Dólar Comercial compra R$ 5,265 venda R$ 5,2666 máxima 5,285
Euro compra R$ 5,7131 venda R$ 5,7169 máxima 5,7583
02 Abr - 17h00
quinta, 02 de abril de 2020
Grupo Líder Gratidão
Basa Caoital de Giro - mobile
CRIANÇAS NA RUA

Projeto social é desalojado de escola pela Seduc e coordenador denuncia. Assista!

As crianças estão desalojadas e estão treinando Jiu-Jitsu nas ruas do bairro

26 Fev 2020 - 10h32Atualizado 26 Fev 2020 - 10h43
Projeto social é desalojado de escola pela Seduc e coordenador denuncia. Assista! - Crédito: Reprodução Sons das Artes. Crédito: Reprodução Sons das Artes.

Na última sexta-feira, dia 21, o presidente do projeto social “Sons das Artes” desabafou em suas redes sociais. Na postagem, o dirigente da ação relata que nas últimas semanas, após acusações falsas da atual gestora da Unidade da Seduc na Escola (USE), as atividades do projeto foram totalmente suspensas na escola estadual Ruy Paranatinga Barata, localizada no bairro do Maracangalha, em Belém.

O projeto “Sons das Artes” surgiu com a colaboração de diversos profissionais no intuito de fortalecer a escola pública e sua comunidade. Todos os dias eram ofertados cursos gratuitos como oficinas de música, cursos de informática, esportes, entre outros, tanto para os alunos da escola, quanto para os pais, chegando a abranger quase 200 pessoas.

Segundo o coordenador do projeto, a gestora da USE, Carmen Silva Mesquita, começou a trabalhar para que o projeto fosse retirado da escola Ruy Paranatinga Barata. A gestora teria afirmado que as atividades não tinham amparo legal para funcionar e que, os profissionais que lecionavam, não possuíam qualquer formação e que cobravam pelos cursos. Assista!

 

O projeto é mantido com doações dos pais de alunos e outros simpatizantes da causa e já apresentava grandes resultados, como crianças entrando em competições esportivas a nível nacional, diminuição da violência e redução de maneira significativa na evasão escolar. Também foi através do “Sons das Artes” que a escola Ruy se tornou um colégio público de referência no ensino integral.

Após essas acusações, os coordenadores receberam um documento informando que deveriam deixar a escola e interromper as ações imediatamente. “Ela protocolou o documento sem ao menos vim conhecer o projeto, ver os benefícios, que ele trouxe aos alunos e a comunidade, proibiu nossas atividades, sem nos dá um tempo de avisar os alunos e sem termos para onde levar nossas coisas” desabafou o presidente.

Pais das crianças que participavam do projeto foram até as redes sociais para desabafar sobre o fim do Sons das Artes.

 

 

“O projeto foi transformado em uma associação justamente para que estivesse dentro da legalidade, todos os nossos professores possuem formação na área e nunca cobramos pelo trabalho que fazemos na comunidade”, relatou o coordenador. “Foi usado contra nós cartazes em que cobramos um preço simbólico de cursos de informática, entretanto, o dinheiro foi todo usado no projeto, reformamos a sala de jiu jitsu, pintamos a quadra e compramos água potável, pois o bebedouro da escola não funciona”, afirmou o coordenador.

“Gostaria de saber o porquê um projeto que não usa um centavo do estado para funcionar e que traz grandes benefícios para a comunidade está sendo atacado dessa maneira? Por que a gestora não quer dialogar conosco? Talvez ela tenha algum interesse próprio, uma escola particular ou alguma parceria que estamos atrapalhando, talvez ela nunca conheceu a realidade de uma escola pública, se preocupa com um projeto ao invés de olhar, por exemplo, para o filtro do bebedouro que não é trocado a mais de quatro anos, muro quebrado, salas com mofo, telhado com goteiras, não tem merenda, mas isso não revolta a gestora”, desabafou o coordenador.

Até o momento a gestora Carmen Silva Mesquita não se pronunciou sobre o caso, enquanto isso o projeto “Sons das Artes” segue funcionando em locais emprestados pela comunidade e até mesmo nas ruas do bairro da Maracangalha.

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Sespa confirma três novos caso de coronavírus no Pará e total chega a 48
ATUALIZAÇÃO

Sespa confirma três novos caso de coronavírus no Pará e total chega a 48

há 14 minutos atrás
Sespa confirma três novos caso de coronavírus no Pará e total chega a 48
Semas: abril será de chuvas intensas na RMB, Marajó e nordeste paraense
ALERTA

Semas: abril será de chuvas intensas na RMB, Marajó e nordeste paraense

há 30 minutos atrás
Semas: abril será de chuvas intensas na RMB, Marajó e nordeste paraense
Detran prorroga licenciamento de veículos acima de 1,1 tonelada
ANUAL

Detran prorroga licenciamento de veículos acima de 1,1 tonelada

há 47 minutos atrás
Detran prorroga licenciamento de veículos acima de 1,1 tonelada
Prefeitura de Salinópolis mantém barreira sanitária e policial na entrada da cidade por mais 13 dias
QUARENTENA

Prefeitura de Salinópolis mantém barreira sanitária e policial na entrada da cidade por mais 13 dias

há 55 minutos atrás
Prefeitura de Salinópolis mantém barreira sanitária e policial na entrada da cidade por mais 13 dias
Prefeitura volta a divulgar ações de combate à Covid-19
NOVAS MEDIDAS

Prefeitura volta a divulgar ações de combate à Covid-19

há 57 minutos atrás
Prefeitura volta a divulgar ações de combate à Covid-19
Últimas Notícias