Dólar Comercial compra R$ 5,2728 venda R$ 5,2753 máxima 5,2824
Euro compra R$ 5,7114 venda R$ 5,7167 máxima 5,7583
02 Abr - 14h46
quinta, 02 de abril de 2020
Basa Capital de Giro
Grupo Líder Gratidão mobile
APÓS CASO CONFIRMADO

Hospitais se preparam para atender casos suspeitos de coronavírus

27 Fev 2020 - 05h00Atualizado 26 Fev 2020 - 20h10
Hospitais se preparam para atender casos suspeitos de coronavírus - Crédito: Reprodução/IOC/Fiocruz/Agência Brasil Crédito: Reprodução/IOC/Fiocruz/Agência Brasil

A confirmação do primeiro caso do coronavírus no Brasil, deixa em alerta as autoridades de saúde dos Estados e municípios. No Pará, há 11 hospitais de referência para atendimento de casos suspeitos de coronavírus, de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (Sespa), sendo três deles na capital: Hospital Universitário João de Barros Barreto (HUJBB), Hospital Abelardo Santos, no distrito de Icoaraci e Santa Casa de Misericórdia do Pará.

A direção do HUJBB informou ao portal Roma News, que intensifica o preparo para tratar e conter os possíveis casos de coronavírus que chegarem à instituição. "Desde janeiro o HUJBB vem se ajustando para o recebimento de possíveis casos do COVID-19. Para isso os fluxos de atendimento já foram definidos e os profissionais treinados para lidar com possíveis pacientes vítimas da doença", afirma.

A nota pública do Barros Barreto, assegura que há profissionais da infectologia disponíveis em regime de plantão para receber os pacientes e o hospital reservou leitos de isolamento para os pacientes aguardarem a confirmação ou descarte do diagnóstico.

Barros Barreto fará simulação de atendimento de paciente com coronavírus

O HUJBB fará uma simulação de atendimento real a pacientes com suspeita de coronavírus, de acordo com informações da direção da instituição. Será uma forma de ajustar qualquer dúvida que ainda esteja presente sobre o fluxo de atendimento e uso de materiais necessários.

A Superintendente do Complexo Hospitalar da Universidade Federal do Pará (UFPA), Regina Feio Barroso, assegura que o hospital possui estrutura adequada e profissionais qualificados para o manejo desses pacientes, por isso, não há razão para pânico. “Desde que foram anunciados os primeiros casos suspeitos no Brasil, o hospital vem se preparando, com o apoio da Sespa e da Ebserh, para receber esses pacientes. Por isso, a entrada deles é por fora do prédio principal, para que não haja possibilidade de contato com outros pacientes, servidores e estudantes que fazem parte da nossa comunidade hospitalar”, esclarece a gestora.

Hospital se Altamira se prepara para atende casos suspeitos de coronavírus na região do Xingu

Os Hospitais Regionais do Estado do Pará estão passando por capacitações e atualizações para ter capacidade técnica e profissional de atendimento, caso os casos de coronavírus cheguem ao Pará, de acordo com a diretora da Divisão Técnica da Região Xingu, enfermeira Gelma Silva Ramos.

Ela explica que o Hospital Regional de Altamira será referência para atender nove municípios da região do xingu: Altamira, Anapu, Brasil Novo, Medicilândia, Pacajá, Senador José Porfírio, Porto de Moz, Uruará e Vitória do Xingu.

Segundo a diretora, as equipes de saúde dos municípios e dos hospitais regionais receberam capacitação pela Sespa e pelos profissionais em infectologia do Hospital Barros Barreto, através de videoconferência. Também haverá mais uma capacitação em Belém pelo Labotarório Central (Lacen), em coleta de material para testes laboratoriais, que se realizará na próxima semana, como explica Gelma Ramos.

Todos os municípios da regional do Xingu também estão passando por capacitação para avaliação e diagnóstico da doença com agilidade e para verificar possíveis sinais do coronavírus.

Além disso, a vigilância epidemiológica de Altamira foi capacitada da mesma forma, os que os municípios da região estão atentos para quaisquer casos de dificuldade respiratória de pacientes.

"O Estado se antecipou e preparou suas equipes e hospitais caso a doença chegue a nossa região. Os municípios foram capacitados para avaliação do quadro do paciente e caso seja um caso de hospitalização os pacientes são regulados para o Hospital Regional de Altamira" explica Gelma Ramos.

A confirmação da doença - coleta de material será realizada pelo Hospital Regional de Altamira -, mas será enviado para o Lacen na capital, que fará a análise do material e dará o diagnóstico.

Fonte: HUJBB

 

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Vídeo: família desenterra idoso para fazer velório depois que teste pra covid-19 deu negativo
NO PARÁ

Vídeo: família desenterra idoso para fazer velório depois que teste pra covid-19 deu negativo

02/04/2020 13:22
Vídeo: família desenterra idoso para fazer velório depois que teste pra covid-19 deu negativo
Prefeitura assina ordem de serviço para construção e reforma de escolas
EM BELÉM

Prefeitura assina ordem de serviço para construção e reforma de escolas

02/04/2020 12:36
Prefeitura assina ordem de serviço para construção e reforma de escolas
Escolas municipais começam entrega dos kits de merenda. Confira o calendário!
FAMÍLIAS DE ALUNOS

Escolas municipais começam entrega dos kits de merenda. Confira o calendário!

02/04/2020 12:20
Escolas municipais começam entrega dos kits de merenda. Confira o calendário!
Cooperativa de detentas vai fabricar 100 mil unidades de máscaras para atender penitenciárias
CRF

Cooperativa de detentas vai fabricar 100 mil unidades de máscaras para atender penitenciárias

02/04/2020 12:00
Cooperativa de detentas vai fabricar 100 mil unidades de máscaras para atender penitenciárias
Mulher ateia fogo no marido após ser agredida
SUL DO PARÁ

Mulher ateia fogo no marido após ser agredida

02/04/2020 11:50
Mulher ateia fogo no marido após ser agredida
Últimas Notícias