Dólar Comercial compra R$ 4,0054 venda R$ 4,0062 máxima 4,0080
Euro compra R$ 4,4420 venda R$ 4,4433 máxima 4,4449
17 Ago - 14h14
sábado, 17 de agosto de 2019
Banco da Amazônia 940x230px
Unique_mobile
APELO

Pai pede agilidade no traslado de corpo do filho que morreu após teste de aptidão física de concurso

Família deseja velar o corpo do jovem no Rio de Janeiro

12 Ago 2019 - 17h29Atualizado 12 Ago 2019 - 18h46
Renan passou mal durante um Teste de Aptidão Física (TAF) do concurso do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves (CPCRC) - Crédito: ReproduçãoRenan passou mal durante um Teste de Aptidão Física (TAF) do concurso do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves (CPCRC) - Crédito: Reprodução

O jovem que foi internado em estado grave na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Sacramenta, em Belém, após passar mal durante um Teste de Aptidão Física (TAF) do concurso do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves (CPCRC), onde concorre ao cargo de perito criminal, faleceu na tarde desta segunda-feira, 12, no Hospital Guadalupe.

José Saisse, pai de Renan Saisse, veio do Rio de Janeiro, onde vive a família, até Belém para dar assistência ao filho. Após a notícia do falecimento, ele informou que não vai solicitar laudo do Instituto Médico Legal (IML) para saber a causa da morte. Segundo ele, isso poderia trazer mais dor à família. Entretanto, o diretor do hospital o convenceu de dar entrada na perícia e aguarda a retirada do corpo.

Além disso, José deseja velar o corpo do filho o mais rápido possível e pede ajuda à Fundação Amparo e Desenvolvimento da Pesquisa (Fadesp), administradora do concurso, para realizar o traslado do corpo ao Rio de Janeiro o quanto antes. De acordo com o pai, um advogado da fundação já está em contato com a família para prestar essa assistência.

Ainda nesta tarde, 12, amigos de Renan pretendiam ir até uma delegacia registrar um Boletim de Ocorrência contra a Fadesp. Segundo testemunhas, o candidato passou mal durante a terceira atividade física, caindo por três vezes. Após ocorrido, ele foi amparado pelos socorristas, mas não foi tirado da prova, o que pode ter agravado o estado de saúde dele. "Para você ter uma ideia, ele concluiu a prova engatinhando”, informou uma das candidatas, que pediu para não ser identificada.

A Fadesp se pronunciou

A Fadesp lamentou a morte de Renan Cabral Saisse e esclareceu que o local de prova contava com uma ambulância e equipe de socorristas de prontidão, que realizou todos os atendimentos imediatos necessários e encaminhou o candidato à unidade de pronto atendimento da Sacramenta. A fundação ressaltou ainda que a 2° etapa do concurso consistiu em uma extensa avaliação médica, na qual o candidato foi considerado apto.

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Deputado comete gafe ao tentar divulgar obra de pavimentação em Capitão Poço. Assista!
FOI MAL

Deputado comete gafe ao tentar divulgar obra de pavimentação em Capitão Poço. Assista!

há 23 minutos atrás
Deputado comete gafe ao tentar divulgar obra de pavimentação em Capitão Poço. Assista!
Maior financiadora do Fundo Amazônia, Noruega foi obrigada a distribuir água por contaminar rio no Pará
POLÊMICA AMBIENTAL

Maior financiadora do Fundo Amazônia, Noruega foi obrigada a distribuir água por contaminar rio no Pará

há 30 minutos atrás
Maior financiadora do Fundo Amazônia, Noruega foi obrigada a distribuir água por contaminar rio no Pará
Caminhões pegam fogo após colidirem na BR 163, no Pará
EM ITAITUBA

Caminhões pegam fogo após colidirem na BR 163, no Pará

17/08/2019 10:36
Caminhões pegam fogo após colidirem na BR 163, no Pará
Coronel da PM sofre sequestro relâmpago em Belém
SEGURANÇA

Coronel da PM sofre sequestro relâmpago em Belém

17/08/2019 08:58
Coronel da PM sofre sequestro relâmpago em Belém
Diretores do Ideflor passam cinco dias em Ilha Bela (SP) com verba pública
FARRA

Diretores do Ideflor passam cinco dias em Ilha Bela (SP) com verba pública

17/08/2019 05:00
Diretores do Ideflor passam cinco dias em Ilha Bela (SP) com verba pública
Últimas Notícias