Engenheira investigada por tráfico é morta a tiros na BR-155, no Pará

Uma engenheira civil identificada como Tatiany Reichembach Risello foi morta a tiros em um ataque na tarde da última quarta-feira, 27, na BR-155, no município de Rio Maria, no sul do Pará. Ela estava em um carro na companhia de Luiz Gonzaga de Souza Neto, seu companheiro, e uma criança. Segundo o portal Fato Regional,...

Publicado em 26 de junho de 2024 às 13:38

Uma engenheira civil identificada como Tatiany Reichembach Risello foi morta a tiros em um ataque na tarde da última quarta-feira, 27, na BR-155, no município de Rio Maria, no sul do Pará. Ela estava em um carro na companhia de Luiz Gonzaga de Souza Neto, seu companheiro, e uma criança. Segundo o portal Fato Regional, o companheiro ficou ferido e foi resgatado, já a criança não se machucou.

Durante a identificação das vítimas, foi verificado pelas polícias civil e militar que Tatiany e Luiz já foram presos por suspeita de tráfico de drogas e estavam em liberdade recentemente. Foi identificado que Luiz é investigado por um suposto homicídio. Já em relação à engenheira, havia um mandado de prisão aberto contra ela.

O carro em que Tatiany e a família estavam ficou cheio de buracos devido os disparos. Segundo informações, mesmo ferido, Luiz conseguiu dirigir até um lugar mais movimentado de Rio Maria e pediu socorro.

. Crédito: Carro utilizado pela engenheira e o compaheiro - Foto: Reprodução / Redes Sociais

Até o momento não foram divulgadas informações sobre os possíveis suspeitos de terem cometido o ataque contra a engenheira e o companheiro. O crime intrigou a população do município e as autoridades. A Polícia Civil investiga o caso e solicita que quaisquer informações que possam ajudar na solução do caso, podem ser encaminhadas ao Disque-Denúncia (181).