Dólar Comercial compra R$ 5,669 venda R$ 5,6696 máxima 5,693
Euro compra R$ 6,8215 venda R$ 6,8245 máxima 6,8479
02 Mar - 10h04
terça, 02 de março de 2021
VALE-SUPERBANNER DESK-COMBATE CORONAVIRUS-18/02 A 04/03
VALE-SUPERBANNER REC-COMBATE CORONAVIRUS-18/02 A 04/03
PELO MENOS ISSO...

'Somos todos culpados', afirma João Brigatti após perda do acesso à Série B

Treinador viu a equipe no limite físico e revelou que Anderson Uchôa foi vetado no vestário

16 Jan 2021 - 20h14Atualizado 16 Jan 2021 - 20h14Por Junior Cunha
'Somos todos culpados', afirma João Brigatti após perda do acesso à Série B - Crédito: Jorge Luís Totti/Paysandu Crédito: Jorge Luís Totti/Paysandu

O Paysandu perdeu, pela segunda temporada consecutiva, o acesso à Série B do Brasileirão. A derrota para o Ypiranga, por si só, na noite deste sábado, 16, em Erechim, já era suficiente para o Papão seguir na terceira divisão do futebol nacional por mais um ano. Porém, o resultado da partida acabou fazendo a equipe terminar o quadrangular na lanterna do Grupo D com sete pontos. 

Após o jogo, o técnico João Brigatti atribuiu o resultado negativo ao "limite físico, técnico e tático" que o elenco chegou para esta partida. Segundo ele, todos são culpados pela permanência do clube na Série C em 2021. "Chegamos no limite. Vou bater em cima disso. Limite físico, limite técnico, limite tático. Quando mais precisamos, pecamos nessa situação. É até difícil de ficar questionando ou tentar esclarecer para a nossa torcida, mas precisamos ser frios e calculistas. Quando chegamos aqui, a gente estava numa situação complicada e conseguimos, com muito suor, determinação dos atletas, que foram guerreiros, uma classificação para o quadrangular e nas horas decisivas, a gente acabou pecando. Não vou ficar aqui dando tiro e culpando esse ou aquele. Somos todos culpados. A instituição, que está pecando por isso, não tem jeito, a gente queria sim subir de patamar com o Paysandu, mas infelizmente não conseguimos. É levantar a cabeça e não atirar em ninguém", disse. 

Brigatti relembrou o momento em que retornou ao clube, em meados de outubro, quando o Paysandu vinha numa sequência de quatro jogos sem vencer e estava na porta da zona de rebaixamento. Para ele, a chegada da equipe no quadrangular, com possibilidade real de conseguir o acesso, só foi possível graças ao "esforço de todos". Em sua avaliação, o trabalho foi bem feito, porém "pecou" na hora decisiva. "Chegamos numa situação muito difícil, quando a equipe estava até temerosa em relação ao rebaixamento. Conseguimos, com muito esforço de todos, reverter uma situação e classificamos com uma rodada de antecedência. Foi um belo trabalho que fizemos e pecamos agora no final e não conseguimos levar o Paysandu à Série B do Campeonato Brasileiro". 

Falta de gols

Nos três últimos jogos o Paysandu saiu de campo sem balançar as redes dos adversários. Algo contraditório para quem vinha sendo um dos melhores ataques da competição, com o terceiro artilheiro do torneio (Nicolas com nove gols). Para João Brigatti, esta ineficiência ofensiva apresentada pela equipe na reta final do quadrangular "desestabilizou" a equipe dentro das partidas. 

"Quando você não faz gols, lógico que a equipe adversária se aproveita. Ou você empata ou toma um gol e você não tem forças. Foi o que aconteceu nos últimos três jogos. Pecamos no poder ofensivo. Criamos também situações nas partidas para poder ter matado em Londrina, contra o maior rival no clássico e hoje, principalmente no primeiro tempo, criamos três situações claras de gol que poderíamos ter convertido e não fizemos. Infelizmente acontece. Desestabiliza a equipe. Acabamos sofrendo um gol. Tentamos de toda maneira buscar o empate e a vitória. E quando você não faz gols, logicamente, que um a zero (para o rival) faz você perder a partida".

Próximo passo

Sem o acesso à Série B, o Paysandu vai precisar repensar o planejamento para a próxima temporada. Apesar do encerramento da Série C, a equipe ainda terá mais uma competição oficial pelo calendário 2020. Daqui a 15 dias, o Papão vai estrear na Copa Verde de olho no tricampeonato da competição. 

A permanência de João Brigatti e de grande parte do elenco ainda é incerta. Neste momento, o treinador afirma que o clube precisa sair de "cabeça erguida" da Série C e que não adianta "pedir desculpas" aos torcedores pelo resultado negativo deste sábado. Para ele, a nova diretoria, que toma posse ainda neste mês tendo Maurício Ettinger como presidente, "vai fazer um excelente trabalho" em busca dos objetivos nos próximos anos. 

"O Paysandu tem que sair sempre de cabeça erguida da competição. É uma equipe forte, guerreira, uma instituição que dar muito orgulho em vestir essa camisa. Não adianta de nada, mas temos que pedir desculpas ao torcedor, à instituição e saber que a vida não para por aqui. Temos que ter forças. É uma diretoria nova, que vai assumir o comando do Paysandu. Tenho certeza que vai fazer um excelente trabalho, montar uma excelente equipe, reforçar ela para que nos próximos campeonatos esteja melhor qualificada e consiga o melhor desempenho e os seus objetivos".

Confira outros trechos da coletiva:

Uchôa

O Uchôa foi vetado. Não tinha a menor condições. Ele se empenhou ao máximo ao longo da semana. Fizemos um teste com ele e ele sentiu dores. Ficou no banco até por ter vindo na viagem, mas foi cortado pelo departamento médico. O Uchôa não tinha a menor condições de estar em campo.

Falta de postura

Chegamos no nosso limite, principalmente na hora decisiva. Isso é muito difícil. Chegamos numa partida onde só dependíamos de nós e não conseguimos nos impor, principalmente no segundo tempo, e manter um volume de jogo que tivemos no primeiro tempo e saímos derrotados e não conseguimos esse acesso, que é horrível para o clube, para nós profissionais, enfim. É seguir em frente. Não tem outra situação a não ser a gente busca, neste ano, buscar o acesso à Série B 2021.

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 98469-4559ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Elenco bicolor se reapresenta e inicia preparação para o segundo jogo do estadual
BOLA PRA FRENTE

Elenco bicolor se reapresenta e inicia preparação para o segundo jogo do estadual

02/03/2021 05:00
Elenco bicolor se reapresenta e inicia preparação para o segundo jogo do estadual
Regularizado, novo volante bicolor já pode estrear e declara: 'Jogar no Paysandu é uma honra'
TIME DO CORAÇÃO

Regularizado, novo volante bicolor já pode estrear e declara: 'Jogar no Paysandu é uma honra'

01/03/2021 16:48
Regularizado, novo volante bicolor já pode estrear e declara: 'Jogar no Paysandu é uma honra'
Itamar destaca pontos positivos da estreia e projeta evolução com 'trabalho e dedicação máxima'
PRECISA DE TEMPO!

Itamar destaca pontos positivos da estreia e projeta evolução com 'trabalho e dedicação máxima'

01/03/2021 10:23
Itamar destaca pontos positivos da estreia e projeta evolução com 'trabalho e dedicação máxima'
Paysandu sai na frente mas empata em 1 a 1 com o Castanhal pelo Parazão
TUDO IGUAL!

Paysandu sai na frente mas empata em 1 a 1 com o Castanhal pelo Parazão

28/02/2021 12:31
Paysandu sai na frente mas empata em 1 a 1 com o Castanhal pelo Parazão
Papão acerta contratação de meio-campo; Atleta chega a Belém na segunda
REFORÇO CHEGANDO

Papão acerta contratação de meio-campo; Atleta chega a Belém na segunda

27/02/2021 14:08
Papão acerta contratação de meio-campo; Atleta chega a Belém na segunda
Últimas Notícias