Dólar Comercial compra R$ 4,0215 venda R$ 4,0228 máxima 4,0265
Euro compra R$ 4,4936 venda R$ 4,4971 máxima 4,5011
19 Mai - 03h48
domingo, 19 de maio de 2019
cerpa
Unique_mobile
"HOJE, ONTEM E SEMPRE"

Eliana Pittman lançará álbum inédito após 17 anos

14 Mar 2019 - 16h47
Eliana Pittman lançará álbum inédito após 17 anos - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

A cantora carioca Eliana Pittman, anunciou volta ao mercado fonográfico no ano de 2019 com álbum inédito. A artista fez sucesso com discos e shows feitos nas décadas de 1960 e 1970.

De contrato assinado com a gravadora Kuarup, a artista lança em maio o disco Eliana hoje, ontem e sempre, produzido por Thiago Marques Luiz com a trilha sonora do espetáculo de dança Cebola – Cascas de um todo (2018), apresentado no ano passado na cidade de São Paulo (SP).

O repertório inclui músicas como Preciso me encontrar (Candeia, 1976), Nosso estranho amor (Caetano Veloso, 1980), Ex-amor (Martinho da Vila, 1981), Drão (Gilberto Gil, 1982), Onde estará o meu amor? (Chico César, 1996) e Gamei (Délcio Luiz e André Renato, 1996).

O título Eliana hoje, ontem e sempre alude ao fato de o álbum reunir duas gravações de épocas distintas no mesmo CD, cujo encarte reproduzirá fotos tiradas no alvorecer dos anos 1970, quando a artista morava em Paris.

A propósito, o bônus do disco é a inédita gravação ao vivo de show feito pela cantora na capital da França, em 1970, no embalo da vitória do Brasil na Copa do Mundo disputada no México, ocasião em que a Seleção Brasileira conquistou o tricampeonato mundial de futebol.

Feita em fita de rolo, diretamente da mesa de som, a gravação do show flagra Eliana em momento de auge artístico, dando voz a um repertório ufanista que inclui músicas de Antonio Carlos Jobim (1927 – 1994) e Jorge Ben Jor, de cujo cancioneiro a cantora interpreta Mas que nada (1963), País tropical (1969) e Que pena (1969).

Em cartaz pelo Brasil com show Do samba ao carimbó, Eliana Pittman lançou em abril do ano passado o álbum Ao vivo na boate Porão 73(2018) com o registro parcial de show feito pela cantora em 1966 com o pai Booker Pittman (1909 – 1969), saxofonista de jazz.

Já o último disco de carreira da cantora foi Minhas novas influências(2002), editado há 17 anos de forma independente.

O álbum Eliana hoje, ontem e sempre foi gravado no estúdio paulistano Parede e Meia.

Fonte: Globo.com

Deixe seu Comentário

Leia Também

Game of Thrones: Parece que o elenco da série não está muito feliz com a última temporada. Veja!
SERÁ?

Game of Thrones: Parece que o elenco da série não está muito feliz com a última temporada. Veja!

há 7 horas atrás
Game of Thrones: Parece que o elenco da série não está muito feliz com a última temporada. Veja!
Brinquedo Assassino ganha classificação para maiores de 18
NOS EUA

Brinquedo Assassino ganha classificação para maiores de 18

18/05/2019 19:28
Brinquedo Assassino ganha classificação para maiores de 18
Viviane Batidão comenta versão de Shallow produzida por Paula Fernandes
CONFIRA

Viviane Batidão comenta versão de Shallow produzida por Paula Fernandes

18/05/2019 17:29
Viviane Batidão comenta versão de Shallow produzida por Paula Fernandes
Oficina de produção de conteúdo para novos formatos é realizada no Solar Colaborativo
SE LIGA SÓ

Oficina de produção de conteúdo para novos formatos é realizada no Solar Colaborativo

18/05/2019 14:16
Oficina de produção de conteúdo para novos formatos é realizada no Solar Colaborativo
O live action de Caverna do Dragão é, na verdade, um comercial de carro
ÉGUA, NÃO

O live action de Caverna do Dragão é, na verdade, um comercial de carro

18/05/2019 12:57
O live action de Caverna do Dragão é, na verdade, um comercial de carro
Últimas Notícias