Dólar Comercial compra R$ 5,617 venda R$ 5,6199 máxima 5,6344
Euro compra R$ 6,6623 venda R$ 6,6667 máxima 6,6793
25 Out - 04h58
domingo, 25 de outubro de 2020
BASA - CAP DE GIRO - DESK - 24, 25 E 26.10 - ALTERN
BASA - CAP DE GIRO - MOB - 24, 25 E 26.10 - ALTERN
POLÍTICA

Pará caminha a passos lentos em relação à representatividade política

16 Out 2020 - 05h00Atualizado 16 Out 2020 - 09h08
Pará caminha a passos lentos em relação à representatividade política - Crédito: Agência Brasil Crédito: Agência Brasil

Os dados do Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE) mostram que a região Norte ainda apresenta majoritariamente candidatos do sexo masculino com 66,6%,. As mulheres formam 33,4%. Os políticos que se autodeclararam brancos representam 48,05%, pardos são 39,46% e 10, 5% são pretos, indo na contra mão de aumentos de registros nacionais que apontaram um salto no que diz respeito à gênero e raça.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE)  mostra uma outra realidade para as eleições municipais deste ano. Já houve registro de 49,9% dos candidatos que se autodeclararam negros. O número de políticos indígenas aumentou 26,8% na comparação com o pleito de 2016. A quantidade de candidaturas indígenas corresponde a 0,39% do total de candidatos registrados junto à Justiça Eleitoral, percentual bem próximo ao tamanho dessa população no país.

A bancada feminina alcançou um número de 180.799 dos 545.452 candidatos que disputarão as eleições em 2020, de acordo com dados do Tribunal.

A Aliança Nacional LGBTI+ registrou aumento de 86%. Segundo dados do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), no Pará, houve o registro de oito candidatos com nome social para cargo de vereador.

A antropóloga e pesquisadora Rachel Abreu afirma que as possíveis explicações para esse salto nos números seria a maior visibilidade das temáticas referentes a diversidade étnica, racial, de gênero. “Os temas têm conquistado a opinião pública, em virtude, por exemplo, da expressividade dos movimentos sociais e o reconhecimento da relevância dessas pautas por vários governos estaduais e municipais. Essas candidaturas nos permite refletir sobre a política institucional de forma mais ampla, demonstrando a relevância que a temática da diversidade cultural tem ganhado no âmbito da política institucional brasileira”, afirmou.

A pesquisadora explica que mesmo o processo eleitoral sendo desigual, com eleitores e eleitoras ainda escolhendo candidatos brancos, sem apresentar vieses raciais, a participação de minorias na política é extremamente importante.  “Isto, porque o quadro da representação política não reflete apenas as preferências dos eleitores, mas também as restrições presentes na própria composição eleitoral.  O expressivo número de candidatos negros, por exemplo, reflete o compromisso que os candidatos estão assumindo e contribuindo para o ganho de legitimidade política da temática racial e cidadania, dos que vivem e sentem a desigualdade e a discriminação, impactando o maior protagonismo do segmento negro na política partidária-eleitoral”, disse Rachel Abreu.

A estudante universitária Vic Argôlo afirma que desde 2014 sempre buscou votar em candidaturas que são compostas por mulheres (cis ou trans) e pessoas pretas que estivessem comprometidas com discussões de gênero, raça e educação, levando em consideração a sua formação em Ciências Sociais e ser por ser trans preta. “Acredito que a importância disso tudo está justamente no fato de que os espaços precisam refletir suas populações. Quando a gente vê candidaturas que são compostas por pessoas de diferentes segmentos sociais como mulheres, indígenas, pessoas pretas, da comunidade LGBTQIA+, dentre outras, é possível que possamos começar a repensar aqueles espaços e repensar, principalmente, em um espaço de decisão que vai atingir a vida de todas essas pessoas”, declarou.

O negacionismo em relação à diversidade cultural e de gênero, seja no campo da política, nas universidades, ainda é uma realidade na visão do antropólogo Ramon Reis, porém, para ele, trazer esse debate para o campo de formulação de política pública é fundamental. “Cabe ressaltar a importância dos candidatos trans. Foi realizada uma pesquisa diagnóstico do impacto da covid-19 nas vivências da comunidade LGBTIQIA+, com foco na população trans, do coletivo Vote LBGT, que mostrou três a cada dez desempregados estão sem trabalho há um ano ou mais. Isso tem afetado principalmente as pessoas LGBTIQIA+ pretas, pardas e indígenas. Então, quando a gente tem a representatividade nesses espaços, é possível pensar na questão da empregabilidade da população trans, que é vista ainda hoje nesse lugar da prostituição. É preciso que essa população ocupe o espaço e que exista essa possibilidade de construção da cidadania”, concluiu.

 

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 98469-4559ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Confira a agenda dos candidatos a prefeito de Belém deste domingo, 25
ELEIÇÕES 2020

Confira a agenda dos candidatos a prefeito de Belém deste domingo, 25

há 18 segundos atrás
Confira a agenda dos candidatos a prefeito de Belém deste domingo, 25
Ibope confirma empate técnico entre Priante e Thiago Araújo para prefeito de Belém
ELEIÇÕES 2020

Ibope confirma empate técnico entre Priante e Thiago Araújo para prefeito de Belém

24/10/2020 19:40
Ibope confirma empate técnico entre Priante e Thiago Araújo para prefeito de Belém
'Tinder Eleitoral': plataforma dá match e acompanha vereadores para eleições
ELEIÇÕES 2020

'Tinder Eleitoral': plataforma dá match e acompanha vereadores para eleições

24/10/2020 18:32
'Tinder Eleitoral': plataforma dá match e acompanha vereadores para eleições
Dados do TSE revelam que Paragominas é governada pelo mesmo partido há 20 anos
ELEIÇÕES 2020

Dados do TSE revelam que Paragominas é governada pelo mesmo partido há 20 anos

24/10/2020 14:13
Dados do TSE revelam que Paragominas é governada pelo mesmo partido há 20 anos
Para 'bombar' anúncios, candidatos já investiram R$ 12,8 milhões no Facebook
ELEIÇÕES 2020

Para 'bombar' anúncios, candidatos já investiram R$ 12,8 milhões no Facebook

24/10/2020 13:06
Para 'bombar' anúncios, candidatos já investiram R$ 12,8 milhões no Facebook
Últimas Notícias