No Pará, criança de 11 anos morre após levar tiro acidental

Uma criança de 11 anos morreu após ser atingida por um disparo acidental de uma pistola calibre 40 em uma área de várzea conhecida como Maturupi localizada em Prainha, oeste do Pará. O acidente aconteceu na manhã de sábado, 29, e foi registrado na delegacia do município. De acordo com o delegado de Polícia Civil,...

Publicado em 25 de junho de 2024 às 21:09

Uma criança de 11 anos morreu após ser atingida por um disparo acidental de uma pistola calibre 40 em uma área de várzea conhecida como Maturupi localizada em Prainha, oeste do Pará. O acidente aconteceu na manhã de sábado, 29, e foi registrado na delegacia do município.

De acordo com o delegado de Polícia Civil, Janilson Gomes, no momento do fato haviam três homens no local, o pai da criança, o dono da arma e o autor do disparo. O dono da arma relatou em depoimento que o objeto estava dentro de uma mochila em cima da mesa onde eles conversavam.

Em determinado momento o dono da arma levantou para ir ao banheiro, e alguns minutos depois ouviu o disparo. Ao chegar no local a criança estava no chão e o pai pressionava o ferimento na barriga causado pelo disparo, tentando estancar o sangue.

Logo em seguida, a criança foi levada em uma motocicleta até a comunidade mais próxima e a ambulância foi acionada. No meio do caminho os paramédicos encontraram a vítima e realizaram o transporte até Prainha.

A criança foi socorrida e passou por cirurgia de emergência, mas não resistiu e morreu devido a hemorragia.

O proprietário da arma se apresentou na delegacia e prestou depoimento. De acordo com o delegado Janilson Gomes, até o presente momento a investigação gira em torno de homicídio culposo, porte ilegal de arma de fogo de uso permitido e omissão de cautela.

A Polícia já identificou quem estava presente no momento do disparo e todos serão ouvidos para os devidos esclarecimentos.

}}Com informações do G1