Dólar Comercial compra R$ 5,3237 venda R$ 5,3247 máxima 5,3242
Euro compra R$ 6,348 venda R$ 6,3513 máxima 6,3515
26 Nov - 00h54
quinta, 26 de novembro de 2020

Rolê Científico

Maniçoba: Prato paraense potencialmente mortal servido em dia santo

Nesta época de Círio, falamos sobre o tradicional prato paraense potencialmente mortal.

12 Out 2020 - 18h00Por Giovanni Palheta e Yuri Willkens

Na época do Círio de Nazaré, umas das maiores manifestações religiosas do mundo, as ruas de Belém do Pará e cidades próximas se perfumam com o cheiro característico da Maniçoba. Saiba um pouco mais sobre esse prato paraense potencialmente mortal e suas características, vamos dar um Rolê científico?!

Um bom resumo do que seria maniçoba, vem do meme que circula há algum tempo pelas redes sociais, que seria: "Pedaços esquartejados de porco cozido por dias em um caldeirão com folhas venenosas. Comida mais demoníaca servida em dia santo". É uma boa e engraçada definição para a nossa iguaria.

A maniçoba é como uma feijoada, só que no lugar no feijão temos a folha da mandioca moída e cozida por 7 dias. O nome maniçoba vem do tupi mandi'sowa - folha da mandioca e é um prato mais comumente servido na época do festejo a nossa senhora de nazaré, o círio. O círio é considerado um 'natal paraense', muito mais que uma celebração religiosa, é parte da cultura paraense e leva mais de 2 milhões de pessoas a participarem. Este ano de 2020 não foi possível os festejos tradicionais em toda sua magnitude por conta do cenário de pandemia.

Não pode dar bobeira durante o preparo da maniçoba, pois a folha da mandioca é venenosa. A planta da mandioca Manihot esculenta Crantz possui ácido cianídrico (HCN), que pode intoxicar e até levar alguém à morte. Por este motivo, o preparo demora cerca de 7 dias para que se elimine o composto venenoso na fervura.

A maniçoba é feita em caldeirões porque é um prato que demora fazer e ainda é dividido entre a família e também vendido, então é sempre bom guardar. A dica é que se ainda está verde, ainda não está boa. Há quem coma a maniçoba com 3 dias de cozimento e fica tranquilo, e você arriscaria? Geralmente se come a iguaria com aquela farinha de mandioca da boa. Perceba a importância que a mandioca tem na alimentação.

A Embrapa Amazônia Oriental, importante centro de pesquisa, estuda e preserva a mandioca há mais de 40 anos, e ainda mantém uma gama de variedades de mandioca no banco ativo de sementes. As pesquisas indicam formas mais eficazes de plantio, controle de pragas, garantem a segurança alimentar, geram emprego e renda. Mandioca é tradição, é cultura e ciência.

Siga o Rolê nas redes sociais!

Twitter

Facebook

Instagram

Siga a Ciência paraense

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Bolão de Maceió leva prêmio de R$ 3 milhões da Mega-Sena
SORTUDOS

Bolão de Maceió leva prêmio de R$ 3 milhões da Mega-Sena

25/11/2020 23:20
Bolão de Maceió leva prêmio de R$ 3 milhões da Mega-Sena
Senado aprova inclusão de agravante a crime de racismo no Código Penal
POLÍTICA

Senado aprova inclusão de agravante a crime de racismo no Código Penal

25/11/2020 22:20
Senado aprova inclusão de agravante a crime de racismo no Código Penal
Velório de Maradona será na Casa Rosada, sede do governo argentino
LUTO

Velório de Maradona será na Casa Rosada, sede do governo argentino

25/11/2020 21:30
Velório de Maradona será na Casa Rosada, sede do governo argentino
Pfizer inicia pedido de registro para vacina na Anvisa
COVID-19

Pfizer inicia pedido de registro para vacina na Anvisa

25/11/2020 21:20
Pfizer inicia pedido de registro para vacina na Anvisa
Acidente de trânsito causa uma morte na rodovia BR 316
ANANINDEUA

Acidente de trânsito causa uma morte na rodovia BR 316

25/11/2020 20:38
Acidente de trânsito causa uma morte na rodovia BR 316
Últimas Notícias