Dólar Comercial compra R$ 5,3321 venda R$ 5,3346 máxima 5,3481
Euro compra R$ 6,4625 venda R$ 6,4677 máxima 6,4827
19 Jan - 14h26
terça, 19 de janeiro de 2021
MAGAZAN CAFÉ - DESK - 19/01
MAGAZAN CAFÉ - MOB - 19/01
ÓRGÃOS

MPs recomendam que governo do Pará mantenha aulas presenciais suspensas

31 Jul 2020 - 17h30Atualizado 31 Jul 2020 - 17h39
MPs recomendam que governo do Pará mantenha aulas presenciais suspensas - Crédito: Agência Pará Crédito: Agência Pará
Os Ministérios Públicos do Estado, Federal e do Trabalho recomendaram ao governo do Pará que seja mantida a suspensão das aulas presenciais nas escolas e creches públicas e privadas, até que existam evidências científicas que embasem a retomada com segurança, sem distinção de datas entre as redes pública e privada, e sem diferença de públicos.
 
Em coletiva realizada no início da tarde desta sexta-feira, 31, o governador do Pará defendeu que ainda é cedo para o retorno às escolas, mas que, quando se tiver certeza de que os protocolos adotados são adequados e seguros, a retomada na rede privada deve ser gradativa, começando pelos alunos do 3º ano do Ensino Médio, que irão realizar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em janeiro de 2021.
 
Para os MPs, citando um documento da Fundação Oswaldo Cruz sobre o retorno às atividades escolares no Brasil, “a abertura diferenciada entre o setor público e privado acentua a desigualdade de acesso ao ensino e sem as melhores condições epidemiológicas, coloca em risco parcela de alunos e professores da rede escolar dos estados e municípios, não havendo portanto, qualquer razão justificável para que as escolas da rede privada tenham suas atividades presenciais retomadas em momento anterior que as escolas públicas”.
 
Outra base da recomendação é o artigo 3º, da lei federal 13.979/20, que trata das medidas de enfrentamento à pandemia. Segundo a legislação, a retomada “somente poderá ser determinada com base em evidências científicas e em análises sobre as informações estratégicas em saúde”.
 
Os MPs também apontam para os “elevados indicadores de contágio no Pará”. De acordo com o último boletim da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), divulgado ontem, 30, o Estado ultrapassa a marca de 154 mil casos confirmados da covid-19 e 728 mortes.
 
“O MP não é contra a retomada das aulas. Porém, essa retomada deve ocorrer de forma segura. Não podemos colocar em risco a segurança das pessoas. Por isso, nossas grandes preocupações são a segurança sanitária e redução das desigualdades sociais”, disse a promotora de justiça do MPPA, Ioná Nunes, em reunião ocorrida na manhã desta sexta, com representantes do Estado.

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 98469-4559ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Faro, no Oeste do Pará, tem oito pacientes na fila por UTI e nenhuma resposta
COLAPSO

Faro, no Oeste do Pará, tem oito pacientes na fila por UTI e nenhuma resposta

há 5 minutos atrás
Faro, no Oeste do Pará, tem oito pacientes na fila por UTI e nenhuma resposta
Homem é executado a tiros no bairro do Guamá
BELÉM

Homem é executado a tiros no bairro do Guamá

há 11 minutos atrás
Homem é executado a tiros no bairro do Guamá
Polícia prende nove acusados de envolvimento com tráfico de drogas no Marajó
OPERAÇÃO HORUS

Polícia prende nove acusados de envolvimento com tráfico de drogas no Marajó

há 26 minutos atrás
Polícia prende nove acusados de envolvimento com tráfico de drogas no Marajó
Após bandeiramento vermelho, trabalho presencial é suspenso no Tribunal de Justiça do Baixos Amazonas
REMOTO

Após bandeiramento vermelho, trabalho presencial é suspenso no Tribunal de Justiça do Baixos Amazonas

19/01/2021 12:58
Após bandeiramento vermelho, trabalho presencial é suspenso no Tribunal de Justiça do Baixos Amazonas
Pará recebe mais quatro pacientes de covid-19 oriundos do Amazonas
TRANSFERIDOS

Pará recebe mais quatro pacientes de covid-19 oriundos do Amazonas

19/01/2021 12:11
Pará recebe mais quatro pacientes de covid-19 oriundos do Amazonas
Últimas Notícias