PC investiga mulher por exercício ilegal da Medicina em clínica particular no Marajó

A Polícia Civil investiga uma mulher que atuava em uma clínica particular no município de Salvaterra, no Marajó, por exercício ilegal da medicina e falsidade ideológica. A clínica no qual ela trabalhava foi alvo de um mandado de busca e apreensão neta terça-feira, 11. Foram apreendidos documentos com assinaturas e carimbos em nome da investigada,...

Publicado em 26 de junho de 2024 às 15:46

A Polícia Civil investiga uma mulher que atuava em uma clínica particular no município de Salvaterra, no Marajó, por exercício ilegal da medicina e falsidade ideológica. A clínica no qual ela trabalhava foi alvo de um mandado de busca e apreensão neta terça-feira, 11.

Foram apreendidos documentos com assinaturas e carimbos em nome da investigada, além de receituários e outros itens utilizados para agendamento de consultas particulares.

A polícia recebeu denúncia anônima que informava que a investigada estaria atuando em uma clínica sem ter realizado o Revalida, exame para revalidação de diplomas de médicos que se formaram no exterior, e sem CRM.

A ação ocorreu após investigações da PC que verificaram a possibilidade do crime. Só então foi realizada a busca e apreensão, deferida pelo Ministério Público. Todo material apreendido vai passar por perícia. O caso seque em investigação.