Dólar Comercial compra R$ 5,5089 venda R$ 5,5109 máxima 5,5102
Euro compra R$ 6,4267 venda R$ 6,4312 máxima 6,4345
25 Set - 03h09
sexta, 25 de setembro de 2020

Dani Viaja

Que tal um roteiro especialmente feito pelo Embaixador do Marajó?

24 Jan 2020 - 19h30Por Dani Filgueiras

O que tu fazes quando vais viajar pra algum lugar? Eu planejo, vejo preço, compro passagens, reservo hospedagem, leio sobre a cidade e, principalmente, pergunto tudo pra quem já foi ou mora no lugar, mesmo que eu já tenha visitado o destino escolhido.

Na minha viagem pra Soure, na Ilha do Marajó, não foi diferente. Mas eu contei com as dicas da pessoa que mais conhece e divulga o turismo local, o Madson Santos, conhecido como Embaixador do Marajó, que bomba nas redes sociais com fotos e dicas incríveis do lugar (segue ele: @madsonembaixador).

Vou logo avisando que o Embaixador montou um tour especial, recheado de coisas boas, e com um passeio que ainda é pouco conhecido, mas que é um sucesso entre os visitantes da cidade. Então, prepara tua mala e te joga nesse roteiro.

Se preparando pra começar o passeio

 

Pra começo de conversa...

Começamos o dia um pouco tarde, confesso. É que férias é tempo de não contar muito as horas mesmo… mas 10h30 estávamos no Porto da Balsa, que fica na entrada da cidade, prontinhos pra começar o passeio. Seu Nildo, o barqueiro da Marajó Tour Service, já nos esperava em uma embarcação coberta, equipada com coletes salva vidas e cadeiras confortáveis. Saímos pelo Rio Paracauari, que banha a cidade de Soure, e o que me impressionou nisso é que a gente pouco tem essa perspectiva da cidade (e olha que tem mais de uma década que ando por lá), e é muito bacana observar como tudo se movimenta em torno do rio… as casas suspensas; os búfalos mergulhados; o curral (armadilha pra pegar peixes) a poucos passos das casas; pássaros de várias espécies, como o mergulhão que ficava tranquilo como que fazendo pose pra foto.

Passeio pelo Rio Paracauari

Logo, a agitação e o monte de perguntas que a gente ia fazendo foi dando lugar ao silêncio gostoso pra ouvir o nosso entorno. Isso aconteceu quando saíamos do Rio Paracauari para adentrar o Igarapé dos Pássaros, um portal verde, entrecortado pelo rio. No caminho encontramos pescadores de siri e de camarão. 


Entrada no Igarapé dos Pássaros

Continuamos passeando até entrarmos em um braço estreito do rio, onde o motor deu lugar ao remo e seguimos de mansinho, abraçados pela floresta de manguezais com raízes incrivelmente altas, num cenário digno de filme.

Cenário perfeito pra aquela foto caça like do Instagram

Raízes do mangue

Quando parecia que o passeio ia terminar, paramos para um mergulho no rio, em um lugar chamado Ponta do Garrote. Praia exclusiva, com ondas mansinhas, de frente para o farol da cidade. Nem sei como descrever o prazer de ficarmos curtindo o lugar sem se preocupar com nada, e ainda com água de coco docinha e geladinha pra apaziguar o calor.

Pra ficar de molho e esquecer da hora...


Antônio aprovou o serviço de bordo da Marajó Tour

Bora almoçar é que é.

Já eram 12h30 quando foi anunciado que o nosso tempo tinha acabado. O barqueiro fez uma rápida travessia e nos deixou no Menina da Praia, um restaurante simples, com uma comida de praia deliciosa. Foi uma extensão do clima que vivenciamos pela manhã. Escolhemos siri de entrada, peixe-frito e camarão regional como prato principal.

Entrada


Prato principal

O difícil é sair do lugar, quando a vontade é de tirar um cochilo ali mesmo (quem nunca?), mas a sobremesa falou mais alto e seguimos direto para o Restaurante e Pousada Ilha Bela pra tomar uma rodada de sorvete Ice Búfalo, feito com queijo do Marajó. Pensa numa delícia! Esse Madson sabe mesmo montar um roteiro que deixa a gente animado e sem parar no lugar.

Sorvete Ice Búfalo


Um brinde em melhor estilo

Depois de rodadas dessa doçura gelada que tem o búfalo como garoto propaganda, seguimos para o Curtume Art’Couro Marajó, pra ver de perto como é feita a produção de artefatos de couro.

Artesanato de couro no Marajó

Antônio e Sofia, meus sobrinhos que estavam na viagem, ficaram impressionados em ver como as sandálias eram montadas. Tudo guiado pelo Antenor Penante, um dos herdeiros do lugar, que ia explicando o passo a passo de cada fase até a chegada do produto na loja.

Conhecendo o passo a passo da produção


Produção de sandálias de couro


Eita passeio bom

Chuva? Praia? Sim para as duas perguntas!

Tava com cara de chuva (sim, minha gente, estamos em pleno inverno amazônico), mas resolvemos seguir os planos e ir para a praia da Barra Velha, a 3 km do centro da cidade. No caminho paramos no Ateliê Arte Marajó, do artesão Ronaldo Guedes. Além das peças incríveis que tem no ateliê, a gente ainda pode ter a sorte de encontrar os artesãos trabalhando, como foi o nosso caso.

Ateliê Arte Marajó


Bruno esculpindo uma escultura em madeira

 A mamãe se encantou com isso (sim, eu estava viajando com mãe, sobrinhos e o maridão Kadu Santoro) e, ainda mais, com a decoração caprichosa do espaço.


Sofia, mamãe (Deuzimar) e Antônio


Cada cantinho é um charme a parte

Seguimos pra Barra Velha, começava a chuviscar quando chegamos por lá, mas tava calor mesmo assim (pode?). Aproveitamos o picolé do Jó, que tem o diferencial de oferecer de wi-fi grátis (muito bom!). Com o sinal das operadoras oscilando, o #digitalinfluencerdomarajó Embaixador Madson, aproveitou pra colocar a postagem em dia (esperto que só).

Alguém falou picolé?


Madson colocando os posts em dia

Faça chuva ou faça sol, a Barra Velha é sempre uma boa pedida. Barracas com estrutura, uma boa faixa de areia e o mar (que sofre influência do rio) tornam o cenário perfeito para qualquer tipo de visitante. Nessa época do ano a água está mais pra doce do que pra salgada, o Kadu (que é carioca) não entendeu nada quando voltou do mergulho sem o gosto de sal na boca… coisas que acontecem nessa Amazônia…

Barra Velha também é boa em dia de chuva

Pensa que acabou?

Pra espichar um pouco mais esse dia especial, fomos para o Hotel Marajó. A piscina era um convite ao relaxamento, o que aproveitamos muito bem acompanhados de cerveja, vinho, queijo, doces e batata frita (quero ver tu adivinhares quem preferia o quê nessa lista). O hotel tem uma área de convivência superagradável e com cardápio variado com gostosuras locais. Ficamos “de molho” na piscina até anoitecer…

Pra fechar com chave de ouro


Cardápio para todos os gostos no Hotel Marajó

Doce de cupuaçu com queijo do Marajó e farofa de castanha do Pará

Foi um dia de aventura, contemplação, conhecimento, banho de praia e de rio, comida boa e gostosuras. Quando a programação acabou, todo mundo do grupo estava feliz, ou seja, o mesmo passeio agradou criança, adolescente, avó, casal e amigos, todo mundo na sua vibe, mas tudo junto e misturado. Diz aí, é ou não é um baita roteiro pra fazeres na tua próxima viagem?!

 

Anota aí:

Passeio 1º Igarapé do Nosso Rio Paracauari

Quem faz: Marajó Tour Service

Quanto custa: R$60 por pessoa

Tempo de duração: 2 horas (tempo médio)

Contato: (91)984984670 - @marajotours

OBS: A agência da Patrícia também oferece outros roteiros turísticos.

 

Almoço de praia

Onde: Restaurante Menina da Praia

Endereço: Praia do Farol

Contato: Marajó Tour Service

Preço médio de prato: R$25 (para 2 pessoas)

 

Sorvete Ice Búfalo

Onde: Restaurante e Pousada Ilha Bela

Endereço: Primeira rua, no centro de Soure.

Contato: (91) 3741 1313 ou 996140740

Quanto custa: R$6 (1 bola de sorvete)

 

Curtume Art’Couro Marajó

Endereço: Rua Primeira, nº450. Bairro Novo.

Contato: (91) 98156-6818

Quanto custa: visitação gratuita. As peças têm preço variado.

 

Praia Barra Velha

Endereço: Estrada da Barra Velha. 3 km do centro da cidade. Travessa a porteira da Fazenda Araruna.

Quanto custa: acesso livre, sem custo.

 

Ateliê Arte Mangue Marajó:

Endereço: Estrada da Barra Velha

Contato: (91) 3741-1396 - @atlieartemanguemarajo

Quanto custa: visitação gratuita. As peças têm preços variados.

OBS: Esse é o espaço que fica a caminho da praia. O ateliê principal fica no bairro Pacoval. Ambos espaços oferecem oficina de vivências.

 

Picolé Wi-fi:

Endereço: sem direção certa. Circula em vários lugares da cidade e em várias praias

Contato: facebook.com/PicolezeirodeSoure

Quanto custa: R$3,10 (cada picolé). Wi-fi grátis.

 

Hotel Marajó

Endereço: Rua Primeira, nº351. Bairro Novo.

Contato: (91) 981146094 - @hotelmarajo.soure

Quanto custa: a hospedagem te preços variados. Consulte o site do hotel.

 

Agradecimentos especiais ao Madson Santos, Embaixador do Marajó, por ter montado e acompanhado esse roteiro. Também agradeço a todos os lugares que visitamos pelo carinho com que fui recebida, junto com a minha família.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Amazonas volta a suspender funcionamento de bares e casas de show
CORONAVÍRUS

Amazonas volta a suspender funcionamento de bares e casas de show

24/09/2020 23:20
Amazonas volta a suspender funcionamento de bares e casas de show
PF afirma que respiradores comprados por Helder Barbalho custaram 86% acima da média do mercado
SUPERFATURAMENTO

PF afirma que respiradores comprados por Helder Barbalho custaram 86% acima da média do mercado

24/09/2020 22:00
PF afirma que respiradores comprados por Helder Barbalho custaram 86% acima da média do mercado
Gkay mostra closet de Anitta em novo tour
NOVO EPISÓDIO

Gkay mostra closet de Anitta em novo tour

24/09/2020 21:00
Gkay mostra closet de Anitta em novo tour
Covid-19: Brasil tem 139 mil mortes e 4,65 milhões de casos acumulados
PANDEMIA

Covid-19: Brasil tem 139 mil mortes e 4,65 milhões de casos acumulados

24/09/2020 21:00
Covid-19: Brasil tem 139 mil mortes e 4,65 milhões de casos acumulados
Mário Gomes explica o ‘xixi em público’
REPERCUSSÃO

Mário Gomes explica o ‘xixi em público’

24/09/2020 20:30
Mário Gomes explica o ‘xixi em público’
Últimas Notícias