carbono exalado por gerador de energia que foi esquecido ligado, dentro da residência, na madrugada do dia 11.

Todos os cinco membros da família chegaram no Regional do Marajó com nível de rebaixamento de consciência. Os pacientes permanecem na UTI adulto e pediátrica, respectivamente, de acordo com a idade de cada um.

Até o momento não há necessidade de transferência hospitalar  dos pacientes que estão sendo assistidos pela equipe multiprofissional do Hospital que está utilizando todos os recursos disponível na assistência das vítimas.  A equipe médica está sendo conduzida pelo diretor Técnico , dr Cláudio Martins.

O HRPM presta assistência de média e alta complexidade para cerca de 270 mil habitantes dos municípios vinculados ao 8° Centro Regional de Saúde que é composto por Breves, Anajás, Bagre, Curralinho, Gurupá, Melgaço e Portel.

Com informações da Agência Pará.

Deixe seu Comentário

Leia Também

13 pessoas envolvidas em tráfico de drogas são presas em Concórdia do Pará
APREENSÃO

13 pessoas envolvidas em tráfico de drogas são presas em Concórdia do Pará

há 34 minutos atrás
13 pessoas envolvidas em tráfico de drogas são presas em Concórdia do Pará
Assista: "Está tudo pronto para o Carnaval 2019", diz prefeito de Belém
FOLIA DE MOMO

Assista: "Está tudo pronto para o Carnaval 2019", diz prefeito de Belém

há 37 minutos atrás
Assista: "Está tudo pronto para o Carnaval 2019", diz prefeito de Belém
UFPa inicia campanha sustentável no campus
RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL

UFPa inicia campanha sustentável no campus

15/02/2019 14:44
UFPa inicia campanha sustentável no campus
Página convoca mulheres a denunciar casos de machismo na UEPA
MACHO NA RODA

Página convoca mulheres a denunciar casos de machismo na UEPA

15/02/2019 14:20
Página convoca mulheres a denunciar casos de machismo na UEPA
Acusados de violência doméstica e abusos sexuais são presos pela Polícia
EM PARAGOMINAS

Acusados de violência doméstica e abusos sexuais são presos pela Polícia

15/02/2019 13:17
Acusados de violência doméstica e abusos sexuais são presos pela Polícia
Últimas Notícias