Festival Mundozito traz programação gratuita para crianças em Ananindeua

Idealizado em 2021, quando foi realizado de forma virtual por causa da pandemia de Covid-19, o Festival Mundozito ocorre no sánado, 23, na Usina da paz do Icuí Guajará, em Ananindeua. O evento conta com uma programação para as crianças e famílias, com atrações musicais, teatrais, cinema, contação de histórias, teatro...

Publicado em 26 de junho de 2024 às 12:11

Idealizado em 2021, quando foi realizado de forma virtual por causa da pandemia de Covid-19, o Festival Mundozito ocorre no sánado, 23, na Usina da paz do Icuí Guajará, em Ananindeua. O evento conta com uma programação para as crianças e famílias, com atrações musicais, teatrais, cinema, contação de histórias, teatro de bonecos, oficinas, brincadeiras e atividades, das 09h às 16h, com entrada franca.

'O Mundozito veio como um sonho de criar um festival que unisse várias linguagens, com o tripé formado por cinema, teatro e música', disse o animador Cássio Tavernard, que junto com o publicitário Gustavo Rodrigues são os realizadores do Festival. 'Entendemos que o projeto não tinha caráter unicamente de espetáculo. Vimos que a palavra ‘formação’ era tão importante quanto. Temos na equipe uma coordenação pedagógica que é fundamental para nos orientar nos variados temas que envolvem o crescimento dos pequenos. Se o Mundozito conseguir ser um vetor que auxilie os pais e a sociedade no desenvolvimento das crianças, saberemos que estamos no caminho certo', afirma Gustavo.

As atrações musicais serão o Bando Mastodente, a versão infantil da trupe dos Mastodontes, a Banda Zito Trio, criada para a versão digital e responsável pela trilha sonora original, e os cantores Andro Baudelaire e Ricardo Aquino. O Zito Trio é formado pelos músicos e instrumentistas Renato Torres, Diego Xavier e Armando de Mendonça, todos com carreiras consolidadas em outros diversos projetos, muitos deles voltados para o público infantil.

'Escolhemos um repertório baseado nos anseios do projeto, com uma abordagem dentro das buscas do Mundo Zito, do teatro, da música e da contação de histórias. Buscamos colocar tudo isso dentro do universo da criança, que passa pela delicadeza', conta Renato. 'O Mundozito traz essa riqueza que o Brasil tem de construir cultura para criança. O teatro popular tem como raiz essa arte feita para crianças', finaliza.