Segup registra dois crimes eleitorais por propaganda irregular no Pará

A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) informa que as ações integradas das forças de segurança no 2º turno das eleições presidenciais tiveram início às 7h deste domingo, 30, na Região Metropolitana de Belém e interior do estado. Toda a açõa faz parte do planejamento montado para a “Operação Eleições...

Publicado em 25 de junho de 2024 às 21:07

A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) informa que as ações integradas das forças de segurança no 2º turno das eleições presidenciais tiveram início às 7h deste domingo, 30, na Região Metropolitana de Belém e interior do estado. Toda a açõa faz parte do planejamento montado para a 'Operação Eleições 2022' que está sendo monitorada pelos Centros Integrados de Comando e Controle Estadual e Regionais, instalados em Belém e em 13 municípios do interior. Os centros instalados nos municípios do interior fornecem as informações ao comando estadual, por meio do sistema de monitoramento alimentado com os dados de cada região, o Centro Integrado do Estado repassa as informações ao CICC nacional pelo sistema Córtex.

Para esta etapa foram empregados mais de 8 mil  agentes de segurança pública que reforçam o policiamento nas principais vias das cidades, em torno dos locais de votação, no atendimento nas Delegacias, além do monitoramento nos Centros Integrados. Cerca de 1.878 agentes estão atuando na RMB, enquanto 6.654 estão distribuídos nas demais cidades do Pará. Há, ainda, o apoio de mais de embarcações, entre elas três blindadas, 6 aeronaves dos Grupamentos Fluvial e Aéreo. 

A atuação do Departamento de Trânsito Estadual (Detran) está presente na Região Metropolitana de Belém e interior do estado, garantindo o controle de equipes em campo, por meio da sala de comando, que identificará os fatores de risco para a segurança viária e fará, a partir daí, o controle de fluxo, interdição e desobstrução de vias, quando necessário, além do controle de acesso ao local de apuração dos votos, também caso haja necessidade. Caso ocorra algum acidente, o município deverá ser acionado para desobstruir a via e garantir a fluidez. O Detran poderá ser acionado em situações de crime de trânsito ou que envolvam veículos oficiais. Até o momento, não houve nenhum registro de acidentes nas rodovias estaduais.

Ocorrências - Desde o início do pleito eleitoral até às 10h30 foi registrada duas ocorrência relacionadas aos crimes de propaganda eleitoral irregular e sigilo do voto, no município de Eldorado do Carajás

Lei Seca – Conforme a portaria publicada pela Polícia Civil estabelecendo às fiscalizações da Lei Seca em todo o estado, durante as eleições de 2022. A portaria proíbe, em todo o território estadual, a venda e o fornecimento, ainda que gratuito, de bebidas alcoólicas por bares, restaurantes, lanchonetes, trailers, quiosques, boates e outros estabelecimentos comerciais e similares, bem como por vendedores ambulantes, no período compreendido entre 00h e 18h nos dias 30. Até o momento, foram fiscalizados mais de 405 estabelecimentos, sem aplicação administrativa, em todo o território paraense. Videomonitoramento - Por meio das câmeras do Centro Integrado de Operações (Ciop), o videomonitoramento está sendo feito no CICC, em tempo real dos principais corredores de veículos e pessoas, além dos principais locais de votação na RMB e Interior, utilizando quase mil câmeras em todo o estado. 

Centros Integrados Regionais - No dia da votação, o Sistema de Segurança tem estratégia para acompanhar em tempo real o andamento da votação, desde a abertura dos portões. Na capital, o CICC está em comunicação com o interior através dos Centros Integrados de Comando e Controle Regionais (CICCR). Ao todo, serão 13 CICCR’s que somam ao CICC, atuante na Região Metropolitana de Belém.

Fonte: Agência Pará