Dólar Comercial compra R$ 5,3202 venda R$ 5,3208 máxima 5,3232
Euro compra R$ 6,2544 venda R$ 6,2573 máxima 6,2616
03 Ago - 20h43
segunda, 03 de agosto de 2020
PMB ICOAR E OUT 27.7
PMB ICOAR E OUT - MOB 27.7
INICIATIVA

Rede lança cartilhas para apoiar mulheres marajoaras que vivem em Belém

As 30 mulheres beneficiadas pela campanha informativa nasceram nas cidades de Anajás, Cachoeira do Arari, Melgaço, Muaná, Portel, Santa Cruz do Arari e São Sebastião da Boa Vista

11 Jul 2020 - 04h58Atualizado 10 Jul 2020 - 20h24Por FERNANDO ASSUNÇÃO COM SUPERVISÃO ALINE BRELAZ
Rede lança cartilhas para apoiar mulheres marajoaras que vivem em Belém -
Horta em Casa”, “Violência Doméstica”, “Brincadeira, Diversão e Cuidado”, “Meio Ambiente e Bem Viver”, “A Pandemia Não Acabou”, “Mulheres Que Inspiram” e “Receitas” são os temas das cartilhas lançadas pela Rede de Apoio Mulheres Marajoaras em Movimento. A iniciativa busca levar informação clara, simples e gratuita às 30 mulheres que compõem o projeto. Confira as cartilhas aqui.
 
As informações com a Rede são trocadas via grupo de WhatsApp e, semanalmente, elas recebem dois boletins informativos, um ambiente de troca de informação na vida do grupo que, além das dificuldades decorrentes do deslocamento, enfrenta também, neste momento de pandemia, o aprofundamento das mazelas e a super exposição ao coronavírus.
 
Segundo levantamento da ação, essas mulheres estão triplamente expostas, tendo que conviver com a informalidade de seus trabalhos e a não garantia de direitos, a insalubridade de suas casas, que não têm acesso a saneamento básico e vivem em habitações compartilhadas com muitas pessoas, e na pobreza urbana quando, sem uma rede de apoio, ficam reféns desse ciclo de informalidade, insalubridade e vulnerabilidade social.
 
O acesso à informação preventiva contra a covid-19, além do fortalecimento do sentimento de pertencimento ao se apoiar em iguais, por meio de trocas de experiências do dia-a-dia da mulher marajoara, majoritariamente preta e mãe, é um aliado na luta pela vida e o principal objetivo das cartilhas. É o que explica a coordenadora da iniciativa Letícia Carvalho.
 
“Acho que democratizar a informação e o acesso às diversas formas de como enfrentar a pandemia é o que essas cartilhas estão fazendo. A maioria das mulheres vem de um meio de afeto de suas comunidades, comum no Marajó, mas estão afastadas dessas realidades por conta da necessidade do deslocamento onde, muitas vezes, encaram situações de solidão na cidade grande. Por meio do grupo, elas podem se encontrar e se apoiar”, destaca.
 
As 30 mulheres que integram a Rede nasceram nas cidades de Anajás, Cachoeira do Arari, Melgaço, Muaná, Portel, Santa Cruz do Arari e São Sebastião da Boa Vista, sendo 96% negras e 86% mães, com 43% sem renda fixa e 57% morando em casa alugada, segundo levantamento do projeto. Elas vieram para a capital paraense em busca de vidas melhores. Para Potira Sales, integrante da Rede, a experiência vai ficar marcada em sua história de vida.
 
O projeto
 
A Rede de Apoio Mulheres Marajoaras em Movimento foi viabilizada mediante financiamento coletivo. A campanha foi aprovada no Fundo Colaborativo Enfrente, composto pela Fundação Tide Setúbal e demais parceiros e hospedada na plataforma Benfeitoria. Para cada R$1,00 arrecadado de doação individual, o fundo doava mais R$2,00. No total, a campanha, com a contribuição do Fundo Enfrente, arrecadou R$38.210, além de um apoio emergencial do Fundo Baobá para Equidade Racial de R$2.5 mil. A doação custeia o pagamento dos salários das duas coordenadoras locais, produção das cartilhas e bolsas de R$ 400 para cada uma das 30 mulheres que fazem parte da Rede por um período de dois meses. A ação faz parte do projeto Observatório do Marajó.

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Número de óbitos pela covid-19 reduzem 66% no Hospital Dom Vicente Zico, em julho
RECUPERAÇÃO

Número de óbitos pela covid-19 reduzem 66% no Hospital Dom Vicente Zico, em julho

há 28 minutos atrás
Número de óbitos pela covid-19 reduzem 66% no Hospital Dom Vicente Zico, em julho
Justiça determina que missas do Círio de Santo Antônio em Oriximiná serão todas virtuais
MPPA

Justiça determina que missas do Círio de Santo Antônio em Oriximiná serão todas virtuais

03/08/2020 19:30
Justiça determina que missas do Círio de Santo Antônio em Oriximiná serão todas virtuais
Manutenção de calçadas garante acessibilidade para pedestres em Belém
URBANISMO

Manutenção de calçadas garante acessibilidade para pedestres em Belém

03/08/2020 18:37
Manutenção de calçadas garante acessibilidade para pedestres em Belém
Câmara de Belém apreciará proposta de cotas raciais nos concursos públicos da capital paraense
POLÍTICAS AFIRMATIVAS

Câmara de Belém apreciará proposta de cotas raciais nos concursos públicos da capital paraense

03/08/2020 18:20
Câmara de Belém apreciará proposta de cotas raciais nos concursos públicos da capital paraense
Sespa confirma mais 1.772 casos e 15 óbitos de covid-19 no Pará
CORONAVÍRUS

Sespa confirma mais 1.772 casos e 15 óbitos de covid-19 no Pará

03/08/2020 18:18
Sespa confirma mais 1.772 casos e 15 óbitos de covid-19 no Pará
Últimas Notícias