Dólar Comercial compra R$ 5,345 venda R$ 5,347 máxima 5,346
Euro compra R$ 5,8581 venda R$ 5,8608 máxima 5,8763
27 Mai - 03h09
quarta, 27 de maio de 2020
Natura
Alcoa mobile
MEIO AMBIENTE

Ministério Público recomenda que Castanhal tenha posto de coleta de agrotóxicos

11 Out 2019 - 17h12Atualizado 11 Out 2019 - 17h19
Ministério Público recomenda que Castanhal tenha posto de coleta de agrotóxicos - Crédito: Alessandra Serrão/Agência Pará Crédito: Alessandra Serrão/Agência Pará

O Ministério Público do Estado do Pará, por meio da Promotoria de Justiça Agrária da 1ª Região, recomenda à Associação do Comércio Agropecuário do Nordeste Paraense (Acanpa) pedindo a criação de um Posto de Coleta de Embalagens Vazias de Agrotóxicos, destinado ao atendimento dos municípios da região de Castanhal, em cumprimento ao que prevê a legislação e para garantir um meio ambiente equilibrado e atender a logística reversa estabelecida pela Política Nacional de Resíduos Sólidos.

De acordo com a recomendação, a Acanpa terá 10 dias para informar ao Ministério Público quais as medidas concretas adotadas ao atendimento da Recomendação. Caso a associação não responda no prazo, será considerado como uma recusa em atender a recomendação.

A ausência de instalação de postos de coleta destinados ao recebimento de embalagens de agrotóxicos, vazias ou contendo resíduos, na região de Castanhal, foi apurado pela promotora de Justiça Agrária Elaine Moreira por meio de procedimento administrativo, que indicou a necessidade de criação desses postos de coleta.

A legislação proíbe a reutilização de embalagens de agrotóxicos. Os usuários desses produtos devem devolver as embalagens vazias aos estabelecimentos comerciais em que foram adquiridos. A devolução pode ser intermediada por postos ou centros de recolhimento, desde que autorizados e fiscalizados pela Adepará.

Segundo a Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei 12.305/2010) a responsabilidade pelo ciclo de vida dos produtos é compartilhada e deve ser implementada de forma individualizada e encadeada.

“A Lei 7802/89 prevê aquele que produzir, comercializar, transportar, aplicar, prestar serviço, der destinação a resíduos ou embalagens vazias de agrotóxicos, em descumprimento às exigências legais está sujeito a pena de reclusão de dois a quatro anos e multa”, frisou na recomendação a promotora Eliane Moreira.

Fonte: Ascom/MPPA

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cinemas terão até 1º de janeiro de 2021 para cumprir acessibilidade
NOVO PRAZO

Cinemas terão até 1º de janeiro de 2021 para cumprir acessibilidade

26/05/2020 21:30
Cinemas terão até 1º de janeiro de 2021 para cumprir acessibilidade
Marituba reabre salões de beleza, madeireiras e templos religiosos
CORONAVÍRUS

Marituba reabre salões de beleza, madeireiras e templos religiosos

26/05/2020 20:30
Marituba reabre salões de beleza, madeireiras e templos religiosos
Cápsula respiratória feita em laboratório da Ufopa atente hospitais de Santarém e região do Tapajós
OESTE DO PA

Cápsula respiratória feita em laboratório da Ufopa atente hospitais de Santarém e região do Tapajós

26/05/2020 20:03
Cápsula respiratória feita em laboratório da Ufopa atente hospitais de Santarém e região do Tapajós
Hemopa realiza a coleta de plasma de pacientes recuperados da Covid-19
TRATAMENTO

Hemopa realiza a coleta de plasma de pacientes recuperados da Covid-19

26/05/2020 20:00
Hemopa realiza a coleta de plasma de pacientes recuperados da Covid-19
Entidade dos prefeitos paraenses envia carta ao Congresso solicitando adiar eleições municipais para 2022
ELEIÇÕES 2020

Entidade dos prefeitos paraenses envia carta ao Congresso solicitando adiar eleições municipais para 2022

26/05/2020 19:44
Entidade dos prefeitos paraenses envia carta ao Congresso solicitando adiar eleições municipais para 2022
Últimas Notícias