Dólar Comercial compra R$ 5,4378 venda R$ 5,4391 máxima 5,4386
Euro compra R$ 6,4086 venda R$ 6,4114 máxima 6,4113
08 Ago - 15h21
sábado, 08 de agosto de 2020
PMB ICOAR E OUT 27.7
PMB ICOAR E OUT - MOB 27.7
OLHO NA META!

Em apresentação oficial, Júlio Rusch traça objetivos e diz que 'psicológico' será fundamental para jogos sem torcida

Volante tem 23 anos e é uma das novas opções do técnico Mazola Jr.

15 Jul 2020 - 15h40Atualizado 15 Jul 2020 - 16h04Por Junior Cunha
Em apresentação oficial, Júlio Rusch traça objetivos e diz que 'psicológico' será fundamental para jogos sem torcida - Crédito: Samara Miranda/Remo Crédito: Samara Miranda/Remo

Um dos candidatos a titularidade no meio de campo azulino, o volante Júlio Rusch foi apresentado oficialmente pelo clube na tarde desta terça-feira, 15. No primeiro contato com a imprensa, Júlio revelou que desde o início quis atuar pelo Remo.

"Logo que surgiu a oportunidade de vir para cá, eu falei com os meus agentes que queria vir. Foi o calor da torcida (que me fez querer). É um clube grande, não que o Londrina e o Coritiba não sejam, mas o gosto da torcida por futebol, o estádio sempre lotado e esse calor humano é muito legal. E viver uma experiência diferente também, isso proporcionou a minha vinda para cá", disse Júlio.

"Vim num projeto de carreira, mas também vim pensando em conquistar o acesso com o Remo para a Série B e os títulos do Paraense e da Copa Verde, se ela for acontecer mesmo. Temos que pensar grande. O Remo tem uma camisa pesada no futebol nacional. Além de dar uma alavancada (na minha carreira), fazer uma história aqui também, e porque não criar raiz, seria bacana", completou.

Hoje, o Remo possui oito volantes para brigar por três vagas no time titular. Entretanto, além de Júlio, apenas Lailson e Lucas, recém contratado, são canhotos - um dos pedidos do técnico Mazola Junior em sua chegada ao Remo. Em relação a isso, o novo volante do Remo acredita não ser vantagem, mas sim uma disputa boa pela posição.

"Agrega muito (ter oito opções). Equilibra bastante nos treinamentos e vai equiparar muito a disputa com grandes jogadores. Agora com cinco substituições, isso vai agregar muito. O que vai determinar isso (quem vai ser o titular) é o dia a dia, o treinamento e quem vai optar por isso é o treinador Mazola. Quem ele optar, vai ter que estar preparado para jogar".

Esta será a primeira vez que o volante de 23 anos vai trabalhar com o técnico Mazola Júnior. Apesar da "novidade", ele revela já conhecer o estilo de jogo do comandante e que as "referências" são boas.

"Já enfrentei ele, não trabalhei com ele. Mas trabalhei com vários jogadores no Londrina que trabalharam com ele. Ele gosta de um time muito ofensivo. Vim para contribuir e para buscar o meu espaço, sei que vai ser uma disputa boa pela vaga de volante", disse.

Estádio vazio e calor

Júlio citou que um dos fatores que o fez querer atuar pelo Remo foi o Fenômeno Azul. Porém, por conta da pandemia do novo coronavírus, o volante terá que esperar mais um pouco para encontrar o torcedor azulino nas arquibancadas do Baenão ou do Mangueirão.

Apesar disso, ele acredita que o trabalho psicológico será fundamental para "superar" a ausência do torcedor no estádio. 

"Pesar, no dia de jogo, vai pesar porque a torcida do Remo é fanática pelo clube. Vai ser um empecilho, mas temos que trabalhar no nosso psicológico no dia a dia nos treinamentos. Não atrapalhou. O Remo é um clube de grande expressão no futebol nacional e também pelo fato de conversar com um monte de jogadores que já estiveram aqui e falaram que poderia vim de olho fechado que o clube era bom".

Outro fator que vem "pensando" nesses primeiros dias em Belém é o calor. Acostumado com as baixas temperaturas no sul do país, Júlio disse que precisará de mais alguns dias de adaptação com o clima desta época do ano na cidade.

"O que está pesando muito é o calor. Aqui é muito quente. Isso que está pesando bastante. Eu vim de Coritiba, lá estava 5°C. A hora que pisei no aeroporto aqui, estava 38°C. Mais uns cinco dias vai dá para se adaptar bem. O calor aqui vai ser uma dificuldade, mas vou ter que me adaptar o mais rápido possível. E de uma série C que é mais pegada também. No dia a dia, o professor Mazola, toda hora dando conselhos no treinamento, vou me adaptar o mais rápido possível", finalizou.

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Ex-Remo, Rafael Bastos do Jacuipense, critica antiga diretoria: 'Era uma bagunça'
POLÊMICO

Ex-Remo, Rafael Bastos do Jacuipense, critica antiga diretoria: 'Era uma bagunça'

08/08/2020 12:09
Ex-Remo, Rafael Bastos do Jacuipense, critica antiga diretoria: 'Era uma bagunça'
Titular contra o Jacuipense, Ermel ressalta a importância de pontuar no início do campeonato
EXPECTATIVA

Titular contra o Jacuipense, Ermel ressalta a importância de pontuar no início do campeonato

08/08/2020 11:03
Titular contra o Jacuipense, Ermel ressalta a importância de pontuar no início do campeonato
Mazola Jr 'detalha' Jacuipense: 'Vai nos criar um imenso problema se tiver espaço'
ATENÇÃO DOBRADA!

Mazola Jr 'detalha' Jacuipense: 'Vai nos criar um imenso problema se tiver espaço'

07/08/2020 17:55
Mazola Jr 'detalha' Jacuipense: 'Vai nos criar um imenso problema se tiver espaço'
Sem lateral direito, Mazola Jr relaciona 21 jogadores para estreia na Série C
É DOMINGO!

Sem lateral direito, Mazola Jr relaciona 21 jogadores para estreia na Série C

07/08/2020 13:52
Sem lateral direito, Mazola Jr relaciona 21 jogadores para estreia na Série C
Everton Castro e Tcharlles desfalcam o Clube do Remo
BAIXAS NO LEÃO

Everton Castro e Tcharlles desfalcam o Clube do Remo

06/08/2020 19:47
Everton Castro e Tcharlles desfalcam o Clube do Remo
Últimas Notícias