Dólar Americano/Real Brasileiro compra R$ 5,6093 venda R$ 5,6103 máxima 5,6561
Euro/Real Brasileiro compra R$ 6,348 venda R$ 6,3514 máxima 6,38
28 Nov - 09h36
domingo, 28 de novembro de 2021
ALUBAR - Ajuste - email 08/11 - COND ENERGIA - DESK - 08.11 a 08.12
VALE 10162 - BIODIVERS DE CARAJAS - MOB - De 16 a 30.11
EDUCAÇÃO

Governo do Pará pede que Justiça adie decisão sobre piso salarial de professores

Adequação salarial dos professores era uma das promessas de campanha do governador Helder Barbalho

10 Set 2019 - 15h46Atualizado 10 Set 2019 - 15h50
Governo do Pará pede que Justiça adie decisão sobre piso salarial de professores - Crédito: Reprodução Crédito: Reprodução

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) confirmou, nesta terça-feira, 10, que pediu ao Tribunal de Justiça do Pará (TJPA) o adiamento do julgamento do mandado de segurança coletivo do piso nacional dos professores da rede estadual de ensino, que estava programado para esta quarta-feira, 11.

De acordo com a Seduc, o pedido de adiamento foi protocolado ainda na última sexta-feira, 6, mas a desembargadora Nadja Cobra Meda só deve decidir se acata ou não o pedido no momento do julgamento. O governo apresentou como justificativa uma decisão liminar do Supremo Tribunal Federal (STF), que acatou o pedido do Estado para aguardar a análise definitiva pelo STF e Superior Tribunal de Justiça dos recursos interpostos pelo Governo do Pará em 2018.

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Estado do Pará (Sintepp), no entanto, alega que a medida é apenas protelatória e que o adiamento não tem consistência. O Sindicato alega que o mandado de segurança impetrado solicita o pagamento estabelecido a professores de acordo com os moldes do Ministério da Educação (Lei do Piso nº 11.738/2008), referente aos anos de 2018 e 2019; e que o recurso, no qual se baseia o pedido do Governo do Estado já foi julgado improcedente, no âmbito do Tribunal Superior de Justiça (STJ), em junho deste ano, e aguarda conclusão do julgamento dos recursos no STF, mas que este se refere a Gratificação de Escolaridade, que é paga aos profissionais do magistério de nível superior e integra o vencimento base para efeito de pagamento do piso salarial no estado.

A adequação salarial dos professores da rede pública estadual foi uma das promessas de campanha do governador Helder Barbalho.

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 98547-6589ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Jovem tira uma 'soneca' no chão de ônibus em Belém
SONO INUSITADO

Jovem tira uma 'soneca' no chão de ônibus em Belém

há 18 minutos atrás
Jovem tira uma 'soneca' no chão de ônibus em Belém
‘Pai de Santo´ é preso por passar a mão em adolescente de 15 anos no interior do Pará
PEDOFILIA

‘Pai de Santo´ é preso por passar a mão em adolescente de 15 anos no interior do Pará

há 34 minutos atrás
‘Pai de Santo´ é preso por passar a mão em adolescente de 15 anos no interior do Pará
Clientes saem correndo após incêndio em motel de Santarém; assista!
MOTEL EM CHAMAS

Clientes saem correndo após incêndio em motel de Santarém; assista!

há 41 minutos atrás
Clientes saem correndo após incêndio em motel de Santarém; assista!
Homem perde controle e capota carro na Pedreira
ACIDENTE DE TRÂNSITO

Homem perde controle e capota carro na Pedreira

28/11/2021 08:32
Homem perde controle e capota carro na Pedreira
Shoppings da Grande Belém mudam horário para final de semana da Black Friday
PROGRAME-SE

Shoppings da Grande Belém mudam horário para final de semana da Black Friday

28/11/2021 05:00
Shoppings da Grande Belém mudam horário para final de semana da Black Friday
Últimas Notícias