Dólar Comercial compra R$ 4,0963 venda R$ 4,0972 máxima 4,0968
Euro compra R$ 4,5739 venda R$ 4,5770 máxima 4,5785
20 Mai - 19h39
segunda, 20 de maio de 2019
cerpa
Unique_mobile
AGRONEGÓCIO EM GUERRA

Luciano Guedes pede a cassação da chapa de Carlos Xavier por abuso de poder econômico

Eleição na Faepa está marcada para amanhã, 13, em clima de animosidade

12 Mar 2019 - 05h00Por Da Redação
Carlos Xavier comenda a Faepa há mais de 30 anos - Crédito: Reprodução - FaepaCarlos Xavier comenda a Faepa há mais de 30 anos - Crédito: Reprodução - Faepa

Após a justiça estadual ter concedido no final de semana passado, tutela antecipada  à chapa da oposição para participar da eleição na Federação da Agricultura do Pará (Faepa), um novo round já está andamento no processo eleitoral mais movimentado dos últimos tempos numa entidade de classe paraense. A eleição está marcada para esta quarta-feira, 13.

Desta vez, o fazendeiro Luciano Guedes, que lidera a chapa 01 da oposição, acusa judicialmente o atual presidente da Faepa, fazendeiro Carlos Xavier, de abuso econômico no processo eleitoral da entidade e pede a cassação da chapa 02, liderada por Xavier que administra a Faepa há três décadas.

A ação declaratória de abuso de poder econômico e político em processo eleitoral sindical tramita na 19ª Vara do Trabalho de Belém, sob o Nº 0000190-92.2019.5.08.0019.

No dia 18 de fevereiro, Carlos Xavier e sua equipe que compõe a chapa 02, fizeram um jantar na churrascaria Boi Novo, em Belém, em que até o governador Helder Barbalho (MDB), participou, juntamente com o presidente da Assembleia Legislativa, Daniel Santos (sem partido), além de outros parlamentares.

Assista:

Na ação, Luciano Guedes acusa o adversário de "uso da estrutura da instituição sindical, da qual ele é presidente, para promover sua candidatura, uma vez que ele é candidato à reeleição".


Jantar promovido para divulgar a chapa da situação, segundo acusa Luciano Guedes. Reprodução/Faepa

Segundo consta nos autos, a alegação de Carlos Xavier "se trataria de um jantar com os sindicatos ligados à Faepa, porém, na verdade, tratou-se do lançamento da chapa do atual presidente, para a eleição desta entidade. Conforme publicação em um sítio eletrônico da própria chapa (http://novopara.com.br/)".

A oposição denuncia que mesclou-se a apresentação de propostas, elaboradas pela Faepa ao governo estadual, com o lançamento da chapa Novo Pará-Novo Brasil, encabeçada por Carlos Xavier. "Este evento foi criado com a intenção de simular todas as características de que seria um evento promovido pela Faepa, para que esta, representando o setor produtivo, apresentasse ao governo do estado propostas voltadas ao setor produtivo", acentua a denúncia à justiça.

Guedes solicita à Justiça Trabalhista, que além da impugnação da chapa 02, a justiça requeira a Carlos Xavier a prestação de contas dos gastos com o evento de lançamento da sua chapa no dia 18 de fevereiro, comprovando que não destinou recursos da entidade; que Xavier preste contas dos gastos com a produção do material denominado: Proposta do setor produtivo ao governo do Estado do Pará; que se ficar comprovado desvio de recursos da Faepa, a candidatura  Carlos Xavier seja julgada inválida e ele fique impedido de ocupar quaisquer cargos em entidades sindicais ou do setor público, entre outras punições.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Tromba d'água assusta moradores de Mosqueiro. Assista!
FENÔMENO NATURAL

Tromba d'água assusta moradores de Mosqueiro. Assista!

há 33 minutos atrás
Tromba d'água assusta moradores de Mosqueiro. Assista!
Especialista alerta para os riscos da automedicação
SAÚDE

Especialista alerta para os riscos da automedicação

20/05/2019 18:16
Especialista alerta para os riscos da automedicação
Navio encalha com 110 passageiros a bordo
MARAJÓ

Navio encalha com 110 passageiros a bordo

20/05/2019 17:28
Navio encalha com 110 passageiros a bordo
Aquário do Museu Goeldi fecha temporariamente para visitação
REFORMA

Aquário do Museu Goeldi fecha temporariamente para visitação

20/05/2019 17:27
Aquário do Museu Goeldi fecha temporariamente para visitação
Ministério Público emite recomendação para evitar derrubada de samaumeira centenária
PRESERVAÇÃO

Ministério Público emite recomendação para evitar derrubada de samaumeira centenária

20/05/2019 17:08
Ministério Público emite recomendação para evitar derrubada de samaumeira centenária
Últimas Notícias