Dólar Comercial compra R$ 5,3158 venda R$ 5,3163 máxima 5,3792
Euro compra R$ 5,9766 venda R$ 5,9782 máxima 6,0392
05 Jul - 11h24
domingo, 05 de julho de 2020
Equatorial Celpa
Equatorial Celpa mobile
PRIMEIROS TESTES

Uerj desenvolve aparelho que detecta carga de coronavírus no ambiente

29 Jun 2020 - 13h10Atualizado 29 Jun 2020 - 13h10
Uerj desenvolve aparelho que detecta carga de coronavírus no ambiente - Crédito: Tomaz Silva/Agência Brasil Crédito: Tomaz Silva/Agência Brasil

Cientistas da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) desenvolveram um aparelho de baixo custo que mapeia a carga viral do novo coronavírus (covid-19) no ambiente. Batizado de Coronatrack, o dispositivo individual portátil foi criado pelas equipes do Laboratório de Radioecologia e Mudanças Globais (Laramg), do Departamento de Biofísica e Biometria da Uerj.

De acordo com a Uerj, o protótipo custou R$ 200, enquanto um modelo similar importado sai a R$ 4 mil. O pesquisador do Laramg Heitor Evangelista, que também é professor de Biofísica, disse que o aparelho vai possibilitar que o usuário monitore a carga viral nos locais por onde costuma circular.

“Ele tem uma mini bomba de ar, que você coloca numa caixinha presa no seu cinto. É ligado em uma mangueira que vai presa na sua gola, crachá ou bolso. Nessa extremidade o sistema captura o vírus, quando eu ligo a bomba ele vai aspirar o ar em volta de você. Ele vai concentrando o vírus e no fim do expediente aquele material com o vírus acumulado é levado ao laboratório para ser analisado”, explicou.

De acordo com o professor, o sistema é parecido com o utilizado em mineração, para monitorar partículas de poeira no ar. “A gente fez umas modificações nesse equipamento para ser mais eficiente para o vírus. O vírus está ligado às partículas no ar, ele não fica livre, ele se agrega às partículas que já estavam no ar e você inala tudo junto”.

A proposta do projeto, segundo Evangelista, é mapear a concentração de vírus na cidade, por meio de amostras de locais e trajetos. “Esse sistema tem um GPS, então ele coloca o trajeto georreferenciado, aí eu vou medir aquele filtro e vou saber a carga viral daquele trajeto. Se tiver 200 aparelhinhos desses, a gente consegue mapear o Rio de Janeiro, e com isso a gente pode saber em que áreas a gente tem uma maior carga viral no ar do que outros lugares e, com isso, ver se precisa monitorar mais ali, fazer mais medidas”.

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Uso errado da máscara de proteção diminui a eficácia. Confira os erros mais comuns!
CORONAVÍRUS

Uso errado da máscara de proteção diminui a eficácia. Confira os erros mais comuns!

05/07/2020 04:59
Uso errado da máscara de proteção diminui a eficácia. Confira os erros mais comuns!
Tóquio registra 131 novos casos de coronavírus
INFECTADOS

Tóquio registra 131 novos casos de coronavírus

04/07/2020 23:30
Tóquio registra 131 novos casos de coronavírus
Brasil tem 1.577.004 casos e mais de 64 mil mortes por covid-19 confirmadas
ATUALIZAÇÃO

Brasil tem 1.577.004 casos e mais de 64 mil mortes por covid-19 confirmadas

há 15 horas atrás
Brasil tem 1.577.004 casos e mais de 64 mil mortes por covid-19 confirmadas
Rio de Janeiro chega a 120 mil casos de covid-19; óbitos se concentram na capital
BALANÇO

Rio de Janeiro chega a 120 mil casos de covid-19; óbitos se concentram na capital

04/07/2020 19:30
Rio de Janeiro chega a 120 mil casos de covid-19; óbitos se concentram na capital
Óbitos por covid-19 chegam a 15,9 mil em São Paulo
NAS ÚLTIMAS 24 HORAS

Óbitos por covid-19 chegam a 15,9 mil em São Paulo

04/07/2020 18:46
Óbitos por covid-19 chegam a 15,9 mil em São Paulo
Últimas Notícias