Dólar Comercial compra R$ 4,2163 venda R$ 4,217 máxima 4,2192
Euro compra R$ 4,6485 venda R$ 4,6497 máxima 4,6517
27 Jan - 10h29
segunda, 27 de janeiro de 2020
Unique
Unique_mobile
LIBERADO

Novo código antidoping prevê apenas advertência em caso de consumo de maconha e cocaína

06 Dez 2019 - 15h47Atualizado 06 Dez 2019 - 17h06
Novo código antidoping prevê apenas advertência em caso de consumo de maconha e cocaína -
A partir do ano de 2021, a Agência Mundial de Antidoping não vai mais punir atletas por uso de maconha e cocaína. Mas, para isso, o atleta vai ter que provar que a utilização da substância foi em momento fora de competição e não teve como finalidade obter performance. Essa informação foi dada no Estadão e apurada junto ao coordenador da Comissão Médica e de Combate à Dopagem da CBF, Fernando Solera. "A partir de 2021, quem comprovar o uso (de maconha ou cocaína) para fim recreativo não receberá mais punição de quatro anos, como acontece hoje. Terá apenas uma advertência", explicou.
 
A informação foi confirmada, através de nota, pela assessoria de imprensa da Agência. "Percebemos que nos casos que um atleta tem problema com droga e não está tentando se beneficiar com ganho em performance, a prioridade deve ser com a saúde dele. Isso é mais importante do que impor uma longa sanção esportiva", escreveu a agência mundial antidoping. A mudança foi definida durante simpósio mundial da entidade, realizado entre os dias 5 e 8 de novembro na cidade de Katowice, na Polônia. Solera representou o Brasil e confirmou ter assinado o documento para a nova legislação. No entanto, ele faz algumas ressalvas. 
 
No código anterior, saía o resultado na urina e pronto, cumpria-se a regra estabelecida: quatro anos de suspensão.  A partir de 2021, com a mudança, será necessário descobrir que horas foi usada a substância, quando ocorreu a partida, saber melhor o histórico do atleta e tentar entender onde e por que ele consumiu a droga.
A Agência Mundial de Antidoping justifica a mudança com base em análises e cita ponderações como no uso da cocaína, que também pode melhorar a performance de um atleta. "O que se nota frequentemente é que a quantidade detectada nos exames antidoping durante a competição é pequena, o que sugere fortemente que o uso ocorreu fora do torneio, em um contexto social, sem afetar o desempenho esportivo."
 
 A Agência deve destinar um grupo de peritos para identificar na lista de substâncias proibidas quais são frequentemente usadas "socialmente". Quando o atleta for flagrado com uma dessas substâncias, deverá provar que o uso ocorreu fora da competição e não estava relacionado ao desempenho esportivo.
 
No momento que a contraprova der positiva, haverá uma punição automática de três meses ao esportista. O atleta poderá reduzir esse período de inelegibilidade para um mês se aceitar entrar para um programa de reabilitação. Se ele não provar que usou a droga fora da competição, aí sim será suspenso por quatro anos, como é a regra atual. 

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Frei Paulistano empata com Ceará na estreia pela Copa Nordeste
2 A 2

Frei Paulistano empata com Ceará na estreia pela Copa Nordeste

há 34 minutos atrás
Frei Paulistano empata com Ceará na estreia pela Copa Nordeste
Com falhas melhoradas, Nicolas diz que bicolores estão preparados para grande jogo
HOJE CONTRA BRAGANTINO

Com falhas melhoradas, Nicolas diz que bicolores estão preparados para grande jogo

27/01/2020 09:00
Com falhas melhoradas, Nicolas diz que bicolores estão preparados para grande jogo
Remo e Paysandu lamentam morte de Kobe Bryant, astro da NBA
LUTO NO ESPORTE

Remo e Paysandu lamentam morte de Kobe Bryant, astro da NBA

27/01/2020 08:00
Remo e Paysandu lamentam morte de Kobe Bryant, astro da NBA
Na véspera de jogo, Hélio dos Anjos espera que a chuva não apareça na Curuzu
ALÔ, SÃO PEDRO!

Na véspera de jogo, Hélio dos Anjos espera que a chuva não apareça na Curuzu

26/01/2020 20:28
Na véspera de jogo, Hélio dos Anjos espera que a chuva não apareça na Curuzu
Em Santarém, Tapajós vence o Paragominas por 2 a 1
PRIMEIROS PONTOS

Em Santarém, Tapajós vence o Paragominas por 2 a 1

26/01/2020 19:30
Em Santarém, Tapajós vence o Paragominas por 2 a 1
Últimas Notícias