Dólar Comercial compra R$ 3,9343 venda R$ 3,9348 máxima 3,9515
Euro compra R$ 4,4190 venda R$ 4,4200 máxima 4,4523
18 Abr - 15h34
quinta, 18 de abril de 2019
Unique
encarte_formosa_mobile
SEM JUSTA CAUSA

Hydro processa pesquisador do Evandro Chagas e MPF pede rejeição da ação penal à Justiça Federal

11 Fev 2019 - 19h55Por Da Redação
Pesquisador Marcelo Lima explicando à imprensa sobre o laudo do vazamento - Crédito: Diego Monteiro - Roma NewsPesquisador Marcelo Lima explicando à imprensa sobre o laudo do vazamento - Crédito: Diego Monteiro - Roma News

O Ministério Público Federal (MPF) encaminhou à 3ª Vara da Justiça Federal em Belém o parecer, em que pede a rejeição liminar urgente da queixa-crime, ajuizada pela mineradora Hydro-Alunorte contra o pesquisador do Instituto Evandro Chagas (IEC), Marcelo de Oliveira Lima, que apontou o vazamento de rejeitos em um duto da empresa, em Barcarena, em fevereiro de 2018, após as fortes chuvas que caíram na região.

Marcelo coordenou a equipe designada pelo IEC - a pedido do MPF e do Ministério Público (MPPA) – para avaliar os danos ambientais e riscos à saúde humana, decorrentes do vazamento de efluentes oriundos da planta industrial da Hydro-Alunorte, em Barcarena.

Ele foi processado por suposta prática dos crimes de calúnia e difamação contra a empresa. Mas, o procurador regional da República, José Augusto Torres Potiguar, que assinou o parecer enviado à Justiça Federal, não há justa causa, nem tipificação para as acusações da empresa.

A ação penal Nº  0001237-77.2019.4.01.3900 foi ajuizada em janeiro deste ano. A alegação é que houve crime contra a honra da empresa por causa das manifestações do pesquisador sobre os resultados das pesquisas.

A Hydro considera que as declarações do pesquisador feitas em entrevistas à imprensa foram ofensas, o que aumentaria o potencial de propagação das informações divulgadas e que Marcelo de Oliveira Lima expôs suas opiniões pessoais sobre a investigação, deixando de obedecer, segundo a empresa, a isenção exigida do cargo ocupado pelo pesquisador.

“O que se tem, no presente caso, é a expressão do convencimento técnico-científico de um profissional, o qual agiu dentro de sua esfera interpretativa, a partir da análise dos elementos técnicos com que teve contato na ocorrência”, defende no parecer o procurador Augusto Potiguar.

Ele ressalta, que “trata-se, isto sim, do exercício de liberdade científica, cujo respeito é absolutamente necessário para o avanço da ciência e da própria democracia”, acentuando, que “Com efeito, a partir do momento em que os pesquisadores tiverem receio de emitir e publicizar suas impressões e interpretações objetivamente alcançadas, o progresso científico estará seriamente ameaçado”, alertou o procurador.

A Hydro Alunorte já foi condenada pela 1ª Cível de Barcarena a pagar R$ 150 milhões pelo dano ambiental causado pelo vazamento. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

População denuncia segurança por agredir menor com spray de pimenta em Belém. Assista!
CIRCULA NAS REDES

População denuncia segurança por agredir menor com spray de pimenta em Belém. Assista!

18/04/2019 11:59
População denuncia segurança por agredir menor com spray de pimenta em Belém. Assista!
Debate discute os riscos de contaminação do HPSM da 14 de Março
POUCAS E BOAS

Debate discute os riscos de contaminação do HPSM da 14 de Março

18/04/2019 11:55
Debate discute os riscos de contaminação do HPSM da 14 de Março
Drogaria terá que ajustar estrutura irregular em calçada de Belém
O PRAZO FOI DADO

Drogaria terá que ajustar estrutura irregular em calçada de Belém

18/04/2019 10:54
Drogaria terá que ajustar estrutura irregular em calçada de Belém
Prefeitura de Belém trabalha na recuperação asfáltica da cidade
OPERAÇÃO TAPA BURACO

Prefeitura de Belém trabalha na recuperação asfáltica da cidade

18/04/2019 10:33
Prefeitura de Belém trabalha na recuperação asfáltica da cidade
Agentes de segurança apreendem mais de 1,8 tonelada de pescado sem nota fiscal
IRREGULAR

Agentes de segurança apreendem mais de 1,8 tonelada de pescado sem nota fiscal

18/04/2019 10:05
Agentes de segurança apreendem mais de 1,8 tonelada de pescado sem nota fiscal
Últimas Notícias