Dólar Comercial compra R$ 5,5459 venda R$ 5,5466 máxima 5,5592
Euro compra R$ 6,4764 venda R$ 6,4784 máxima 6,487
23 Set - 13h31
quarta, 23 de setembro de 2020
LIDER MAG BIJU - DESK - 23 E 24.9
SER LIDER DE MERC É ...- MOB
CONSERVAÇÃO

Pesquisadores encontram casal de uma das menores cobras do planeta no Parque do Utinga, em Belém

04 Ago 2020 - 15h30Atualizado 04 Ago 2020 - 16h52
Pesquisadores encontram casal de uma das menores cobras do planeta no Parque do Utinga, em Belém - Crédito: Agência Pará Crédito: Agência Pará
Considerada uma das menores espécies de serpentes da Amazônia e uma das três menores do planeta, dois indivíduos, um macho e uma fêmea, da espécie Typhlophis squamosus foram coletados dentro do Parque Estadual do Utinga Camillo Vianna, na última quinta-feira, 30. Os animais foram encontrados na trilha do Yuna, próximo ao Lago Bolonha.
 
A espécie já havia sido identificada na região onde está inserida a unidade de conservação entre as décadas de 80/90. Mas, ao longo de oito anos desenvolvendo pesquisas, esta foi a primeira vez o pesquisador Augusto Jarthe, responsável pela atualização do inventário faunístico de répteis e anfíbios no local, encontrou dois indivíduos da espécie.
 
Foto: Agência Pará
 
“Em oito anos de trabalho identificamos 39 espécies de serpentes no parque. Temos essa menor com pouco mais de 10 centímetros e temos espécies maiores como as sucuris, que medem entre 8 a 9 metros. Ou seja, o parque possui uma amostra representativa da diversidade de serpentes da Amazônia”, frisou o cientista.
 
Ambos são indivíduos adultos e medem cerca de 13 centímetros de comprimento. O macho é um pouco menor que a fêmea. Por viverem em ambientes subterrâneos e possuírem olhos pequenos, o animal também é conhecido popularmente como cobra-cega ou fura-terra, e não é peçonhento. Eles se alimentam de larvas e ovos de invertebrados, principalmente de cupins e formigas.
 
Serpentes
 
De acordo com pesquisadores do Utinga, o casal de espécies encontrado são répteis pertencentes à ordem Squamata (animais que possuem escamas),  São animais ectotérmicos, que dependem de fontes externas de calor para estimular suas atividades metabólicas. Estima-se que evoluíram a partir de lagartos que se enterravam no solo, e que o seu corpo alongado e desprovido de patas seria apenas uma adaptação a esse modo de vida.
 
Ainda segundo a unidade, as serpentes têm no olfato seu principal sentido, elas utilizam a língua bífida (em forma de “Y”) para explorarem o ambiente e capturar moléculas odoríferas no ar.
 
Fonte: Agência Pará

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Vídeo: Aprovados em concurso da Seap fazem protesto para cobrar convocação
MANIFESTAÇÃO

Vídeo: Aprovados em concurso da Seap fazem protesto para cobrar convocação

23/09/2020 12:19
Vídeo: Aprovados em concurso da Seap fazem protesto para cobrar convocação
Polícia desarticula facção criminosa acusada de homicídios e tráfico de drogas
OPERAÇÃO

Polícia desarticula facção criminosa acusada de homicídios e tráfico de drogas

23/09/2020 12:00
Polícia desarticula facção criminosa acusada de homicídios e tráfico de drogas
Caixa d’água cai de caminhão na BR-316 e atinge motociclista da Guarda Municipal
ACIDENTE

Caixa d’água cai de caminhão na BR-316 e atinge motociclista da Guarda Municipal

23/09/2020 11:07
Caixa d’água cai de caminhão na BR-316 e atinge motociclista da Guarda Municipal
Pesquisa aponta que 87,1% dos paraenses não possuem plano de saúde
SAÚDE NO PARÁ

Pesquisa aponta que 87,1% dos paraenses não possuem plano de saúde

23/09/2020 10:45
Pesquisa aponta que 87,1% dos paraenses não possuem plano de saúde
Família pede na Justiça interrupção de gravidez de adolescente estuprada pelo pai
DIREITO

Família pede na Justiça interrupção de gravidez de adolescente estuprada pelo pai

23/09/2020 10:35
Família pede na Justiça interrupção de gravidez de adolescente estuprada pelo pai
Últimas Notícias