Dólar Americano/Real Brasileiro compra R$ 5,0598 venda R$ 5,0603 máxima 5,0617
Euro/Real Brasileiro compra R$ 6,134 venda R$ 6,1356 máxima 6,1349
14 Jun - 20h46
segunda, 14 de junho de 2021

+ que um

Como se planejar pra aposentadoria com um cenário incerto?

19 Jul 2020 - 18h00Por Jonny Penner

Falar de aposentadoria no Brasil ainda é sinônimo de receber sua caixinha do INSS após ter cumprido uma série de requisitos do governo. Simultaneamente, as constantes reformas fazem o brasileiro refletir se este valor que – talvez – receberá quando se aposentar, será suficiente para manter seu padrão de vida atual lá na frente. Sendo assim, muitos começam a refletir sobre a necessidade de fazer seu pé de meia, isto é, um plano privado de aposentadoria. Agora: como se planejar para um futuro tão distante com um cenário cada vez mais incerto? No primeiro momento, vamos nos concentrar no que está em nossas mãos: o planejamento. Em seguida, falamos sobre cenário.

É importante entender que planejar é desenhar o melhor caminho para se chegar à um destino e, como diria a tão famosa frase da obra infantil Alice no País das Maravilhas: “se você não sabe onde quer ir, qualquer caminho serve”. Então, a primeira coisa a se fazer é determinar sua linha de chegada, ou seja, quanto precisa receber de rendimentos para viver feliz para sempre, pelo menos sem se preocupar com dinheiro. Uma vez firmado este valor, definimos o montante necessário para gerar mensalmente este rendimento e, a partir daí, começamos a traçar nosso “caminho”.

Traçar o caminho é criar seu plano de ação. Deve ser como planejar uma viagem, organizando tudo nos mínimos detalhes para que você saiba aonde está e defina como vai chegar lá. Neste ponto, determinamos quando chegaremos lá, os valores e a periodicidade que investiremos, a taxa de juros esperada, e quais os percalços que podemos encontrar ao longo do caminho. Feito isso, podemos considerar criado o nosso planejamento. Se precisar de ajuda, basta clicar aqui. Será feito o download automático de uma simples planilha para te ajudar a montar o plano de ação.

Vale lembrar que estamos passando por uma pandemia que tem afetado diretamente a economia e, consequentemente, o mercado financeiro. Por conseguinte, o medo torna-se cada vez mais presente ao planejar um investimento. Portanto, sabe-se que a pergunta que não quer calar é: o que acontecerá com este planejamento se o panorama ficar cada vez mais incerto? Para que não reste nenhum sintoma desta insegurança, vou te dar três dicas que vão te ajudar a estar preparado para cenários atípicos:

- Respeite seu perfil de investidor. Assim, mesmo que ocorra movimentos bruscos no mercado, você continuará dormindo despreocupado.

Para saber seu perfil de investidor você pode procurar seu banco ou sua corretora de investimentos, que obrigatoriamente possuem um teste para definir seu perfil, chamado de API. Este teste define um perfil que vai de conservador (com menos disposição a risco) até agressivo (com mais disposição a risco). Contudo, no final das contas, você é a pessoa que mais entende o quanto de risco realmente suporta.

É importante lembrar que perfil de investidor não é apenas um sinônimo de disposição à risco, mas um conjunto de aspectos que criam um perfil. Dentre estes aspectos, podemos ressaltar: (i) seu objetivo para tal investimento, (ii) seu horizonte de tempo, e (iii) sua disposição e capacidade para correr riscos.

- Diversifique seus investimentos. Com uma boa diversificação você terá menos exposição ao risco com maior expectativa de ganho. É uma maneira de equilibrar sua carteira em cenários adversos, como o que ocorreu recentemente, onde vimos uma queda na bolsa de valores e, por outro lado, uma valorização do dólar.

Se você tem dúvidas de como diversificar, pode optar por ter um especialista fazendo isso por você, através de fundos de investimento ou de uma carteira administrada. Não se preocupe, você pagará apenas um pequeno percentual do montante que pretende investir.

- Monitore periodicamente sua carteira de investimentos para garantir que ela está andando no rumo esperado e, se necessário, faça ajustes. Minha dica é que o monitoramento ocorra entre 1 e 2 vezes ao ano.

Com esses três pilares bem conduzidos, tenho certeza de que você estará preparado para moldar sua carteira de investimentos sempre que for necessário e alcançará, sem angústia, seus objetivos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Modelo coloca 'bumbum no seguro': 'é o maior do Brasil, então, nada mais justo'
'QUE ABUNDÂNCIA'

Modelo coloca 'bumbum no seguro': 'é o maior do Brasil, então, nada mais justo'

há 18 minutos atrás
Modelo coloca 'bumbum no seguro': 'é o maior do Brasil, então, nada mais justo'
Estudo revela que vacinas da Pfizer e AstraZeneca são eficazes contra variante Indiana
COVID-19

Estudo revela que vacinas da Pfizer e AstraZeneca são eficazes contra variante Indiana

há 41 minutos atrás
Estudo revela que vacinas da Pfizer e AstraZeneca são eficazes contra variante Indiana
Poucas e Boas

Crimes Cibernéticos

há 46 minutos atrás
Andressa Urach procura namorada para filho: 'enviem currículo'
QUEM SE HABILITA?

Andressa Urach procura namorada para filho: 'enviem currículo'

há 56 minutos atrás
Andressa Urach procura namorada para filho: 'enviem currículo'
Associação garante que termelétricas a gás podem gerar economia de R$ 8 bi a consumidores, di
AVALIAÇÃO

Associação garante que termelétricas a gás podem gerar economia de R$ 8 bi a consumidores, di

14/06/2021 19:41
Associação garante que termelétricas a gás podem gerar economia de R$ 8 bi a consumidores, di
Últimas Notícias