Dólar Comercial compra R$ 5,3202 venda R$ 5,3208 máxima 5,3232
Euro compra R$ 6,2629 venda R$ 6,2658 máxima 6,2798
04 Ago - 05h36
terça, 04 de agosto de 2020
PMB ICOAR E OUT 27.7
PMB ICOAR E OUT - MOB 27.7
EXEMPLO

Há 17 anos, Projeto Carroceiro oferece uma segunda chance para animais vítimas de maus-tratos

02 Ago 2020 - 10h14Atualizado 02 Ago 2020 - 10h37
Há 17 anos, Projeto Carroceiro oferece uma segunda chance para animais vítimas de maus-tratos - Crédito: Ufra Crédito: Ufra

Resgatada vagando no canteiro da Avenida Marques de Herval, comendo lixo e abandonada, a mula “Corona” é um dos três equinos colocados para a adoção responsável neste mês de julho pelo Projeto Carroceiro, da Universidade Rural do Pará (Ufra).

“Corona” é apenas um dos animais reabilitados e disponibilizados para adoção ao longo dos 17 anos de atividade do projeto. Nele são realizados gratuitamente atendimentos clínicos e o tratamento de cavalos, burros e jumentos utilizados no trabalho de tração. Como o projeto não realiza o resgate ou apreensão desses animais, eles são encaminhados à Ufra tanto pelos próprios carroceiros, quanto por órgãos de fiscalização, como a Divisão Especializada em Meio Ambiente e Proteção Animal (DEMAPA), Centro de Controle de Zoonoses (CCZ-PA), Batalhão da Polícia Ambiental e Corpo de Bombeiros.

De acordo com o professor Djacy Ribeiro, coordenador do Projeto Carroceiro, só na região metropolitana de Belém estima-se que existam em torno de 1.500 animais utilizados em carroças, para o trabalho de tração. E quando apreendidos ou abandonados, costumam chegar em péssimas condições ao projeto. “Eles chegam subnutridos, magros, exaustos, com deficiências minerais, feridos, com escoriação da carroça. Alguns possuem fraturas, doenças ortopédicas e problemas de pele por falta de higiene regular, todos sofreram maus tratos”, diz.

Após um longo período de cuidados clínicos, reabilitação e de convivência com a equipe do projeto, o animal já pode ser disponibilizado para adoção responsável. Uma das regras é que ele nunca mais seja utilizado para qualquer trabalho de tração.

Para adotar um dos animais do projeto é necessário seguir recomendações e cumprir com alguns requisitos. Além ir ao projeto conhecer os animais, o interessado deve possuir uma propriedade rural onde haja condições suficientes de área, pasto e infraestrutura para a manutenção sustentável de um ou mais equinos. A partir daí, é preciso ir à Delegacia de Meio Ambiente e Proteção Animal e preencher dados comprobatórios de tutor, que são os documentos pessoais e de posse da terra. “A Dema faz uma vistoria no local, autoriza a tutoria, o tutor escolhe o animal, assina a papelada e por último o leva para nova moradia”, explica o professor.

Mensalmente, o Projeto Carroceiro atende cerca de 20 animais no campus da Ufra em Belém e mantém em média oito animais internados. Além do trabalho no campus Belém, o projeto também realiza campanhas e atividades itinerantes, com ações de atendimento clínico em locais em que existem o trabalho de tração animal, como as ilhas de Cotijuba e também Maiandeua, no município de Marapanim. Desde que começou com as campanhas de adoção, o Projeto Carroceiro já conseguiu que 150 animais fossem reabilitados e ganhassem uma nova família, onde vivem bem longe do antigo trabalho de tração.

 

Fonte: Ascom Ufra 

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Deputados e vereadores retornam às sessões legislativas presenciais
PARLAMENTO

Deputados e vereadores retornam às sessões legislativas presenciais

há 37 minutos atrás
Deputados e vereadores retornam às sessões legislativas presenciais
Biblioteca Arthur Vianna mantém atendimento ao público nos canais digitais
E-MAIL E TELEFONE

Biblioteca Arthur Vianna mantém atendimento ao público nos canais digitais

03/08/2020 22:40
Biblioteca Arthur Vianna mantém atendimento ao público nos canais digitais
Bebê com tumor no rosto segue sem fazer biópsia e contrai covid-19 no Barros Barreto
SAÚDE

Bebê com tumor no rosto segue sem fazer biópsia e contrai covid-19 no Barros Barreto

03/08/2020 21:00
Bebê com tumor no rosto segue sem fazer biópsia e contrai covid-19 no Barros Barreto
Número de óbitos pela covid-19 reduzem 66% no Hospital Dom Vicente Zico, em julho
RECUPERAÇÃO

Número de óbitos pela covid-19 reduzem 66% no Hospital Dom Vicente Zico, em julho

03/08/2020 20:15
Número de óbitos pela covid-19 reduzem 66% no Hospital Dom Vicente Zico, em julho
Justiça determina que missas do Círio de Santo Antônio em Oriximiná serão todas virtuais
MPPA

Justiça determina que missas do Círio de Santo Antônio em Oriximiná serão todas virtuais

03/08/2020 19:30
Justiça determina que missas do Círio de Santo Antônio em Oriximiná serão todas virtuais
Últimas Notícias