Dólar Comercial compra R$ 5,345 venda R$ 5,347 máxima 5,346
Euro compra R$ 5,8651 venda R$ 5,8678 máxima 5,8763
26 Mai - 21h20
terça, 26 de maio de 2020
Basa - Amazônia Vida
Natura mobile
ABRACE O MARAJÓ

Ministra Damares Alves promete ações para atrair empresas e recursos para os municípios do Marajó

12 Jul 2019 - 17h05Atualizado 12 Jul 2019 - 17h36Por Da Redação
Damares Alves promete ações para mudar o cenário marajoara - Crédito: Reprodução - Charlem SargesDamares Alves promete ações para mudar o cenário marajoara - Crédito: Reprodução - Charlem Sarges

"Não podemos pensar em combater à violência com uma palestra, com um cartaz. Precisamos entender a causa. Se é por necessidade que as mulheres estão sendo exploradas, então vamos trazer empresas, emprego para o Marajó. Se os jovens estão se envolvendo com drogas e com violência porque não tem emprego, capacitação pro mercado de trabalho. Então vamos capacitar esse jovem. A gente vem pra combater a causa", assegurou a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos,  Damares Alves, nesta sexta-feira, 12, no município de Breves, onde lançou o programa Abrace o Marajó, criado para combater a exploração sexual de crianças e adolescentes e combate à violência contra mulheres e idosos.

Em palestra para a comunidade e autoridades locais,  ministra anunciou que o presidente Jair Bolsonaro mandou dizer ao povo marajoara, que ninguém vai ficar para trás em seu governo, incluindo a ilha do marajó e o povo de tda região. "É um novo Brasil, é um novo momento para essa nação", afirma a ministra. 

O programa abrange ações para a juventude, mulheres e idosos

Damares Alves não informou quanto será investido no programa Abrace o Marajó, mas assegurou que os prefeitos dos municípios do arquipélago, serão auxiliados pelo governo federal em tudo que precisarem. "Essa primeira visita é um diagnóstico, uma raio-x para conhecermos as necessidades, ouvir as lideranças locais", explica a ministra.

Ela informou também, que esse é um novo momento, onde as ações dos direitos humanos estão voltadas para as vítimas. "Estamos vindo para proteger as vítimas. É um novo tempo para a ilha do Marajó. Estamos aqui em uma junção de forças. A Marinha está aqui ajudando, a justiça estadual e federal", ressaltou a ministra.

Ministra Damares Alves se encontra com o bispo emérito da Prelazia do Marajó Dom Luiz Azcona 

O programa Abrace o Marajó, segundo Damares Alves, vai envolver todos os ministérios e o governo federal como um todo. Ela informou que além de sua pasta, outros ministros visitarão o Marajó para uma grande ação conjunta no arquipélago. "Vou levar um pré-relatório com as obras federais, que estão paradas nos municípios do arquipélago", anunciou e definiu o Marajó, como uma região com grande potencial, que só precisa de um pouco mais de investimento. "É uma honra está aqui hoje", assegurou Damares.

Segundo a ministra, há vontade de fazer ações no Marajó pelo governo federal. "As coisas não aconteceram ainda porque faltou vontade. Agora há um parlamento e um governo federal com vontade de fazer, além do governo estadual que demonstra que está interessado. Se a vontade existe e a junção de forças, eu creio que agora é pra valer", garante.

Comunidade participa da audiência pública com a ministra Damares Alves para lançamento do Abrace o Marajó

 

Promessa de ações para tirar o Marajó da situação de pobreza 

Segundo o senador Zequinha Marinho (PSC-PA), ao longo de sua existência o arquipélago do Marajó nunca teve um olhar diferenciado, com consistência. As ações não tinham profundidade. Foram ações rápidas, superficiais e o problema continua. 

Atualmente, lembrou senador, o Marajó tem cerca de 550 mil habitantes em 16 municípios, uma área considerável, mas com indicadores sociais muito ruins. "Temos que pegar nas mãos uns dos outros para que possamos colocar os recursos - através de emendas parlamentares-, outros tomar conta da execução desses recursos, a política pública social se somar. Mudar a realidade social do Marajó. A população não aguenta mais só ouvir e não ver atitude", ressalta Marinho. 

O prefeito de Breves, Antônio Brasil (MDB), também demonstrou otimismo com o lancamento do Abrace o Marajó. "As esperanças se renovam no Marajó. Há poucos dias, houve a visita do governador e hoje vejo interesse público da ministra, unida aos parlamentares em prol do Marajó. Isso é muito importante, até então o Marajó  sempre foi deixado de lado", afirma.

O prefeito ressalta: "Sabemos os problemas dos municípios e precisamos unir forças. Sozinho não posso carregar todos os problemas. Todos temos que fazer nosso dever de casa, municípios, Estado e governo federal. Espero que esse projeto traga novas esperanças à população e juventude  que esperam novas oportunidades", acentua. 

Além do senador Zequinha Marinho, vários deputados estaduais e federais paraenses participaram do lançamento do Abrace o Marajó.  

Deputada estadual Nilse Pinheiro participa da comitiva de parlamentares que recebeu a ministra Damares Alves 

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Marituba reabre salões de beleza, madeireiras e templos religiosos
CORONAVÍRUS

Marituba reabre salões de beleza, madeireiras e templos religiosos

há 50 minutos atrás
Marituba reabre salões de beleza, madeireiras e templos religiosos
Cápsula respiratória feita em laboratório da Ufopa atente hospitais de Santarém e região do Tapajós
OESTE DO PA

Cápsula respiratória feita em laboratório da Ufopa atente hospitais de Santarém e região do Tapajós

26/05/2020 20:03
Cápsula respiratória feita em laboratório da Ufopa atente hospitais de Santarém e região do Tapajós
Hemopa realiza a coleta de plasma de pacientes recuperados da Covid-19
TRATAMENTO

Hemopa realiza a coleta de plasma de pacientes recuperados da Covid-19

26/05/2020 20:00
Hemopa realiza a coleta de plasma de pacientes recuperados da Covid-19
Entidade dos prefeitos paraenses envia carta ao Congresso solicitando adiar eleições municipais para 2022
ELEIÇÕES 2020

Entidade dos prefeitos paraenses envia carta ao Congresso solicitando adiar eleições municipais para 2022

26/05/2020 19:44
Entidade dos prefeitos paraenses envia carta ao Congresso solicitando adiar eleições municipais para 2022
Sespa confirma mais 1282 casos e 47 óbitos de covid-19 no Pará
CORONAVÍRUS

Sespa confirma mais 1282 casos e 47 óbitos de covid-19 no Pará

26/05/2020 19:28
Sespa confirma mais 1282 casos e 47 óbitos de covid-19 no Pará
Últimas Notícias