Dólar Comercial compra R$ 3,7557 venda R$ 3,7572 máxima 3,7573
Euro compra R$ 4,2887 venda R$ 4,2901 máxima 4,2941
19 Nov - 08h58
segunda, 19 de novembro de 2018
ELEIÇÕES 2018

Em Belém, Ciro afirma que mulheres brasileiras vão salvar o Brasil

Ciro também afirmou que Fernando Haddad não conhece o Brasil e é inexperiente

15 Set 2018 - 20h20Por Da Redação
Ciro Gomes visita Belém pela segunda vez nestas eleições - Crédito: Reprodução - Portal CriativaCiro Gomes visita Belém pela segunda vez nestas eleições - Crédito: Reprodução - Portal Criativa

Pela segunda vez nesta campanha eleitoral, o candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes, vem a Amazônia. Somente neste sábado, 14, ele manteve agenda em Manaus (AM) e Macapá (AP). Desde o final da tarde, Ciro está em Belém, onde realiza comício neste momento no Portal da Amazônia.

Em entrevista coletiva, Ciro Gomes garantiu que tem política específica para a região amazônica, adensando cadeias produtivas e com a implantação de uma política de indústria e comércio exterior, que consta no seu plano de governo.

Especificamente para a Amazônia, Ciro Gomes citou que a melhor alternativa é o desenvolvimento de um programa industrial na área da saúde com base na biotecnologia, além da implantação de um complexo industrial do agronegócio, já que o setor produz na região com baixo valor agregado, sem verticalização da produção. A terceira alternativa que abrange todo o País, é a implantação de um complexo industrial da defesa, a fim de que o País fabrique as próprias armas das forças armadas e polícia. Segundo o candidato, o Estado brasileiro gasta cerca de R$ 20 bilhões na Europa e Estados Unidos, comprando esses produtos.

O saneamento básico, segundo Ciro, será a primeira obra de seu governo, logo no primeiro dia. Ele garantiu que vai adensar junto com a ára de moradia, utilizando recursos do Fundo de Garantia do Trabalhador (FGTS), mas também recorrer ao Banco Mundial e outras instituições para financiar a destinação correta dos resíduos sólidos das cidades, distribuir água tratada para as comunidades e utilizar a construção civil para alavancar a geração de empregos com mais velocidade.

Haddad e as mulheres entraram na agenda do candidato do PDT, que aparece em empate com o petista

Ciro Gomes afirmou que as mulheres vão salvar o Brasil. Questionado sobre o grupo de mulheres que se reúnem no facebook contra a candidatura do candidato do PSL, Jair Bolsonaro, ele disse que já são mais de 2,2 milhões. 

Segundo Ciro Gomes, a mulher brasileira já paga uma dupla jornada de trabalho com remuneração de cerca de 70% a menos que o homem e que é preciso reconhecer que no futuro a humanidade será feminina. "O futuro é feminino", ressaltou.

Em relação ao empate com Fernando Haddad, candidato do PT à Presidência, Ciro Gomes afirmou que tem uma boa relação com o petista, que ele é seu amigo, mas que o momento atual da nação pede uma grande gestão. "Ele (Haddad) não conhece o Brasil".

Segundo Ciro, o fato do petista ter perdido a reeleição em 2016 para João Dória (PSDB) é um fato negativo. Ele lembrou que Haddad obteve apenas 16% dos votos e que é inexperiente e ainda ressaltou que o petista não conhece a agenda do povo brasileiro.

Para Ciro, o antipetismo generalizou-se no Brasil, menos no Norte e Nordeste, mas nas outras regiões, é uma realidade.

 

 

 

Deixe seu Comentário