Com Rosamaria e Lorrene em quadra, Brasil vence de virada o Japão e está na semifinal do Mundial de Vôlei

A seleção brasileira feminina de vôlei sofreu mas saiu com a vitória de virada contra as japonesas, pelas quartas de final, nesta terça-feira, 11, pelo Mundial de Vôlei. O Brasil venceu por 3 sets a 2 e garantiu vaga na semifinal. A seleção de José Roberto Guimarães jogou mal os dois primeiros sets de partida,...

Publicado em 11 de outubro de 2022 às 21:04

A seleção brasileira feminina de vôlei sofreu mas saiu com a vitória de virada contra as japonesas, pelas quartas de final, nesta terça-feira, 11, pelo Mundial de Vôlei. O Brasil venceu por 3 sets a 2 e garantiu vaga na semifinal.

A seleção de José Roberto Guimarães jogou mal os dois primeiros sets de partida, perdendo para as japonesas por 25/18 e 25/18. A equipe conseguiu a virada após a entrada da levantadora Roberta que distribuiu bem as bolas, e a oposta/ponteira Rosamaria Montebeller que deu mais ritmo e volume de jogo para a seleção, fechando o terceiro set por 25/22.

A verdade é que não faltou luta para as meninas da seleção, que estavam com o famosos 'sangue nos olhos' para buscar este título inédito para o voleibol feminino que é o mundial. Então, no quarto set, Zé Roberto permaneceu com a equipe do set anterior e trouxe para quadra Lorrene, que joga no voleibol japonês e conhece o ritmo de jogo das adversárias. Com a equipe concentrada e determinada, a seleção venceu por 27/25 e levou a decisão para o quinto e último set.

Para o Brasil era tudo ou nada. Com as japonesas decididas a repetira a última partida contra a seleção em que elas levaram a melhor, cada bola era uma disputa e foi assim até o Brasil decidir, imprimindo seu jogo frenético e deixando as japonesas a cometerem erros fundamentais para fechar o set em 15/13.

Com a virada épica, o Brasil continua na briga pelo título inédito. A seleção, agora enfrenta a Itália na semifinal, na próxima quinta-feira, 14, às 15h.