Euro compra R$ 4,3139 venda R$ 4,3152 máxima 4,3152
Dólar Comercial compra R$ 3,7756 venda R$ 3,7761 máxima 3,7988
20 Mar - 20h45
quarta, 20 de março de 2019
Unique
LÍNGUA DE SINAIS

Grupo de docentes de Libras critica a atuação da intérprete do Paysandu

11 Jan 2019 - 23h30Por Alexandre Alencar
Grupo de docentes de Libras critica a atuação da intérprete do Paysandu - Crédito: Ronaldo Santos/Ascom Paysandu Crédito: Ronaldo Santos/Ascom Paysandu

Na última segunda-feira (07), o Paysandu Sport Clube deu um passo muito importante para a inclusão social no esporte. O Clube anunciou que todas as entrevistas coletivas concedidas no Estádio da Curuzu terão tradução em Libras – Língua Brasileira de Sinais, um conjunto de formas gestuais utilizada por deficientes auditivos para a comunicação entre eles e outras pessoas, sejam elas surdas ou ouvintes.

A profissional responsável pela tradução é, segundo o Clube, uma intérprete de Libras, graduada em Artes Visuais e voluntária, Danuza Grippa. Porém, na noite desta sexta-feira (11), o Portal Roma News teve acesso a um documento redigido e assinado por um grupo de docentes e tradutores de Libras que afirmam que a profissional não tem a habilidade necessária para exercer a função. Veja fotos do documento!

Na nota de repúdio, o grupo afirma que “a interpretação feita pela jovem Danuza não atentou ao artigo 4 do código de ética do intérprete que diz: o intérprete deve reconhecer o seu próprio nível de competência e ser prudente em aceitar tarefas”.

O texto diz ainda que “o desempenho na interpretação da mesma não condiz com a de uma pessoa capacitada profissionalmente para o trabalho de levar informações nas coletivas do clube para o público usuário da Libras, ao assistirmos o vídeo, o que vimos foi a sinalização de sinais soltos, descontextualizados que não traduzia o que o entrevistado dizia”.

Em entrevista ao Roma News, o Diretor do Instituto de Educação e Cultura do Pará (IPEA) e um dos que assina o documento, Silvio Santiago Vieira, afirmou que o curso de Libras é um curso qualquer como um de inglês ou espanhol. “O curso de idiomas não habilita o aluno para ser tradutor intérprete e nem para dar aula. É preciso ter curso de tradução e interpretação de Libras de acordo com o decreto 5.626/05”, explica.

O descontentamento com a interpretação não ficou apenas com os profissionais da área, mas também com a sociedade surda. Em sua página oficial no Facebook, o Paysandu Sport Club compartilhou a notícia do site do Clube e vários comentários criticam a atuação de Danuza. Veja!



O grupo afirma que a nota de repúdio será enviada ao Paysandu na próxima segunda-feira (14). O Portal Roma News entrou em contato com a Assessoria de Comunicação do Paysandu Sport Club por telefone e por e-mail pedindo um posicionamento sobre o assunto. Até o momento da publicação desta matéria, não tivemos resposta.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CR7 presenteia filhos de Hulk com camisas da Juventus
LEMBRANCINHAS

CR7 presenteia filhos de Hulk com camisas da Juventus

20/03/2019 17:14
CR7 presenteia filhos de Hulk com camisas da Juventus
Joanna Maranhão e Felipe França trocam ofensas em rede social
APÓS DIVERGÊNCIAS

Joanna Maranhão e Felipe França trocam ofensas em rede social

20/03/2019 16:02
Joanna Maranhão e Felipe França trocam ofensas em rede social
Hinode Barueri e Sesi Vôlei Bauru começam playoff das quartas de final com vitória
SUPERLIGA FEMININA

Hinode Barueri e Sesi Vôlei Bauru começam playoff das quartas de final com vitória

20/03/2019 14:47
Hinode Barueri e Sesi Vôlei Bauru começam playoff das quartas de final com vitória
Thaisa ultrapassa a marca dos mil bloqueios
NA SUPERLIGA

Thaisa ultrapassa a marca dos mil bloqueios

20/03/2019 14:06
Thaisa ultrapassa a marca dos mil bloqueios
Casillas renova com Porto e diz que quer se aposentar no clube
AOS 37 ANOS

Casillas renova com Porto e diz que quer se aposentar no clube

20/03/2019 13:02
Casillas renova com Porto e diz que quer se aposentar no clube
Últimas Notícias