Dólar Comercial compra R$ 5,338 venda R$ 5,3385 máxima 5,4619
Euro compra R$ 5,9224 venda R$ 5,9251 máxima 6,0735
29 Mai - 22h30
sexta, 29 de maio de 2020
Natura
Basa Capital de Giro taxas reduzidas mobile
JULGAMENTO

Jurados absolvem cabo da PM acusado de executar garçom em Icoaraci

11 Out 2019 - 17h38Atualizado 11 Out 2019 - 17h39Por Da Redação
Fórum Criminal de Belém - Crédito: Reprodução/TJPAFórum Criminal de Belém - Crédito: Reprodução/TJPA

O cabo da Polícia Militar do Pará, Glauber Fernando foi absolvido pelos jurados, em julgamento ocorrido na manhã desta sexta-feira, 11, em Belém. Ele foi acusado de executar Paulo Sérgio dos Santos das Mercês, 26 anos, administrador e garçom de pousada em Cutijuba.

O crime ocorreu em fevereiro de 2015, na frente da casa de shows Ibirapuera, em Icoaraci. O julgamento foi presidido pelo Juiz Cláudio Rendeiro.

Cinco testemunhas foram ouvidas,  entre elas, a viúva da vítima, uma prima, o amigo companheiro da prima, além de uma investigadora da Polícia Civil. Em defesa do acusado, compareceram três testemunhas, entre elas, a ex-namorada, mulher que deu início à confusão, que acabou na morte do garçom.

O promotor de justiça Alexandre Manoel sustentou que o policial cometeu homicídio qualificado por motivo fútil. Ele destacou o laudo pericial descrevendo a trajetória da bala, que foi de cima para baixo e a distância e não em suposto confronto pela posse da arma, como o policial alegou na defesa.

O advogado de defesa Jânio Siqueira, argumentou da tribuna, que o réu agiu em legítima defesa e que o tiro foi acidental, uma vez que amigos da vítima teriam tentado roubar a arma do policial.                         

Testemunhas relataram que Paulo Sérgio estava acompanhado da esposa Tatiane e mais um casal de parentes que se divertiam na festa de carnaval, que ocorria na sede do clube Ibirapuera.

O PM confessou que o tiro foi de sua arma, uma pistola ponto 40, alegando que “o disparo foi acidental”. O cabo alega que quando o tiro foi disparado estava sendo agredido por várias pessoas, supostamente conhecidas da vítima, que tentaram subtrair a arma do militar. No momento em que tentava impedi-las, houve o disparado.

Ele estava acompanhado de sua mulher, um cunhado e esposa, que namorou com Paulo Sérgio e que foi à mesa dele para cumprimentar seus familiares, sendo confrontada pela esposa da vítima,Tatiane. A partir daí começou a briga que culminou com a Tatiane sendo agredida pelo cabo da Polícia Militar.

Segundo conta nos uatos do processo, na frente da sede o policial efetuou um único disparo, atingindo fatalmente Paulo Sérgio. Mesmo socorrido por familiares e levado para um posto de pronto atendimento, ele não resistiu aos ferimentos.

Fonte: TJPA

 

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Governo decreta luto oficial de três dias pelo falecimento do padre Bruno Secchi
PESAR

Governo decreta luto oficial de três dias pelo falecimento do padre Bruno Secchi

há 15 minutos atrás
Governo decreta luto oficial de três dias pelo falecimento do padre Bruno Secchi
Padre Bruno Sechi, fundador do Movimento República de Emaús, faleceu nesta sexta-feira, 29
LUTO

Padre Bruno Sechi, fundador do Movimento República de Emaús, faleceu nesta sexta-feira, 29

29/05/2020 20:20
Padre Bruno Sechi, fundador do Movimento República de Emaús, faleceu nesta sexta-feira, 29
Sindicato informa que escolas particulares vão recorrer da obrigatoriedade de descontos
CONTRA DECRETO ESTADUAL

Sindicato informa que escolas particulares vão recorrer da obrigatoriedade de descontos

29/05/2020 19:20
Sindicato informa que escolas particulares vão recorrer da obrigatoriedade de descontos
Pará chega ao total de 37.296 casos e 2.900 óbitos por covid-19
CORONAVÍRUS

Pará chega ao total de 37.296 casos e 2.900 óbitos por covid-19

29/05/2020 18:40
Pará chega ao total de 37.296 casos e 2.900 óbitos por covid-19
Após sete dias internado, carpinteiro de 92 anos é o centésimo paciente a vencer a doença no Hospital Galileu
DE VOLTA PARA CASA

Após sete dias internado, carpinteiro de 92 anos é o centésimo paciente a vencer a doença no Hospital Galileu

29/05/2020 18:19
Após sete dias internado, carpinteiro de 92 anos é o centésimo paciente a vencer a doença no Hospital Galileu
Últimas Notícias