Dólar Americano/Real Brasileiro compra R$ 5,5664 venda R$ 5,5672 máxima 5,5672
Euro/Real Brasileiro compra R$ 6,4531 venda R$ 6,4563 máxima 6,4564
26 Out - 20h28
terça, 26 de outubro de 2021

CONEXÃO CRISTÃ

As Vozes do Gospel e do Secular Juntas e Shallow Now: Um papo franco com Ton Carfi

24 Jun 2019 - 19h46Por Márcio Moreira

Já faz tempo que reunir numa mesma faixa um artista de música não evangélica com um gospel deixou de ser um pecado sem perdão. Diferente da cultura Norte Americana, onde esses encontros sempre se deram com bastante naturalidade, no Brasil até outro dia, pensar num featuring entre artistas cristãos e artistas seculares (termo utilizado para designar artistas ou músicas não-evangélicas) era improvável para não dizer impossível.

Contudo, em tempos de música digital, onde um lançamento dura apenas o tempo necessário para a produção do próximo hit, essas barreiras que não só dividiam, como afastavam propositalmente os segmentos musicais estão cada vez mais frágeis.

Caetano Veloso e Anitta misturam seus estilos no hit 'Você Mentiu'

Assistimos na web uma chuva de Rappers com medalhões da MPB, Sambistas em duo com funkeiros, sertanejos para todos os gostos flertando com todos os gêneros e, por que a música Gospel ficaria de fora dessa?

Emicida e Erasmo Carlos se unem em 'Termos e Condições'

Um dos corajosos pioneiros e desbravadores dessa experiência musical é Ton Carfi. Notável artista da música cristã brasileira, foi recentemente consagrado Pastor em sua igreja local a Comunidade Batista Hermom, em São Paulo e, por isso mesmo, reitera a seriedade de sua filiação à cultura evangélica.

Com quase um milhão e meio de inscritos em seu canal no youtube e mais de 220 milhões de visualizações, o cantor emplacou seu primeiro dueto com um artista de outro segmento em novembro de 2015. O convidado foi o vocalista do grupo de pagode Sorriso Maroto, Bruno Cardoso, no single acústico ‘Porque eu te amei’ que acumulou 100 mil views na primeira semana, apesar das críticas negativas da comunidade evangélica.


Ton Carfi e Bruno Cardoso na gravação de 'Porque Eu Te Amei'

De lá pra cá já gravou com nomes como Bochecha, Jefferson Moraes e MC Livinho, sempre enfrentando os comentários negativos, porém gozando de um número crescente de novos ouvintes não apenas no youtube, mas também nos aplicativos de streaming, a ponto de fechar com sua gravadora um projeto especialmente dedicado aos featurings o ‘Ton ConVida’.

Direto de suas férias nos Estados Unidos com a família, Ton, que foi uma das minhas primeiras contratações no segmento gospel, me atendeu para um papo franco e informal sobre esse assunto que você confere aqui:

MM: Quais as tuas referências musicais dentro e fora do País?

TC: Bom, eu tenho várias referências musicais, fora do País, a minha principal referência vocal foi um cantor chamado Brian Mcknight e um quarteto chamado Boys II Man. Devo muito à eles assim... O que eu canto hoje, a forma como canto tem muito a ver com eles, assim. Porque eu ouvia muito e me espelhava muito neles. Referências brasileiras eu tenho várias. Não só como cantor, mas ministeriais também. Por exemplo, David Quinlan, foi uma grande influência pra mim, ministerialmente falando. André Valadão, Davi Sacer, Luiz Arcanjo, Marquinhos Gomes, entre outros né? Sergio Saas, Pregador Luo, e vários outros, que me ajudaram nessa questão ministerial e também de gestão de carreira.

MM: De onde partiu a ideia de convidar o Bruno do Sorriso para uma participação?

Ton Carfi e Bruno Cardoso na gravação de 'Porque Eu Te Amei'

TC: Eu sempre tive isso no coração. Via os cantores americanos fazendo isso... Eu via o Kirk Franklin chamando o R. Kelly, chamando o Bono (Vox) do U2, para cantarem em uma música dele, uma música chamada ‘Lean on Me’. E desde lá eu tinha muita vontade de fazer isso também, porque eu sei que é uma ferramenta né? De Evangelização. E uma forma de fazer com que a nossa música saia da caixa. Saia das quatro paredes da Igreja e alcance pessoas que estão fora dela. E daí eu tive essa ideia de gravar com o Bruno, a música ‘Porque eu te amei’, fazer uma releitura da canção, e ele aceitou e foi super bem a música, e teve uma aceitação bem legal.
 
 

Ton Carfi e Buchecha no Clipe "Hospício"

MM: Como você descreve a reação do teu público diante dos teus feats seculares? Qual deles gerou mais crítica negativa?

TC: Então, até agora eu fiz quatro feats com artistas seculares: O primeiro foi justamente com o Bruno Cardoso do Sorriso Maroto, o segundo foi com o Bochecha, o terceiro com o MC Livinho e o quatro com o Jefferson Moraes. O que gerou mais crítica foi com o Bruno, do Sorriso, e eu atribuo isso por ter sido a primeira. O meu primeiro feat com um cantor não-gospel. Então ali eu tive, realmente, muita crítica. E muita gente que aceitou. A Maioria aceitou, mas tiveram bastante críticas, aí depois eu fiz com o Bochecha, aí tiveram críticas também, mas foi um pouco menos, aí depois eu gravei com o MC Livinho, que achei que seria o que teria mais críticas, mas quase não teve. Teve pouquíssimas críticas e com o Jefferson Moraes, eu pelo menos não vi nenhuma crítica. Porque, eu entendo que a galera já entendeu o que eu faço, já entendeu o propósito, já amadureceu nesse sentido.

Ton Carfi e MC Livinho na gravação de 'Minha Vez'

MM: Você ganhou um público novo com esses feats?

TC: Ganhei, com certeza, o fã clube todo dessa galera começou a me seguir, e começou a ser edificado, não apenas com a música que eu gravei com eles, mas também com as minhas canções, aquelas que eu faço mesmo quando não tem feats.

MM: Como você se comunica com o público secular?

TC: Bom, a minha comunicação é através da música, eu procuro fazer músicas que não tenham um linguajar específico para a Igreja. Eu até tenho músicas desse tipo, que só quem é da igreja vai entender, mas a maioria das minhas músicas são escritas de uma forma que qualquer pessoa vai conseguir compreender, as vezes eu tento tirar o evangeliquês, aquela língua que só quem é crente conhece, e trazer a música de uma forma que vá obter mais compreensão das pessoas.  

Ton Carfi e Jefferson Moraes  no clipe 'Doce Amor'   

MM: Tem algum feat que vc ainda gostaria de fazer com secular? Quem?

TC: Ah tem bastante, mas eu prefiro guardar segredo porque talvez seja o meu próximo feat.

É claro que Ton Carfi não é o único cantor evangélico que fez dueto com artista secular, entre outros exemplos vale destacar Davi Sacer, que gravou um de seus maiores hits ‘Deus de Promessas’, com a Sertaneja Simone, da dupla Simone & Simaria, e já alcançou 100 milhões de views no youtube, figurando como o maior single do artista em seu perfil no spotify, entre tantos outros adoradores que quebraram o preconceito e viram nos feats não apenas uma oportunidade de expansão de seu público, como também uma grande chance de levar, através da música, A Palavra de Deus para aqueles que não a conhecem.

Gravação do DVD de 15 anos de Carreira de Davi Sacer no duo de 'Deus de Promessas' com Simone (Simone & Simaria)

Seja pelo evangelismo ou pelo business, o fato é que o hábito bastante comum fora do país, como apontado por Ton Carfi, dos duetos entre evangélicos e artistas de outros segmentos virou tendência e provou que a fragilidade entre as barreiras dos diferentes estilos musicais é um sintoma incontestável da era da música digital.  

E você, o que acha dessa mistura de crenças que alcançou a música? Deixe o seu comentário e vamos ampliar esse debate!

Ouça os duetos citados por Ton Carfi nos links abaixo:

Ton Carfi part. Bruno (Sorriso Maroto) - Porque Eu Te Amei [Clipe Oficial]

Ton Carfi - Hospício part. Buchecha [Clipe Oficial]

 

Ton Carfi e Livinho - Minha Vez [Clipe Oficial]

 

Ton Carfi e Jefferson Moraes - Doce Amor [Clipe Oficial]

 

Ouça também o feat de Davi Sacer com Simone:

Davi Sacer - Deus de Promessas part. Simone (Clipe Oficial)

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cemitérios de Mosqueiro são preparados para Dia de Finados
LIMPEZA

Cemitérios de Mosqueiro são preparados para Dia de Finados

há 8 minutos atrás
Cemitérios de Mosqueiro são preparados para Dia de Finados
Poucas e Boas

Política para Mulheres do Pará

há 28 minutos atrás
Senado quer mais acesso a diagnóstico e tratamento do câncer de mama
SAÚDE

Senado quer mais acesso a diagnóstico e tratamento do câncer de mama

há 28 minutos atrás
Senado quer mais acesso a diagnóstico e tratamento do câncer de mama
Renan Calheiros recua e tira nome de Heinze da lista de indiciamentos
CPI DA COVID

Renan Calheiros recua e tira nome de Heinze da lista de indiciamentos

26/10/2021 19:27
Renan Calheiros recua e tira nome de Heinze da lista de indiciamentos
Pará registra 64 novos casos de covid-19 e nenhuma morte pela doença
BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

Pará registra 64 novos casos de covid-19 e nenhuma morte pela doença

26/10/2021 19:06
Pará registra 64 novos casos de covid-19 e nenhuma morte pela doença
Últimas Notícias