Dólar Americano/Real Brasileiro compra R$ 5,4345 venda R$ 5,4359 máxima 5,4447
Euro/Real Brasileiro compra R$ 6,35 venda R$ 6,3521 máxima 6,3609
28 Set - 14h30
terça, 28 de setembro de 2021

Rolê Científico

Entenda o tratamento precoce no país do kit covid

Descubra como o país que descobriu um kit covid como tratamento precoce, tem um dos piores números no combate ao vírus.

14 Abr 2021 - 09h00Por Giovanni Palheta e Yuri Willkens
" frameborder="0" class="imgColunaDet" allowfullscreen>

Com rompimento da pandemia em dezembro de 2019, o que não faltaram foram fórmulas alternativas e protocolos para tratar os doentes. Totalmente compreensível em um momento em que ninguém sabia quase nada sobre a nova doença. Embora ninguém nunca tenha esperado para agir (falácia que sempre repetem), surgiram formas inadequadas de lidar com os doentes e ilusões preventivas, sobretudo no Brasil, onde inventaram até o kit gay covid.

A recomendação para se utilizar os remédios como cloroquina, azitromicina e ivermecina no tratamento da covid-19, partiram de estudos preliminares, estudos iniciais que mostraram uma certa ação contra o vírus. O problemão é que os medicamentos tinham ação eficaz em cultura de células (in vitro), um tipo de teste onde é corriqueiro um resultado positivo. Há resultados positivos de cloroquina para gripe e até zika, (mas ninguém sai recomendando para esses casos, não é?).

Testes in vitro são limitados, eles usam apenas poucos tipos de células para avaliar resultados mais rápidos e para buscar pistas que indiquem se vale a pena seguir os estudos com uma determinada substância. O que é totalmente diferente de testar algo em outros animais e em humanos, organismos com cascatas complexas de reações bioquímicas e interações entre dezenas de tipos de células. É preciso muito cuidado pra saber qual o real efeito de um medicamento. 

A partir dos resultados preliminares de estudos feitos em humanos (com baixa evidência científica), médicos e entidades e outras entidades indicaram de início os medicamentos, para ver se ajudava no momento crítico. No entanto, ainda em 2020 estudos melhores e mais robustos, mostraram que os medicamentos não funcionam para prevenir, nem tratar a doença em qualquer estágio, sendo portanto, desaconselhados por muitos médicos, pesquisadores, agências sanitárias e científicas de todo o mundo. Os remédios do 'kit' foram testados exaustivamente, em milhares de pessoas, e infelizmente não foram úteis para a covid.

E agora? Não podemos prevenir e tratar?

Calma lá, em doença viral tratamos apenas os sintomas (febre, dor de cabeça, faltar ar). A covid-19 é uma doença viral, não existe tratamento precoce medicamentoso para nenhuma outra doença viral. Nem para dengue, nem para zika, nem para febre amarela, muito menos para covid. No máximo há remédios que aliviam os sintomas, prevenção mesmo, só vacina! Graças a ciência já temos muitas opções, nos resta ter vacinas o suficiente para imunizar a população e impedir o vírus de circular. Se nosso país tivesse investido em compra de vacinas ao invés de remédios ineficazes, estaríamos muito melhor nessa pandemia.

O incoveniente é que até hoje, após exaustivos estudos e recomendações das principais agências sanitárias e científicas do mundo, as pessoas ainda continuam acreditando que os medicamentos tem alguma ação contra a doença, incentivados por notícias falsas, profissionais de saúde desinformados / orgulhosos, e pelo presidente, este último, conseguiu fazer campanha política em cima de remédio inútil, boicotar as medidas de isolamento social, adiar compra de vacinas, fazer pouco caso da pandemia e demitir 3 ministros da saúde que discordavam de suas ações absurdas. Logo o Brasil, que inventou o kit covid preventivo, tem um das piores taxas de contaminados e mortes do mundo... Curioso? Não, é evidente pela inutilidade dos remédios nessa doença, e por falta de políticas públicas adequadas.

Ainda estou em dúvida, onde pegar informações confiáveis?

Busque direto nas fontes científicas oficiais internacionais e nacionais. Ninguém mais no mundo recomenda tratar os doentes com os remédios do kit covid. Isso é uma ilusão, tristemente vendida no Brasil, um dos países com desempenho medíocre no combate ao vírus.

Fontes oficiais internacionais: No mundo - Organização Mundial da Saúde (OMS), na Europa - European Medicines Agency (AEM), Nos Estados Unidos - Food and Drug Administration (FDA), no Brasil - Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) Associação Médica Brasileira (AMB), Sociedade Brasileira de Imunologia e na Sociedade Brasileira de Infectologia.

Quer saber mais?

Confira o vídeo do Rolê Científico sobre isso aqui.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Paysandu reformula sócio-torcedor e lança programa com planos entre R$ 25 e R$ 80
NOVAS OPÇÕES!

Paysandu reformula sócio-torcedor e lança programa com planos entre R$ 25 e R$ 80

há 13 minutos atrás
Paysandu reformula sócio-torcedor e lança programa com planos entre R$ 25 e R$ 80
'Nada mudou entre a gente', diz Andressa Suita sobre relacionamento com Gusttavo Lima
APAIXONADOS?

'Nada mudou entre a gente', diz Andressa Suita sobre relacionamento com Gusttavo Lima

há 15 minutos atrás
'Nada mudou entre a gente', diz Andressa Suita sobre relacionamento com Gusttavo Lima
Relatório mostra que PF recomendou ao TSE adoção do voto impresso
SENADO

Relatório mostra que PF recomendou ao TSE adoção do voto impresso

há 17 minutos atrás
Relatório mostra que PF recomendou ao TSE adoção do voto impresso
Felipe Neto diz ser evitado por marcas por conta de bolsonaristas
BOICOTE

Felipe Neto diz ser evitado por marcas por conta de bolsonaristas

há 21 minutos atrás
Felipe Neto diz ser evitado por marcas por conta de bolsonaristas
Jovem de 18 anos é preso acusado de tentar estuprar o irmão de 5 anos em Belterra
BARBARIDADE!

Jovem de 18 anos é preso acusado de tentar estuprar o irmão de 5 anos em Belterra

há 26 minutos atrás
Jovem de 18 anos é preso acusado de tentar estuprar o irmão de 5 anos em Belterra
Últimas Notícias