Dólar Comercial compra R$ 4,1947 venda R$ 4,1949 máxima 4,1948
Euro compra R$ 4,6209 venda R$ 4,6215 máxima 4,6261
29 Jan - 00h22
quarta, 29 de janeiro de 2020
Unique
Unique_mobile
POLÊMICA SEM FIM

Após desclassificação do Papão, ex-presidente da Comissão de Arbitragem da FPF afirma: "não houve pênalti"

09 Set 2019 - 15h01Atualizado 09 Set 2019 - 21h15
Após desclassificação do Papão, ex-presidente da Comissão de Arbitragem da FPF afirma: "não houve pênalti" - Crédito: Reprodução. Crédito: Reprodução.

Após a eliminação bicolor nas quartas de final do Campeonato Brasileiro da Série C o portal Roma News conversou com um especialista em arbitragem sobre o polêmico lance que mudou a história do confronto com o Náutico-PE. Fernando Sérgio Castro, instrutor de arbitragem formado pela FIFA, ex-árbitro e ex-presidente da Comissão de Arbitragem da FPF, garante que o pênalti marcado pelo árbitro Leandro Vuaden no apagar das luzes jogo nunca existiu. 

Sobre interpretação da regra para marcação de penalidades máximas, existe um ponto que desconsidera a falta dentro da grande área "quando a bola é rebatida no próprio corpo ou no corpo de um companheiro ou adversário próximo, de modo que não tenha havido tempo de reação para evitar o toque". Segundo Fernando Sérgio, esse cenário é exatamente o que deveria ter sido considerado no caso do Paysandu. O bicolor Caíque Oliveira cabeceou e, claramente, a bola bateu na mão de Uchôa e não o contrário.

Para Fernando, que apitou centenas de jogos por todo o país, é preciso que a nova orientação da Fifa seja seguida " 
"A entidade maior do futebol determina que em um lance como esse, em que houve o cruzamento pra dentro da área e o zagueiro, involuntariamente, tira com a cabeça, com a bola tocando a mão do companheiro no trajeto - não havendo tempo de esse colega fazer algo -, a orientação é não marcar nada. Não houve características de pênalti na jogada", afirmou.

O ex-árbitro também acredita que, sob nemhuma hipótese, os jogadores do Paysandu teriam tido a intenção de paralisar a partida e que faltou senso de interpretação para o juiz gaúcho. "Basta saber interpretar a jogada. O intuito do zagueiro foi tirar a bola da área. As imagens são claras. Não houve pênalti. O árbitro interpretou errado o lance", finalizou.

Por conta do ocorrido, o presidente do Paysandu decidiu ir à sede da Confederação Brasileira de Futebol ainda nesta segunda-feira, 9. O dirigente prometeu tomar medidas judiciais contra Leandro Vuaden. Deve ser pedido até mesmo a anulação do resultado do jogo que, por conta do polêmico pênalti, foi levado às penalidades máximas que colocaram o Náutico na Série B do ano que vem.

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Uchôa está pronto para retornar ao time biclor
RECUPERADO!

Uchôa está pronto para retornar ao time biclor

28/01/2020 18:48
Uchôa está pronto para retornar ao time biclor
Vinicius Leite: 'Vamos melhorar com o decorrer dos jogos'
É NORMAL

Vinicius Leite: 'Vamos melhorar com o decorrer dos jogos'

28/01/2020 18:28
Vinicius Leite: 'Vamos melhorar com o decorrer dos jogos'
Xaves crê em evolução azulina: 'Crescente significativa'
EM EVOLUÇÃO

Xaves crê em evolução azulina: 'Crescente significativa'

28/01/2020 17:21
Xaves crê em evolução azulina: 'Crescente significativa'
Flamengo e Inter de Milão acertam a permanência de Gabigol no Rubro-Negro
DIA DO FICO

Flamengo e Inter de Milão acertam a permanência de Gabigol no Rubro-Negro

28/01/2020 16:06
Flamengo e Inter de Milão acertam a permanência de Gabigol no Rubro-Negro
Helinho Leite afima que Castanhal e Paysandu será no Maximino Porpino
FALTA O OK

Helinho Leite afima que Castanhal e Paysandu será no Maximino Porpino

28/01/2020 15:09
Helinho Leite afima que Castanhal e Paysandu será no Maximino Porpino
Últimas Notícias