Dólar Comercial compra R$ 5,4378 venda R$ 5,4391 máxima 5,4386
Euro compra R$ 6,4086 venda R$ 6,4114 máxima 6,4113
07 Ago - 23h25
sexta, 07 de agosto de 2020
PMB ICOAR E OUT 27.7
PMB ICOAR E OUT - MOB 27.7
ANÁLISE ENEM 2020

‘Os maiores prejudicados serão os estudantes das escolas públicas’, analisa professor sobre Enem 2020

13 Jul 2020 - 04h59Atualizado 13 Jul 2020 - 10h55
‘Os maiores prejudicados serão os estudantes das escolas públicas’, analisa professor sobre Enem 2020 - Crédito: Agência Pará Crédito: Agência Pará

Em todo o país, milhares de crianças e adolescentes estão com as aulas suspensas. Alguns, rapidamente tiveram a sala de aula substituída por ambientes virtuais, outros, receberam orientações desencontradas e ainda estão se ajustando à nova rotina. Há ainda quem não foi orientado pela escola e teme não conseguir fazer exercícios online por conta da baixa qualidade da internet em casa.

Esse é um dos pontos que pais e educadores de todo o país temem para estudantes que vão realizar a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2020, que foi adiado para os dias 17 e 24 de janeiro de 2021 por causa da pandemia do coronavírus.

A versão impressa do Enem será aplicada nos dias 17 e 24 de janeiro de 2021. Já a versão digital, realizada pela primeira vez no País, será nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro.

As redes estaduais concentram cerca de 83% das matrículas do ensino médio de todo o país. Somente na Universidade do Estado do Pará (UEPA), 66% dos alunos aprovados no vestibular em 2020 eram oriundos de escolas públicas.

Os últimos dados da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), que monitora os impactos da pandemia na educação, 156 países determinaram o fechamento de escolas e universidades, afetando 1,4 bilhão de crianças e jovens, o que corresponde a 82,5% de todos os estudantes no mundo.

O Portal Roma News conversou com o professor doutor da Universidade Federal do Pará (UFPA), Genylton Odilon Rêgo da Rocha, que avaliou esse cenário do Enem 2020 para estudantes da rede pública de ensino.

Roma News: Você acredita que os alunos de escolas públicas serão prejudicados no Enem 2020, visto que as aulas presenciais ainda não retornaram?

Genylton Rêgo: Os maiores prejudicados com a realização do Enem em 2021, serão indubitavelmente os estudantes das escolas públicas. Na maior parte do Brasil, o ensino médio público está paralisado ou está sendo realizado por meio de estratégias de ensino não presenciais. No entanto, é fato que os estudantes das escolas públicas são em sua grande maioria oriundo das camadas populares do Brasil com baixo poder aquisitivo. E exatamente essa parcela da população que tem baixo poder aquisitivo, que é a maior afetada pela exclusão digital. Então esses estudantes não estão conseguindo participar das aulas online. Isso evidentemente os exclui da participação do Enem, tornando algo desleal essa concorrência.

Roma News: Como os alunos podem se preparar para o Enem no ano que vem?

Genylton Rêgo: Eu penso que primeiramente, antes de pensarmos de que forma eles devem se preparar, precisamos discutir como o Estado pretende promover ações formativas para os alunos do ensino médio, sobretudo para os alunos do terceiro ano, que estão fazendo o ano letivo em 2020. A gente não pode responsabilizar o estudante individualmente pelo seu preparo, o fato é que os estudantes do ensino médio, principalmente os de escola pública, não estão tendo acesso a formação mínima que dê a eles a chance de participar de forma equitativa o Enem. Nós precisamos discutir o que é possível ser feito pelo Estado para que não aja prejuízo para os estudantes das escolas públicas.

Roma News: Na sua opinião, qual a melhor solução que o MEC deveria adotar?

Genylton Rêgo: Eu acredito que o MEC deveria efetivamente retardar a realização do exame para o segundo semestre de 2021. Porquê dessa forma haverá tempo para que os alunos das escolas públicas possam finalizar seu ano letivo. E pouco se falam dos estudantes do ensino público do terceiro ano que são portadores de algum tipo de deficiência. Esses são excluídos mais ainda que os demais.

Roma News: Você acha que deve ter mudanças no conteúdo das provas?

Genylton Rêgo: Uma alternativa seria a realização de uma prova que avaliasse os conhecimentos dos estudantes, adquiridos até o segundo ano do ensino médio. Excluindo evidentemente aqueles que estão sendo trabalhados no terceiro ano do ensino médio, já que esse terceiro ano estaria sendo cursado em 2020. O mais correto seria que houvesse uma redefiniçao nos conteúdos que estão sendo cobrados dos estudantes. Vale lembrar que os estudantes de zonas rurais não têm acesso a qualquer rede de internet e até mesmo, no caso da Amazônia, algumas casas só conseguem conectar a sua televisão através de antenas parabólicas.

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Prefeitura de Marituba divulga regras para visitação nos cemitérios nos dias 8 e 9 de agosto
DIA DOS PAIS

Prefeitura de Marituba divulga regras para visitação nos cemitérios nos dias 8 e 9 de agosto

07/08/2020 21:13
Prefeitura de Marituba divulga regras para visitação nos cemitérios nos dias 8 e 9 de agosto
ATUALIZAÇÃO DIÁRIA

Brasil tem 2.962.442 casos de covid-19 e 99.572 mortes; no Pará 167.099 casos e 5.871 óbitos

07/08/2020 21:05
Bebê ganha o colo do pai após nascer de parto prematuro e perder a mãe para a Covid-19
ALTAMIRA

Bebê ganha o colo do pai após nascer de parto prematuro e perder a mãe para a Covid-19

07/08/2020 19:30
Bebê ganha o colo do pai após nascer de parto prematuro e perder a mãe para a Covid-19
Vídeo: Policial aplica golpe 'mata-leão' em mulher durante abordagem no Coqueiro
VIOLÊNCIA POLICIAL

Vídeo: Policial aplica golpe 'mata-leão' em mulher durante abordagem no Coqueiro

07/08/2020 19:00
Vídeo: Policial aplica golpe 'mata-leão' em mulher durante abordagem no Coqueiro
Associação vai fazer manifestação defendendo a retomada das aparelhagens no Pará
SEMANA QUE VEM

Associação vai fazer manifestação defendendo a retomada das aparelhagens no Pará

07/08/2020 18:40
Associação vai fazer manifestação defendendo a retomada das aparelhagens no Pará
Últimas Notícias