Dólar Comercial compra R$ 3,8293 venda R$ 3,8313 máxima 3,8293
Euro compra R$ 4,2911 venda R$ 4,2941 máxima 4,3047
14 Nov - 08h21
quarta, 14 de novembro de 2018
ATENDIMENTO ESPECIALIZADO

'Transtorno dos números': candidata fará Enem sem noção de contas fáceis ou de tempo.

08 Nov 2018 - 08h27
'Transtorno dos números': candidata fará Enem sem noção de contas fáceis ou de tempo. - Crédito: Reprodução/Quero Bolsa Crédito: Reprodução/Quero Bolsa

Beatriz Carvalho, de 17 anos, simplesmente não consegue fazer calculos. Ela prestará o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no próximo domingo (11) e precisará resolver questões de exatas. Mas atividades simples como calcular troco ao fazer compras, olhar as horas em um relógio de ponteiro, fazer contas mentalmente é praticamente impossível.

Essa dificuldade não é falta de capacidade ou desinteresse. Beatriz é muito dedicada aos estudos e sempre tira notas altas em disciplinas como Geografia e História. A matemática só é um obstáculo por causa de um transtorno de aprendizagem pouco conhecido: a discalculia. Em inglês, é conhecido como “number blindness”, ou seja, “cegueira numérica”.

Para fazer o Enem, a jovem terá direito a uma calculadora, uma hora a mais para fazer a prova e a uma pessoa que lerá as questões para ela. Ao todo, serão  337 pessoas com discalculia e todas têm direito ao atendimento especializado nesta edição do exame.

“Fiz o Enem como treineira no ano passado e esses recursos me ajudaram bastante. O ledor, infelizmente, não costuma saber o que é discalculia. Explico os sintomas e ele me auxilia a digitar os números corretamente na calculadora e não me deixa confundir um algarismo com outro”, diz Beatriz. Até na prova de geografia, o auxílio é útil – afinal, gráficos e mapas precisam ser interpretados.

O neurologista Antonio Carlos de Farias, do Hospital Pequeno Príncipe (PR), esclarece o que é o transtorno. “Esse distúrbio não depende da dedicação do aluno ou de sua inteligência. Ele afeta o neurodesenvolvimento do paciente e suas conexões cerebrais”, diz. “Os sintomas podem variar: incluem dificuldade em ler enunciados de problemas matemáticos, problemas de raciocínio e de orientação espacial”, completa.

Em sua rotina, a Beatriz encontrou formas de conviver com o transtorno e de ser independente. Bolsista no Colégio Moppi, no Rio de Janeiro, ela recebe auxílio dos professores e pode resolver as questões de matemática em dupla com algum colega.

Pela casa, espalhou relógios digitais, até no banheiro. Eles ajudam a jovem a ter uma noção melhor da passagem do tempo. Na bolsa, não pode faltar a calculadora: ela é usada para calcular trocos, por exemplo.

O sonho da jovem é cursar licenciatura em história. Ela quer ser professora justamente por perceber, ao longo de sua trajetória, a importância do docente na vida dos estudantes que têm alguma dificuldade de aprendizagem. “Meus professores foram essenciais. Me passaram calma, pensamento crítico e elevaram minha autoestima”, conta. “Quero tornar a educação mais inclusiva.”

 

Atendimento especializados no Enem 2018, por tipo

Autismo - 774 inscritos

Baixa visão - 5.232

Cegueira - 787

Déficit de atenção - 2.408

Deficiência auditiva - 8.915

Deficiência física - 1.951

Deficiência intelectual (mental) - 7.188

Discalculia - 337

Dislexia - 1.418

Surdez - 1.444

Surdocegueira - 16

Visão monocular - 1.377

Fonte: G1

Deixe seu Comentário

Leia Também

Enem tem 66 eliminados e 29,2% de ausentes no segundo dia de provas
BALANÇO

Enem tem 66 eliminados e 29,2% de ausentes no segundo dia de provas

12/11/2018 04:59
Enem tem 66 eliminados e 29,2% de ausentes no segundo dia de provas
Ex-moradora de rua presta Enem em Campinas; 'fiz com confiança', diz
ENEM 2018

Ex-moradora de rua presta Enem em Campinas; 'fiz com confiança', diz

11/11/2018 21:30
Ex-moradora de rua presta Enem em Campinas; 'fiz com confiança', diz
Professores dizem que provas exigiram menos cálculos do que as de 2017
ENEM 2018

Professores dizem que provas exigiram menos cálculos do que as de 2017

11/11/2018 21:00
Professores dizem que provas exigiram menos cálculos do que as de 2017
Candidatos do Enem dizem que provas estavam extensas e interpretativas
ENEM 2018

Candidatos do Enem dizem que provas estavam extensas e interpretativas

11/11/2018 20:42
Candidatos do Enem dizem que provas estavam extensas e interpretativas
Rossieli defende qualidade das provas do Enem após críticas
POLÊMICA

Rossieli defende qualidade das provas do Enem após críticas

11/11/2018 20:05
Rossieli defende qualidade das provas do Enem após críticas
Últimas Notícias