Dólar Comercial compra R$ 5,338 venda R$ 5,3385 máxima 5,4619
Euro compra R$ 5,9224 venda R$ 5,9251 máxima 6,0735
30 Mai - 21h52
sábado, 30 de maio de 2020
Basa - Amazônia Vida
Basa - Amazônia Vida mobile
EM CHOQUE

Michael Phelps luta contra depressão e relata dificuldades na pandemia: 'Nunca me senti tão esmagado'

Em 2018, ele chegou a afirmar que pensou em suicídio logo após os Jogos Olímpicos de Londres 2012

21 Mai 2020 - 12h25Atualizado 21 Mai 2020 - 12h57
Michael Phelps luta contra depressão e relata dificuldades na pandemia: 'Nunca me senti tão esmagado' - Crédito: REPRODUÇÃO/COI Crédito: REPRODUÇÃO/COI

O maior campeão olímpico da história da natação, Michael Phelps, de 34 anos, teve coragem para expor o que a pandemia do novo coronavírus está fazendo com sua saúde mental.

Phelps, escreveu um artigo na última segunda-feira, 18, para a ESPN dos Estados Unidos e afirmou nunca ter vivido uma situação pior na vida. 

Nos últimos cinco anos, Phelps vem dando diversas declarações públicas sobre a sua luta contra a depressão. Em 2018, ele chegou a afirmar que pensou em suicídio logo após os Jogos Olímpicos de Londres 2012. "Querem saber a minha verdade? Como estou a lidar com a quarentena e a pandemia global? Vamos colocar isto assim: ainda estou a respirar. O meu humor anda de um lado para o outro. A pandemia tem sido das coisas mais assustadoras que já passei. Fico grato por eu e a minha família estarmos bem e por não ter de me preocupar com pagar contas ou meter comida na mesa como tanta gente. Mas ainda assim, estou com dificuldades. Nunca me senti tão esmagado", relatou Phelps no artigo.

Ele também ressaltou que a incerteza de como o mundo vai ficar após a pandemia da Covid-19 está mexendo com o seu emocional. "A pandemia tem sido um desafio que não estava à espera. Toda esta incerteza. Estar enfiado numa casa. E todas as questões, são tantas as questões. Quando é que isto acaba? Como ficará a nossa vida quando isto chegar ao fim? Estou a fazer de tudo para estar a salvo? A minha família está a salvo? Isto deixa-me maluco (…) As minhas emoções estão descontroladas, estou sempre no limite, sempre na defensiva", disse.

Para combater a depressão, o ex-atleta contou que todos os dias logo após acordar, el faz 90 minutos de exercícios. "Se falho um dia, é um desastre. Entro numa espiral negativa dentro da minha cabeça", comentou.

Ele ainda recomenda para as pessoas que estão passando pelo mesmo problema, precisam falar sobre o assunto para tentar passar por isso. 

“Eu compartilhei meus problemas de saúde mental publicamente pela primeira vez depois do Rio-2016. Não foi fácil admitir que eu não era perfeito. Mas a abertura tirou um peso enorme das minhas costas. Isso tornou a vida mais fácil. Agora estou me abrindo novamente. Quero que as pessoas saibam que não estão sozinhas. Muitos de nós estão lutando contra os demônios da saúde mental agora mais do que nunca”, disse o 23 vezes campeão olímpico.

Em sua carreira, Phelps conta com 23 medalhas de ouro, 3 de prata e duas de bronze. 

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

COI aprova novo calendário de classificação do Skate para Olimpíadas
FEDERAÇÃO INTERNACIONAL

COI aprova novo calendário de classificação do Skate para Olimpíadas

30/05/2020 20:00
COI aprova novo calendário de classificação do Skate para Olimpíadas
Em live solidária, Clube do Remo anuncia marca própria
LIVE FEST REMO

Em live solidária, Clube do Remo anuncia marca própria

30/05/2020 16:00
Em live solidária, Clube do Remo anuncia marca própria
Clubes espanhóis são liberados para treinos coletivos a partir desta segunda
DE VOLTA

Clubes espanhóis são liberados para treinos coletivos a partir desta segunda

30/05/2020 12:20
Clubes espanhóis são liberados para treinos coletivos a partir desta segunda
Jogador Boliviano de 25 anos morre vítima de covid-19
TRAGÉDIA

Jogador Boliviano de 25 anos morre vítima de covid-19

30/05/2020 11:50
Jogador Boliviano de 25 anos morre vítima de covid-19
Por fraude fiscal na Espanha, Diego Costa pode ser preso por seis meses
QUE FEIO

Por fraude fiscal na Espanha, Diego Costa pode ser preso por seis meses

30/05/2020 11:04
Por fraude fiscal na Espanha, Diego Costa pode ser preso por seis meses
Últimas Notícias