Dólar Comercial compra R$ 5,3237 venda R$ 5,3246 máxima 5,3939
Euro compra R$ 6,0147 venda R$ 6,0179 máxima 6,086
11 Jul - 10h12
sábado, 11 de julho de 2020
Basa Sua Conta
Basa Sua Conta
Cidades

MPF quer que Justiça Federal julgue caso de brigadistas presos em Alter do Chão

03 Dez 2019 - 15h21Atualizado 03 Dez 2019 - 15h23
Os quatro brigadistas ao deixarem a prisão na semana passada, em Santarém - Crédito: ReproduçãoOs quatro brigadistas ao deixarem a prisão na semana passada, em Santarém - Crédito: Reprodução

O Ministério Público Federal (MPF) enviou, nesta terça-feira, 3, à 1ª Vara da Comarca Criminal de Santarém (PA) um pedido para que seja declinada a competência do processo que trata das queimadas em Alter do Chão e das prisões de quatro brigadistas pela Polícia Civil. Eles foram libertados na semana passada, mas o MPF entende que o caso deve prosseguir na Justiça Federal.

“Em casos de danos ambientais em área que pertence à União, como nesse caso dos incêndios em Alter do Chão, o ordenamento jurídico considera que houve um interesse federal atingido. Pelo dispositivo constitucional que estabelece as competências dos juízes federais, cabe à Justiça Federal atuar nesses processos”, explica o chefe do MPF no Pará, Alan Rogério Mansur Silva.

De acordo com o MPF, a competência federal é atraída pelo fato de que as queimadas ocorreram em uma área de terras públicas da União. Apesar de se tratar de uma unidade de conservação criada por lei municipal (Área de Proteção Ambiental - APA Alter-do-Cha?o), o MPF explica que “a área e? de dominialidade da Unia?o, ja? que trata-se da gleba federal Mojui? dos Campos I, conforme manifestação e mapa produzidos pelo Incra [Instituto de Colonização e Reforma Agrária]”.

As imagens e mapas produzidos pelo Incra demonstram que os incêndios florestais ocorreram dentro da APA Alter-do-Chão e do projeto de assentamento agroextrativista Eixo Forte, mas ambos estão sobrepostos à gleba de terras públicas federais Mojuí dos Campos I. Em outros dois processos que tratam de danos ambientais na mesma área, o MPF pediu e os casos foram declinados pela Justiça Estadual por esse motivo.

“Tanto é reconhecida a competência federal para o feito, que tramita junto à Delegacia de Polícia Federal de Santarém (PA) o Inquérito Policial de número 0259/2019, com o devido acompanhamento do Ministério Público Federal, cujo objeto é justamente apurar as queimadas objeto da presente análise. É de se ressaltar, inclusive, que tal inquérito foi instaurado em 16 de setembro de 2019, ou seja, é contemporâneo às próprias queimadas, demonstrando total empenho das instituições federais em apurar o ocorrido”, diz o pedido do MPF assinado por 12 procuradores da República.

O pedido foi feito ao juiz Alexandre Rizzi, que vai se manifestar se concorda com o entendimento dos procuradores. O MPF requisitou na semana passada acesso aos inquéritos e aos autos do processo da Justiça Estadual mas não recebeu até o momento. Mesmo assim, foi possível concluir a análise de competência por meio de cópias dos documentos.

Fonte: MPF-PA

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré visita Santarém neste sábado. Assista!
RETORNO

Imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré visita Santarém neste sábado. Assista!

há 20 minutos atrás
Imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré visita Santarém neste sábado. Assista!
Saída de Belém é intensa rumo às praias da capital e interior neste sábado
VAI PEGAR ESTRADA?

Saída de Belém é intensa rumo às praias da capital e interior neste sábado

há 47 minutos atrás
Saída de Belém é intensa rumo às praias da capital e interior neste sábado
Polícia Militar prende homem com drogas e porte ilegal de arma de fogo em Itaituba
EM FLAGRANTE

Polícia Militar prende homem com drogas e porte ilegal de arma de fogo em Itaituba

11/07/2020 08:51
Polícia Militar prende homem com drogas e porte ilegal de arma de fogo em Itaituba
Orçado em 12,7 bilhões, projeto de construção da Ferrogrão tem concessão aprovada ANTT
FERROVIA

Orçado em 12,7 bilhões, projeto de construção da Ferrogrão tem concessão aprovada ANTT

11/07/2020 05:00
Orçado em 12,7 bilhões, projeto de construção da Ferrogrão tem concessão aprovada ANTT
Rede lança cartilhas para apoiar mulheres marajoaras que vivem em Belém
INICIATIVA

Rede lança cartilhas para apoiar mulheres marajoaras que vivem em Belém

11/07/2020 04:58
Rede lança cartilhas para apoiar mulheres marajoaras que vivem em Belém
Últimas Notícias