Projeto 'Escola de Esporte' oferece aulas de beach tennis e futvôlei no Ver-o-Rio, em Belém; veja como participar

A Prefeitura de Belém, por meio da Secretaria Municipal de Esporte, Juventude e Lazer( Sejel), oferece aulas gratuitas de futvôlei e beach tennis, na quadra do Complexo Turístico Ver-O-Rio, em Belém. As aulas fazem parte do projeto Escola de Esporte, da Sejel, que acontecem no Complexo Esportivo Doroty Stang, no...

Publicado em 26 de junho de 2024 às 12:26

A Prefeitura de Belém, por meio da Secretaria Municipal de Esporte, Juventude e Lazer( Sejel), oferece aulas gratuitas de futvôlei e beach tennis, na quadra do Complexo Turístico Ver-O-Rio, em Belém. As aulas fazem parte do projeto Escola de Esporte, da Sejel, que acontecem no Complexo Esportivo Doroty Stang, no bairro da Sacramenta.

As turmas de futvôlei, no Ver-o-Rio,  já estão fechadas, mas as aulas de beach tennis, que começam na próxima quarta-feira, 27, das 7 às 9h, também no Ver-o-Rio, estão com as inscrições abertas. Os interessados podem fazer suas matrículas na quarta-feira, antes de começar as aulas, que serão às quartas e sextas-feiras, das 7 às 9h. 

As aulas de beach tennis e futvôlei são ministradas pelo professor Marcelo Castro. O futvôlei tem quatro turmas formadas, com cerca de 20 alunos em cada turma. As aulas ocorrem às segundas-feiras, de 17 às 20h, e às quartas-feiras, de 18 às 20h.

Mulheres em quadra   

As turmas de futvôlei são formadas, em sua maioria, por mulheres. 'Acho muito interessante esse apoio às mulheres na prática do futvôlei, porque é um esporte considerado predominantemente masculino. Quando vi as aulas aqui, me interessei e matriculei. Estou gostando bastante de ter uma atividade física gratuita e ainda interagir com outras mulheres na prática desse esporte', relata a advogada  Amanda Gurjão 27 anos.

A oportunidade de praticar esporte gratuitamente, com o auxílio de um profissional de educação física, chamou a atenção de Lorrane Santos, 17 anos. 'Moro aqui perto e não perdi a oportunidade de vir me matricular. Há algum tempo queria praticar um esporte com orientação, mas não tinha acesso', destaca a estudante. 

Fonte: Agência Belém