Damares comenta caso de menina desaparecida no Marajó e volta a falar em 'tráfico de crianças' não comprovado; assista

Em meio a polêmica envolvendo a senadora Damares Alves, na noite desta terça-feira, 19, ela compartilhou um vídeo em uma de suas redes sociais, onde aparece emocionada, falando sobre o desaparecimento da menina de 2 anos que está desaparecida em Anajás, no Marajó. Em um recado emocionado para o povo do Marajó, a...

Publicado em 26 de junho de 2024 às 12:13

Em meio a polêmica envolvendo a senadora Damares Alves, na noite desta terça-feira, 19, ela compartilhou um vídeo em uma de suas redes sociais, onde aparece emocionada, falando sobre o desaparecimento da menina de 2 anos que está desaparecida em Anajás, no Marajó.

Em um recado emocionado para o povo do Marajó, a senado menciona que o povo de bem não aguenta mais o desaparecimento de crianças e exploração sexual. 'Gente, Brasil não é o povo do Marajó, os traficantes, os exploradores usam os rios do Marajó para sequestrar crianças e desaparecerem, com crianças. São os rios da Amazônia, que tem fronteiras com os outros países, que as pessoas usam para traficar crianças' disse ela.

A ex-ministra pede calma e confiança na polícia. ' Os policiais são guerreiros. Vamos ficar na torcida para encontrar a menininha' clamou.

Essa semana, o Mistério Público Federal (MPF) no Pará ajuizou uma ação civil pública para que a Senadora, Damares e a União paguem uma indenização de R$ 5milhões à população da Arquipelógo do Marajó, no Pará, por falsas alegações de abuso sexual e tortura contra crianças marajoaras.