Dólar Comercial compra R$ 4,1472 venda R$ 4,1479 máxima 4,1830
Euro compra R$ 4,5681 venda R$ 4,5706 máxima 4,6132
21 Set - 16h58
sábado, 21 de setembro de 2019
sebrae
Unique_mobile
PONTO DE APOIO

Projeto que realiza passeios gratuitos com bicicletas adaptadas lança campanha de financiamento coletivo

12 Set 2019 - 05h00Atualizado 12 Set 2019 - 09h12
Projeto que realiza passeios gratuitos com bicicletas adaptadas lança campanha de financiamento coletivo - Crédito: Divulgação/assessoria Crédito: Divulgação/assessoria

O projeto Ponto de Apoio, que realiza passeios gratuitos em bicicletas adaptadas no Parque Estadual do Utinga, em Belém, iniciou uma campanha de financiamento coletivo para arrecadar fundos que ajudarão na formalização do projeto, manutenção completa das "vermelhinhas" e compra de equipamentos ao projeto, como mesas e cadeiras, além de quitar pendências com fornecedores e adquirir mais uma bicicleta. A campanha é válida apenas até o dia 14 de outubro.

Para garantir transparência, a coordenação publicará no site do projeto uma prestação de contas, com a descrição dos valores arrecadados e despesas pagas, logo ao final da campanha, com a relação de participantes. O projeto Ponto de Apoio iniciou as atividades em junho de 2018 e já realizou mais de 600 passeios gratuitos em 24 edições.

A campanha está hospedada no site Benfeitoria, que realiza consultoria e acompanha os projetos de arrecadação, checando previamente a responsabilidade e seriedade das propostas. Para participar, é preciso fazer um breve cadastro. A campanha possui diferentes fases. A primeira meta é arrecadar R$ 600, que vai garantir a compra de jogos de mesas e cadeiras, que são usadas em cada edição. "Felizmente hoje contamos com ajuda do Ideflorbio, que empresta gentilmente as mesas e cadeiras. Mas, precisamos ter as nossas, para evitar contratempos e liberar as atuais para outros eventos que são realizados no Parque. Esta é apenas uma das cinco metas da campanha", explica um dos coordenadores do projeto, o jornalista Daniel Nardin.

A segunda meta é somar recursos para pagamento das taxas e procedimentos necessários para que o projeto seja formalizado como Associação, possa ter CNPJ próprio e, assim, expandir as atividades e se inscrever em editais de incentivo para projetos sociais. Já a terceira meta é o pagamento de pendências com fornecedores, uma vez que o projeto confeccionou camisetas e kits para os voluntários, além de adquirir bicicleta para deficiente visual que ainda não foi quitada. A quarta etapa vai arrecadar fundos para revisão completa nas bicicletas, incluindo pintura, renovação de estofados e melhorias necessárias na carenagem das "vermelinhas". Já a meta cinco, a última da campanha, é gerar recurso para a compra de mais uma bicicleta com cabine de passageiro. Hoje, o projeto conta com oito bikes deste tipo e o grupo quer chegar a dez.

"O projeto tem crescido e está ficando cada vez mais conhecido. Isso é ótimo. Porém, estamos vendo a demanda por passeios aumentar e a necessidade de mais bicicletas, para atender mais gente", explica Márcia Nunes, terapeuta ocupacional que é também uma das coordenadoras do projeto.

A campanha terá duração de pouco mais de um mês. "Faremos a divulgação nesse curto espaço de tempo e temos certeza que com a boa vontade que notamos em relação ao projeto, muitas pessoas e empresas vão querer fazer parte dessa corrente do bem", aponta Lidiane Sousa, jornalista que também está na coordenação do Ponto de Apoio.

Recompensas como estímulo - Cada contribuição ao Ponto de Apoio garante recompensa para quem deseja participar. As recompensas variam de acordo com o valor repassado e vão desde menção nas redes sociais, bonés, camisetas até a inclusão de marca ou nome nas bicicletas. As doações vão de R$15,00 a R$1.000,00, com diversos valores intermediários. Segundo as regras do Benfeitoria, o financiamento coletivo é no padrão "tudo ou nada".

Ou seja, se a meta 1 não for cumprida, o dinheiro retorna para os contribuintes e o projeto não recebe os recursos. "Já fizemos uma campanha semelhante no início do projeto e cumprimos a meta. Temos certeza que as pessoas vão participar e apoiar o Ponto de Apoio novamente", afirma Márcia Nunes.

Serviço - Financiamento Coletivo para expansão do Projeto Ponto de Apoio

Contribuições a partir de R$15,00 com recompensas. Para participar, acesse https://benfeitoria.com/pontodeapoio2019 .Para saber mais e acompanhar o andamento da campanha, basta acessar as redes sociais do projeto no Instagram e no Facebook (@pontodeapoiopa).

Com informações da assessoria

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Reitor da Uepa apresenta projeto de construção do campus de Ananindeua
EDUCAÇÃO

Reitor da Uepa apresenta projeto de construção do campus de Ananindeua

há 23 minutos atrás
Reitor da Uepa apresenta projeto de construção do campus de Ananindeua
Fiscalização nos açougues de Marabá prende Cerca de 300 quilos de carne clandestina
NO SUDESTE DO PARÁ

Fiscalização nos açougues de Marabá prende Cerca de 300 quilos de carne clandestina

21/09/2019 15:46
Fiscalização nos açougues de Marabá prende Cerca de 300 quilos de carne clandestina
Após se beijarem, jovens foram agredidos por seguranças de casa de show em Belém
HOMOFOBIA

Após se beijarem, jovens foram agredidos por seguranças de casa de show em Belém

21/09/2019 14:30
Após se beijarem, jovens foram agredidos por seguranças de casa de show em Belém
Ônibus com passageiros pega fogo na Ilha de Mosqueiro
SEM FERIDOS

Ônibus com passageiros pega fogo na Ilha de Mosqueiro

21/09/2019 14:20
Ônibus com passageiros pega fogo na Ilha de Mosqueiro
Mototaxista é assassinado no bairro do Paracuri II
ACONTECEU AGORA

Mototaxista é assassinado no bairro do Paracuri II

21/09/2019 14:04
Mototaxista é assassinado no bairro do Paracuri II
Últimas Notícias